ZTOP+ZUMO

Gadget do dia: Calculadora DM-15CC (uma HP-15C feita em casa)

Apesar de terem sido descontinuadas há mais de 20 anos, as calculadoras HP da série Voyager — como a HP-15C — até hoje são muito apreciadas entre técnicos e engenheiros devido ao seu excelente padrão de construção e  durabilidade, sendo que muitas delas continuam em uso até hoje.

De um certo modo, o espírito dessas calculadoras sobrevivem até hoje na legendária HP-12C — de longe o produto mais vendido da empresa e produzida até hoje devido à sua popularidade entre os profissionais da área financeira e de negócios.

A boa notícia é que a HP-15C foi recriada por dois suíços, no melhor estilo projeto de garagem.

Como o hardware original é bem antigo (e de propriedade da HP), a solução encontrada foi de criar um novo circuito — baseado em um chip ARM LPC1114 — que emula o original por meio de software gravado em memória flash e alimentado por uma única bateria CR-2032 de 3 volts. Estima-se que esse novo hardware seja 35 vezes mais rápido que a calculadora original de 1982.

Aqui a prova de conceito:

E aqui o produto final:

O resultado desse esforço foi a DM-15CC, uma calculadora científica do tamanho de um cartão de crédito e que utiliza um teclado de membrana com botões do tipo bolha cujo layout reproduz fielmente o visual do modelo original.

Isso incluindo a parte de trás, que continha uma espécie de guia rápido de uso de algumas funções mais complexas da calculadora:

A grande sacada desse produto é que como a calculadora original é emulada via software, é possível atualizar o seu firmware por meio de uma porta USB mini localizada na sua lateral, o que pode até ser feito pelo próprio usuário. Isso permite a instalação de versões mais elaboradas/corrigidas — e, o mais interessante —  permite usar o firmware de outros modelos, fazendo com que ela se comporte como qualquer outra calculadora da família Voyager.

De fato, a empresa tirou proveito disso para diversificar a sua linha de produtos usando a mesma plataforma de hardware (= menor custo de fabricação), mudando apenas o layout do teclado e um firmware diferente, caso da  DM-10CC, um clone da HP-10C que teve o mérito de apesar de ter sido o último modelo a entrar no mercado, ele também foi o mais simples:

Já a DM-11CC é um clone da HP-11C, o modelo mainstream e mais em conta que a 15C…

DM-12CC  é um clone da HP-12C, o único modelo financeiro desta série Voyager:

Finalmente, temos a DM-16CC — clone da raríssima HP-16C a primeira (e até onde saiba) a única calculadora da HP especialmente voltada para ciência da computação:

Qualquer uma delas (+capinha) está a venda pelo preço sugerido de 69 Francos Suíços (~R$ 151) e pode ser encomendada diretamente no site da empresa (www.rpn-calc.ch) junto com outros acessórios.

Ainda em tempo:

Coincidência ou não, a HP adotou uma solução semelhante na sua última encarnação da HP-12C — conhecida informalmente como HP-12C+ — que também adota um processador ARM para emular o microcódigo da 12C original via software que é carregado na calculadora por meio de um conector interno de desenho proprietário. Isso também tornou esse modelo bem muuuito mais veloz que seus antecessores.

Note que a HP não faz nenhuma diferenciação desse modelo em relação as anteriores, apesar dela ser facilmente identificável por causa do tamanho maior do seu compartimento da bateria — que abriga duas baterias CR-2032 no lugar de apebas uma da sua antecessora (note a porta de dados no centro do compartimento e o botão de Reset logo abaixo da bateria da esquerda).

Como nas calculadoras da DM, essa solução permite a adição de novos recursos na 12C+ ou até mesmo de versões especiais com funções específicas para atender a um cliente/público alvo específico. Um bom exemplo foi o recente lançamento da nova HP-15C Limited Edition, que nada mais é que a 12C+ com o firmware e o layout do teclado da 15C:

E assim o ciclo se fecha. 🙂

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • ditom 22/01/2017, 09:00

    Só agora vi essa sua postagem, Nagano.
    Uns anos atrás estive para comprar uma 12C, dá qual só tive acesso os modelos antigos, que achei meio lentos.
    Recentemente peguei uma dessas novas e vi que ela se tornou muito mais rápida.
    Pesquisando, à época, achei uns modelos similares que imitavam a 12C por um preço muito melhor.
    Em função do custo benefício optei pelo clone mas, hoje, talvez ficasse com a original HP..

    • Mario Nagano 23/01/2017, 08:56

      Sim, é interessante como depois de tantos anos, a HP-12C (com todos seus anacronismos) sobrevive até hoje entre nós como um verdadeiro fóssil vivo — algo como o Elvis Presley das calculadoras 😀

      E como no caso do cantor, nos dias de hoje muitas empresas faturam alguma coisa em cima da 12C original na forma de emuladores, clones e até modelos compatíveis.

      https://i2.wp.com/ztop.com.br/wp-content/uploads/2012/10/Victor_V12.jpg?resize=640%2C350

      Já chagamos a falar sobre isso num post sobre uma calculadora financeira para idiotas:

      http://www.ztop.com.br/calculadora-financeira-victor-v14/

    • Mario Nagano 23/01/2017, 08:59

      Sim, é interessante como depois de tantos anos, a HP-12C (com todos seus anacronismos) sobrevive até hoje entre nós como um verdadeiro fóssil vivo — algo como o Elvis Presley das calculadoras 😀

      E como no caso do cantor, nos dias de hoje muitas empresas faturam alguma coisa em cima da 12C original na forma de emuladores, clones e até modelos compatíveis.

      https://uploads.disquscdn.com/images/f54f9f0f39224fcbeeed31e4b595dae4854d101bedec10dacfaa5ad33e32a315.jpg

      Já chegamos a falar sobre isso num post sobre uma calculadora financeira para idiotas:

      http://www.ztop.com.br/calcula

      • ditom 23/01/2017, 21:39

        Muito interessante seu post sobre as Victor.
        Aliás, a V12 que você mostra lá é idêntica (a menos da marca) à BRTC FC -12 que comprei por cerca de 60% do preço da HP 12C.