Um desenvolvedor brasileiro no IDF15

U
[IDF15] Empresa de jogos demonstra título que explora o potencial da câmera Intel RealSense em tablets.

Quando planejava dar uma espiada na área de exposição do IDF15 recebi uma dica do nosso colega e chapa deste ZTOP Reinaldo Afonso da Intel que, entre os participantes deste ano, havia um desenvolvedor nacional apresentando seu produto.

vrmonkey_showcase

E de fato, em um dos cantos da ilha central do pavilhão reservado para o grupo de software da Intel, havia um stand…

vrmonkey_booth

… demonstrando algum tipo de jogo de tiro ao alvo com tecnologia de AR (Realidade aumentada) rodando num tablet…

vrmonkey_demo1a

… equipado com uma câmera (externa) RealSense da Intel:

vrmonkey_demo2

O jogo se chama Archer Arcade e foi criado pela VR Monkey que é um spin-off da Naked Monkey Games, especializada em aplicativos e games multiplataforma.

vrmonkey_regras

Quem estava apresentando o produto eram os fundadores da empresa  Pedro Kayatt e Keila Matsumura…

vrmonkey_fundadores

… que gentilmente demostraram seu novo título para este ZTOP:

Segundo Kayatt, seu relacionamento com a Intel começou a alguns anos atrás, época em que foi procurado pelo pessoal de Santa Clara para que ele otimizasse seus títulos para Android para a plataforma x86. Depois disso ele também participou de alguns desafios da Intel como o Perceptual Challenge Brasil e o RealSense Challenge Brasil.

Kayatt disse que faz pouco tempo que eles começaram a trabalhar com aplicações de realidade aumentada, sendo que ele atualmente utiliza duas ferramentas – o Engine Unit 3D e o Unreal Engine.

E além deste jogo, ele também já está trabalhando em um projeto de VR (Realidade Virtual) ainda mais amplo e ambicioso cujo tema são os dinossauros brasileiros. A idéia neste caso é de criar uma espécie de passeio virtual para conhecer esses répteis gigantes no seu habitat natural por meio do uso de óculos de VR 3D como o Oculus Rift.

vrmonkey_dinos2

Interessante observar que devido ao caráter educacional deste projeto que será implementado no Museu Catavento Cultural de São Paulo, Kayatt conta com o apoio de um paleontólogo para que a representação desses animais seja a mais fiel ou pelo menos a mais plausível possível:

vrmonkey_dinos

Legal né? Mais detalhes no site do projeto.

 Disclaimer: Mario Nagano viajou para São Francisco a convite da Intel, mas todas as opiniões e as fotos bacanas são dele.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

<span class="dsq-postid" data-dsqidentifier="100481 http://www.ztop.com.br/?p=100481">comentários</span>

  • Parabéns pela matéria.
    É realmente excelente quando se dá destaque aos méritos em educação e empreendedorismo do Brasil.

    Será que seria possível usar esse “Paleo-Game” num Google Cardboard (VR de pobre)?

    E prezado Nagano San, essa câmera real sense poderia ser empregada no escaneamento de produtos 3D?

    • A ideia é sim criar uma versão do Dinos do Brasil para Cardboard! Infelizmente estamos esperando conseguir o investimento pela Lei Rouanet para continuar o desenvolvimento!

      E sim, essa camera pode ser utilizada para fazer escaneamento 3D, apesar da qualidade ainda não ser profissional.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos