ZTOP+ZUMO

Seu iPhone tem senha 1234? Melhor trocar

Como sempre, o problema está na BIOS. Um programa registrava, de maneira anônima, senhas usadas pelos donos de iPhone – e foi tirado do ar pela Apple.

Daniel Amtay, criador do programa Big Brother Camera Security, explica em seu blog que adicionou na última versão do seu app algumas linhas de código que permitem registrar as senhas de usuário que eram usadas no seu aplicativo que retornadas para ele de maneira anônima.

Segundo ele, a idéia não era de roubar dados e sim de fazer um levantamento das senhas mais usadas pelos seus usuários. Mais ainda: como a tela de senha do seu programa é praticamente idêntica à usada pelo iPhone, ele acredita que haveria alguma correlação entre ambas as senhas (se não for a mesma).

De um certo modo, os resultados obtidos nessa “pesquisa” não surpreenderam, já que elas batem com a maioria dos artigos já publicados sobre as senhas mais usadas na Internet que coloca no topo da lista o bom e velho “1234“, seguido do “0000” e suas variantes.

Note que “5683” é a palavra LOVE no teclado alfabético do celular e que ao digitar “2580” ou “0852” percorremos uma linha reta na parte central do teclado. “1998” é obviamente um ano que pode estar relacionado com alguma data especial do usuário, como o seu aniversário ou de um parente próximo, casamento, formatura etc. Amtay comenta que anos entre 1990~2000 está entre os top 50 das senhas mais populares na web e 1980~1989 entre os top 100.

Veja a análise completa desse levantamento aqui.

Ele conclui sua análise afirmando que aproximadamente 15% das senhas que ele coletou ficam dentro de um universo de apenas 10 opções diferentes ou seja, alguém interessado em acessar um iPhone bloqueado por senha tem 15% de possibilidade de conseguir advinhá-la em pouco tempo. Essas chances podem melhorar se o “invasor” conhecer algumas informações pessoais do dono como sua data de nascimento ou de seus parentes e assim por diante.

A moral da história é a de sempre: Que as pessoas deveriam ser menos preguiçosas e deveriam se preocupar em criar senhas mais complexas e menos óbvias. E se precisarem de uma ajudinha, procurem sites como este.

Ainda em tempo: A fabricante de gadgets eletrônicos com nome de fruta removeu o aplicativo dele do App Store.

Bad boy, bad boy…

Ainda em tempo 2: Se você curtiu dessa nota pode gostar dessa interessante análise das senhas de usuários do PlayStation Network que vazaram na web, onde o autor Troy Hunt teve a oportunidade única de analisar como as pessoas elaboram suas senhas a partir de dados reais.

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Fernando 16/06/2011, 11:08

    Humm… A senha da minha conta bancária está entre as mais utilizadas no iPhone. Not cool at all.

    • henriquem 16/06/2011, 11:20

      LOVE? mmm 😛

  • cdsmaker 16/06/2011, 15:57

    A do Android tem trava por gestos sequenciais impossível de burla. Coisa mais antiga usar senhas númericas

    • henriquem 16/06/2011, 20:42

      impossível numas, né? a marca do dedo fica na tela…

  • Glauco 17/06/2011, 08:26

    Depois dizem que apenas o Android tem malwares…

    Quando é Apple não é malware!!!

  • Wesley 17/06/2011, 08:42

    Quem usa senha 1234, em qualquer que seja o dispositivo, tem mais é que se laskar mesmo. Nesse ponto a solução do Android é interessante; sim, ficam as marcas de dedos na tela, mas pra quem é paranóico com a limpeza da tela do seu smartphone (como eu :p), isso nunca será um problema.

  • dflopes 20/06/2011, 13:51

    Do jeito que está, é melhor usar um caderninho para não esquecer tantas senhas fortes…

    com numeros, caracteres, maisculas, minusculas, etc…

  • nerdbr_com 21/06/2011, 18:58

    Valeu pela dica, acabei de trocar a senha do meu ..rs