ZTOP+ZUMO 10 anos!

Descanse em paz, AppleWorks

ícone do AppleWorks 6Quando mencionei, em uma de minhas notas sobre o recente evento da Apple, que o iWork ’08 era como “AppleWorks ressurgido das cinzas”, me esqueci de um pequeno detalhe: até aquele momento não haviam cinzas. Na verdade, não havia sequer um corpo para cremar. Agora há.

A Apple finalmente matou oficialmente o AppleWorks. O software não consta mais na lista de produtos na página da Apple, e o link para a sua página oficial agora aponta para a página do iWork ’08. A bem da verdade, desde o lançamento da versão 6 em 2000 que o programa não recebia muita atenção (exceto uma atualização para compatibilidade com o Mac OS X por volta de 2004). E num mundo viciado no Microsoft Office (muito superior em recursos), o AppleWorks não fazia muita diferença e ultimamente era mais usado no mercado educacional.

O AppleWorks começou sua vida em 1991 como ClarisWorks, produzido pela Claris, uma subsidiária da Apple que hoje se chama FileMaker, Inc. Na época era um programa revolucionário, e tinha recursos que o próprio Microsoft Office para Mac só foi incorporar na versão 2004. A versão 1.0 chegou a ultrapassar o Microsoft Works (a suí­te office “lite” da Microsoft na época) tanto em vendas quanto em faturamento. Bob Hearn, um dos desenvolvedores originais do programa (junto com Scott Holdaway), conta mais dessa história em um excelente artigo chamado A Brief History of ClarisWorks.

  • Mario Nagano

    Oi Rigues,

    O “AppleWorks” como nome de produto é anterior ao ClarisWorks, ele surgiu na década de 80 como um software integrado — uma moda iniciada pelo Lotus 1-2-3 — que reunia um processador de texto, planilha eletrônica e banco de dados no mesmo programa.

    Eu cheguei a usar ele no meu Apple IIe e funcionava muito bem com bastante memória RAM. Era tão bom que a Microsoft copiou a idéia e criou o MS Works, que existe até hoje.

    lembro qUma versão “tropicalizada” chegou a ser comercializado no Brasil com o nome Totalworks.

    mais detalhes aqui:

    http://apple2history.org/history/ah19.html

  • Ei Nagano!

    Você está certo, mas parcialmente certo :P. Existia sim um AppleWorks para Apple II. Mas, apesar do nome, ele não tinha nada a ver com a versão para o Mac, que vinha de uma base de código nova e totalmente diferente. Foi essa versão, lançado em 1991, que a Apple matou nesta semana. Mesma coisa com o AppleWorks GS, para o Apple II GS: mesmo nome, base de código diferente (esse, coitado, foi abandonado praticamente após nascer).

    Eu me lembro do TotalWorks, meu drive de disquetes pro meu TK 3000 IIe (um Unitron 40 trilhas) veio com uma cópia disso, nunca entendi o porque. O problema é que eu não tinha impressora, e ninguem mais na cidade tinha um Apple, então o máximo que eu podia fazer era ficar lendo o manual e me maravilhar com as possibilidades do programa 🙂