ZTOP+ZUMO 10 anos!

Depois do PC de US$ 199, vem aí­ o note de US$ 279

zonbu_note.jpg

Depois do oba-oba em cima do desktop sub-US$ 200 da Everex – que vendeu mais de 10 mil unidades em menos de 48 horas no Wal-Mart nos Estados Unidos- a empresa revela que está desenvolvendo um notebook sub-US$ 300 em parceria com uma empresa de software, para o iní­cio de 2008.

O Zonbu Notebook vem equipado com um processador VIA C7-M ULV de 1,5 GHz, 512 MB de RAM, 60 GB de disco, CD-RW/DVD combo, Fast Ethernet (100 Mb/s), 3 portas USB, saí­da SVGA, som, Wi-Fi 802.11b/g, tela LCD Wide de 15,4″ (1.440 x 900 pixels) com aceleradora gráfica VIA Chrome9 HC IGP (com 64~128 MB de memória compartilhada) e bateria de lí­tio-í­on com autonomia estimada em 2,5~3 horas. Ele mede 35,8 x 3,8 x 27,2cm (LxAxP, fechado) e pesa 2,4 kg.

Como podemos notar (e ver na foto), fora o processador da VIA o portátil não tem nada de especial se comparado com outros modelos de entrada disponí­veis até no Brasil. O pulo do gato parece ser o modelo de negócios baseado num sistema de assinaturas – como na telefonia celular – que oferece upgrades automáticos do sistema operacional e das aplicações, suporte técnico online, garantia de reposição do produto no caso de defeito de hardware e um disco virtual de 50 GB com backup automático, que pode ser usado para compartilhar arquivos com outros usuários e que pode ser acessado de qualquer lugar.

A empresa oferece planos de assinaturas de até 24 meses com mensalidades em torno de US$ 15, mas o cliente tem até a opção de comprar o produto sem o plano de assinatura, mas o preço sobe para US$ 479 – até caro se comparado com hardwares semelhantes – e com Windows nos EUA.

Seu sistema operacional – o Zonbu OS – é uma versão modificada do Linux Gentoo com um pacote de 20 aplicativos e utilitários diversos. A empresa afirma que sua interface com o usuário “tem a aparência e funciona como os últimos SOs para PCs, logo você já pode começar fazendo as coisas que você já sabe”.

Para bom entendedor meia palavra basta né? ;^)

Fora isso, ainda existe o Zombu Desktop Mini, um pequeno desktop de 12,4 x 5,6 x 17 cm (LxAxP) e 970 gramas pela bagatela de US$ 99 + plano de assinatura.

zombu_desk.jpg

Mais informações aqui.

Rigues diz: Esse esquema de assinatura não funciona. Já tentaram em meados da década de 90 nos EUA, com esquemas como FreePCs (que te dava o micro de graça em troca de anúncios) e coisa do tipo. Você comprava o micro por uma pechincha e se comprometia a um contrato de 2 anos com um provedor, por exemplo. Por US$ 279 o notezinho é interessante, mas por US$ 479 eu prefiro um eeePC.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Mas cuidado que esses equipamento Zonbu tem uma “pegadinha-do-Malandro”. São baratos mas tem que fazer um “plano”, que meu inglês mediocre não permitiu verificar detalhes no site.

  • Oi Liulso,

    Sim, vc tem razão. Tanto que se quiser comprar apenas o note sem o serviço, ele fica bem mais caro (US$ 479), como nos celulares “desbloqueados”.

    Para mim está claro que o Zonbu não vende hardware, e sim serviço.

Próximo post:

Post anterior: