Dell vai vender PCs com Ubuntu, diz Canonical

D

Rhythmbox_Totem

E sai na próxima quinta-feira (29) o Ubuntu 9.10 “Karmic Koala”. Falei agora à tarde com Fabio Filho, diretor da Canonical para América Latina e, apesar de o foco do papo ser as novidades do sistema operacional, aproveitei para perguntar sobre o “estado do Ubuntu no Brasil”. Afinal, quando grandes OEMs vão vender hardware com Ubuntu por aqui?

Fábio fez questão de explicar as duas linhas de negócios da Canonical: a venda de serviços e suporte para o Ubuntu (versões desktop e servidor) e a prestação de serviços para os fabricantes de hardware (OEMs) que já vendem máquinas em novos computadores com Ubuntu instalado.

Na área de serviços e suporte, “existe uma grande demanda de uso do Ubuntu no Brasil”, diz o executivo. A Canonical tem parcerias no Nordeste com a Fuctura e no Sul com a Solis para suporte e treinamentos em Ubuntu.

Tá, e os OEMs, que na maioria das vezes vendem máquinas com distribuições Linux mal-acabadas e que, invariavelmente, vão acabar rodando um Windows piratex? Fábio Filho comenta que, sim, ocorre esse problema já que muitas vezes os OEMs preferem vender máquinas baratas com Linux e o próprio mercado acaba incentivando essa busca pelo mais barato.

“Só que a Dell no Brasil vai vender máquinas com Ubuntu, não tem data definida ainda. Também estamos negociando com Semp Toshiba e Positivo Informática”, afirma. A pequena Meoo já tem PCs com Ubuntu, de acordo com o executivo.

Bem, entre dizer e acontecer precisa de tempo, né? Eu acredito que esses três fabricantes – Dell, STI e Positivo – poderiam ao menos mudar um pouco o panorama (e a má-fama) dos PCs baratos com Linux (e Windows pirata) ao adotar o Ubuntu, não?

Em tempo: lá fora, a Dell vende máquinas com Ubuntu faz tempo. O Marcelo Neubert, do PontoGeek, me deu um toque via Twitter que já viu notes Dell com Ubuntu no site brasileiro. Procurei… e não achei (mas o Marcelo achou e me mandou os linhs do Vostro A840 e A860)

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos