ZTOP+ZUMO 10 anos!

Dell anuncia servidores e workstations com Nehalem

dell_11g-server_family

Em um evento ocorrido ontem (28/04) a Dell anunciou a chegada de seus novos servidores PowerEdge e workstations Precision de dois soquetes baseados na nova plataforma Nehalem/Xeon da série 5000 com chipset 5520. Isso tudo em menos de um mês após o seu lançamento mundial em 31 de março de 2009.

Mais do que um simples upgrade de processador e um novo visual, a nova plataforma Nehalem traz diversas novidades vistas inicialmente com a chegada do Core i7 como controlador de memória embutido no processador, novo barramento de dados, melhor suporte para virtualização, gerenciamento mais simples e menor consumo de energia, características que, aliadas aos quatro núcleos físicos com Hyper Threading por soquete do novo Xeon 5000 — totalizando 16 núcleos lógicos — oferecem um significativo ganho de desempenho por watt, considerado o novo mantra do mercado.

Batizados de 11G, esses novos computadores se mesclam com o atual portfolio de servidores da empresa (abaixo,) que ainda mantém seus modelos para um e quatro soquetes ainda baseados nos chips Penryn – como o impressionante PowerEdge R900 que utiliza quatro processadores Xeon 7500 de seis núcleos (codinome Dunnington) ou o singelo PowerEdge T100 que pode vir até com um Pentium Dual Core E2220.

dell_poweredge_portfolio_small

A linha é formada por dois servidores do tipo blade: o PowerEdge M610 (de meia-altura) e o PowerEdge M710 (full size) que sã0 módulos montados em grandes gabinetes que fornecem energia, comunicação e circulação de ar proporcionando assim um maior nível de densidade:

dell_poweredge_blade_cabinet

Na linha de servidores do tipo hack também dois m0delos,  o PowerEdge R610 de 1 U de altura e o PowerEdge R710 de 2U de altura ambos equipados com processador Xeon 5500 e chipset 5520.

dell_r710_rack

Ainda foi anunciado um modelo do tipo desktop: o imponente T610 (abaixo) que também pode ser adaptado para ser montado na horizontal em um rack com direito a girar 90° o logo da Dell e tudo.

dell_t610_de_pe

Entre as novas workstations Dell Precision estréiam três modelos o T3500, T5500 e T7500, todos com opção de placas de vídeo ATI FirePro e NVidia Quadro que já vem com mais de 90 certificações de aplicativos do mercado nas áreas de engenharia, multimídia, entretenimento e biociências.

dell_precision_t7500Além disso, o pessoal de de Austin também anunciou cinco novas soluções de storage corporativo da linha Equallogic PS6000 que, ao contrário de outras soluções desse tipo, cada módulo possui gerenciamento próprio o que permite que cada um deles funcione de maneira independente e que combine diversos tipos de discos de acordo com a demanda. Por exemplo, discos SSDs (UIA!) podem ser usados em aplicações de missão crítica que podem trabalhar no mesmo módulo ao lado de discos SAS e até SATA que podem ser organizados de modo que cada tipo de disco armazene informações de acordo com sua maior ou menor demanda. Segundo a empresa o uso de discos SSD proporcionam ganhos de 300% na velocidade de leitura de dados se comparado com a versão anterior.

dell_equallogic_ps6000

No segmento de produtos e serviços, a Dell anunciou novidades como o ImageDirect que facilita o gerenciamento de imagens dos servidores e que  já existe para a sua linha de desktops e o Dell Management Console uma nova ferramenta de gerenciamento de desktop e servidores baseado na plataforma Altiris da Symantec é capaz de gerenciar informações complexas como ciclo de vida dos equipamentos, sejam eles da Dell ou de outro fabricante.

Raymundo Peixoto, diretor geral da Dell  Brasil, comentou que um dos grandes atrativos dessa solução é que esse serviço pode ser prestado remotamente pela Internet sendo que alguns serviços como backup de dados podem ser feitos na “nuvem” numa central de comando da Dell no exterior mas ele já adiantou que a Dell está construindo um centro especialmente voltado para a América Latina.

Outro atrativo desse serviço é que ele pode ser contratado numa base seletiva, de modo que o cliente possa contratar determinados serviços de acordo com sua necessidade, ao contrário de outras soluções do tipo “pega tudo ou nada”.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • A cada dia que passa os servidores e os workstations vão ficando cada vez mais potentes.