ZTOP+ZUMO

Cowarobot: a mala que te segue

[CES Asia 2016] Da série “ideias de crowdfunding que realmente se tornam realidade”, a linha de malas da Cowarobot chama a atenção: elas são conectadas e uma delas pode te seguir pelo saguão do aeroporto.

Os dois modelos são iguais: malas de mão, formato padrão (550 x 380 x 220 cm), capacidade de 34 litros, produzidas em alumínio e são compatíveis com apps para Android e iOS.

O modelo Smart não anda sozinho, mas vem com recursos anti-roubo e anti-perda, além de uma trava eletrônica com acesso sem chave, GPS integrado para localização e uma bateria de 6.700 mAH com 4 portas USB para recarregar smartphones, tablets e e-readers dentro da mala.

Já o modelo Cowarobot tem uma roda adicional de tração embaixo, que permite que se movimente sozinho – e segue o dono, que usa uma pulseira de rastreamento (além dos apps para smartphone). A velocidade máxima é de 7,2 km/h.

E é isso, basicamente:

View this post on Instagram

Cowa Robot (uma mala que anda sozinha)

A post shared by H (@ztop) on

Veja a roda de tração embaixo:
cowa robot - - 2

E como a mala anda sozinha? Sensores (muito bem escondidos) chamados de “Co-Eye” fazem uma varredura de ambiente e enviam para o app. A mala segue atrás (e não do lado) em um ângulo de 45 graus, evitando obstáculos, planejando o caminho e andando sozinha. Na prática, é um eletrônico de consumo equipado com um Lidar miniaturizado de uso doméstico.

A trava lateral, padrão TSA, pode ser aberta por proximidade, sem que o dono tenha que usar uma chave ou senha numérica do cadeado.

cowa robot - - 3

Por dentro, é uma mala comum:cowa robot - - 4

E que tem um segundo compartimento travado (agora por senha) que dá acesso…

cowa robot - - 5

…a um compartimento para eletrônicos e outros itens que o viajante precisa para fácil acesso.

cowa robot - - 6

Na teoria, o conceito das Cowa é ótimo: bateria extra, segue o dono, parece bem resistente. Na prática, quero ver explicar pro segurança do aeroporto que sua mala tem uma bateria de íons de lítio (o que a torna impossível de despachar, por questões de “temos medo que essa coisa pegue fogo” mesmo) e até mesmo um sistema robótico integrado.

Aos interessados, o modelo Smart começa a ser vendido em junho, e o Robot, em setembro. Os preços sugeridos iniciais começam em US$ 600.

cowa robot - - 7

[Cowa Robot]

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • dflopes 11/05/2016, 22:49

    Preciso das duas, pra testar
    Mas acho que no Brasil, a Cowa Robot não chega sequer ao portao de embarque…