ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Corra que a Lomografia vem aí!!!

Falando em fotografia trash, nosso colega Renato Rodrigues da revista Stuff noticiou a volta das câmeras Lomo LC-A ao Brasil. Trata-se de uma câmera de filme 35 mm criada na ex-União Soviética (na época em que os comunas comiam criancinhas e iriam tomar a sua casa quando dominassem o mundo) que tirava fotos tão ruins que virou um fenômeno cult.

Trazida pela primeira vez em quantidade pela finada Cinótica de São Paulo no final dos anos 1980, as Lomo LC-A até que tiveram uma boa aceitação inicial devido ao seu baixíssimo custo (acho que paguei uns R$ 27  no meu exemplar abaixo) e um boato que rolava na época de que sua óptica era baseada nas lentes Leitz/Leica.

LOMO_LCA_kit_small

Mas com o tempo essa história começou a fazer água já que o desenho da objetiva poderia até ser parecido, mas o péssimo coating das lentes (que controla os reflexos de luz ou flare no interior da objetiva) e um disparador eletromecânico nada confiável, fazia com que as fotos tiradas fossem qualquer coisa — com exceção de ” normais” — ou seja, claras,  escuras, lavadas, desfocadas, esverdeadas etc. E isso numa época em que nem se falava em Photoshop!

Se as fotos fossen só regulares (beirando o ruim), o destino dessas câmeras seria o esquecimento no fundo de alguma gaveta ou armário. Mas no caso das LC-A os ” defeitos especiais” eram tão constantes e surreais (beirando o bizarro) que suas imagens começaram a ser consideradas uma forma de arte — o que foi a origem da chamada Lomografia — que se espalhou pelo mundo como movimento cultural e que segue suas próprias regras fotográficas:

Lomography

  1. Leve sua câmera aonde você for.
  2. Use à qualquer hora — dia e noite.
  3. Lomografia não é uma interferência na sua vida — é parte dela.
  4. Tente fotografar da altura da cintura.
  5. Aproxime os seus objetos lomográficos de desejo o mais próximo possível.
  6. Não pense. (William Firebrace)
  7. Seja rápido.
  8. Você não precisa saber de antemão o que você registrou no filme.
  9. Nem depois.
  10. Não se preocupe com regras.

Mais informações aqui:

Ainda em tempo:

Reza a lenda que a LC-A é, na realidade, uma cópia bem rudimentar da Cosina CX-2 (abaixo), uma câmera japonesa compacta dos anos 1980 que foi moda no mercado junto com outros modelos como a Rollei 35, Minox 35Petri 35 color e a Olympus XA:

cosina

Para aqueles que preferem algo mais moderninho, a Minolta chegou a lançar uma versão com autofoco a Minolta AF-C, que mistura elementos da Cosina CX-2 e da Olympus XA.

Minolta_AFC_small

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.