Cooler Master investe em PCs para gamers

C

cooler_master_intro

Tradicional empresa de componentes, acessórios e gabinetes para PC, a Cooler Master anunciou ontem (24) uma parceria com a Accept, Intel, NVidia e Logitech para viabilizar um projeto em que algumas empresas já se aventuraram e outras até se deram mal: criar e vender uma linha de PCs para entusiastas e gamers para o mercado de varejo.

A ideia da empresa com esse projeto é de criar uma linha premium de computadores onde a frase principal é — Boa Procedência — ou seja,  a Cooler Master entra com o gabinete + cooler + fonte, enquanto que a Intel indica o processador, a NVidia, a(s) placa(s) de vídeo e a Logitech, os periféricos como teclado e mouse. E para juntar todas essas peças (literalmente falando), a empresa fez um acordo com a Accept Informática, integradora de primeira linha e Intel Premium Partner especializada na montagens de servidores e workstations e que, pela primeira vez, faz sua estréia no varejo.

Segundo informações do IDC, em 2009 pode ocorrer um “empate técnico” no número de desktops e notebooks vendidos, o que representa um crescimento de praticamente 100% nas vendas dos portáteis e que a empresa planeja explorar com uma nova marca conhecida como Choiix, mais voltada para produtos de estilo de vida digital.

No caso dos desktops, a Cooler Master afirma que 88% do mercado de desktops é dominado pelos modelos de até R$ 1.299 (também conhecidos como PCs de supermercado), restando apenas 12% para os produtos mais sofisticados sendo esse nicho de mercado que eles pretentem atacar com sua iniciativa.

cooler_master_mercado

Para isso, a empresa adotou uma solução já usada na Intel com sua plataforma móvel Centrino e criou dois selos que irão identificar suas linhas de produtos, o Armed by Cooler Master para os modelos mainstream e o UGA (Ultimate Gaming Architecture) para sua linha premium.  Com isso, a empresa quer garantir que seu produto tenha além de boa procedência a garantia de que foi projetado e montado dentro de certos padrões de qualidade.

cooler_selos_small

Uma coisa interessante é que para não cometer o mesmo pecado de alguns concorrentes, a Cooler Master se juntou com seus parceiros citados acima para criar configurações mais balanceadas em termos de custo e desempenho: nada de PCs com processadores velozes e placas de vídeo sofríveis e vice-versa.

Nessa primeira etapa, a Cooler Master anunciou três linhas de produtos com a marca Accept:  Gamer WAR, modelo de entrada com Pentium Dual Core E5200, 2 GB de SDRAM DDR 800 e placa de vídeo NVidia GeForce 9400GT.

cooler_master_accept_gamer_war

O Gamer SPEED, modelo mainstream com Core 2 Duo E7400 + placa de NVidia GeForce 9400GT.

cooler_master_accept_gamer_speed

E o impressionante Gamer Xtreme com Core i7 920, duas GeForce 9800GT em SLI e quatro discos de 500 GB montados em RAID 10.

cooler_master_accept_gamer_xtreme

Dependendo do modelo, a placa-mãe será fornecida pela MSI e Gigabyte, sendo que o Xtreme será montado sobre uma placa da Intel (uma Smackover) todas produzidas no Brasil pela Digitron.

Além disso, a empresa anunciou outros PCs com grifes de parceiros como os Armaroli Simulator V8 e V12 e a linha Timension do designer Hans Donner.

Henrique comenta: Hans Donner, aquele das aberturas das novelas da Globo? Eu, hein! Bem, acredito que seja um design bem anos 80. É fantástico!

De um modo geral, o posicionamento de cada produto fica mais ou menos assim:

cooler_master_posicionamento_small

Com relação à estratégia de vendas, a Cooler Master já apresentou alguns parceiros eleitos. As primeiras lojas a receber o produto são o Magazine Luiza (que deve criar uma seção especializada em seu site) e a Dotcom Informática de Caxias do Sul, RS. Algumas distribuidoras como a Aldo Componentes e a Myatech também devem entrar nessa primeira fase.

cooler_master_varejo

Além disso, a Cooler Master já adiantou que pretende manter um índice de renovação bastante agressivo, atualizando suas configirações a cada três meses. Fala-se também que algumas lojas como a Star Computer desejam vender os computadores sem placa de vídeo pré-instalada de modo que o consumidor tenha a opção de decidir na hora da compra qual placa de sua preferência e que já sair da loja com ela instalada.

Henrique reclama de novo: e aí vende uma placa de vídeo fraquinha e caímos no vício do PC bom com placa ruim.

Como disse o porta voz da Cooler Master, sua vontade é de fazer esse negócio direito dessa vez.

Mais informações aqui.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos