ZTOP+ZUMO 10 anos!

Com Wi-Max, poderemos morar no centro de SP?

Eu gosto de caminhar pelo centro de São Paulo e sempre fico babando nos apartamentos que existem na região – como os da av. São Luiz, principalmente. Só que hoje é impossí­vel morar no centro da maior cidade do paí­s pelo simples motivo de praticamente não existir infra-estrutura decente de internet e TV a cabo por ali (sim, existem outros problemas de ordem econômica e social também que não precisam me alertar depois).

Um amigo mora em um prédio ali perto da Câmara Municipal e sua alternativa para acessar a internet é usar o celular EVDO como modem. Não é o ideal, claro.

Só que hoje veio uma luz – distante ainda – para quem sabe um dia morar no centro com internet rápida: o Wi-Max.

Conversei com Maurí­cio Vergani, diretor da Embratel Empresas, sobre a iniciativa da empresa lançar um serviço de Wi-Max em 12 cidades brasileiras na primeira fase e chegar a 61 em uma futura etapa. A oferta é para pequenas e médias empresas e serve para complementar serviços que a Embratel já oferece pelo cabo da NET, com telefonia e banda larga. O Wi-Max vai chegar a locais onde o cabo não chega, como bairros distantes e o próprio centro da cidade.

OK, por enquanto, o Wi-Max será apenas para pequenas e médias empresas (com pelo menos 4 linhas telefônicas e um link de 1 ou 2 mbps), mas a própria Embratel tem a experiência de, com as operadoras da rede Telmex, oferecer Wi-Max no Chile e Argentina desde meados do ano passado. Por lá, uma certa banda restante começa a aparecer em ofertas para o consumidor final.

Então, que venha o Wi-Max para que as cidades reaprendam a ter moradores em seus centros.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Morar no centro, naqueles apes sensacionais, com serviços de bairro fino? Não tem preço!
    Tomara que a Embratel e outras operadoras de serviços públicos comecem a prestar mais atenção nesse público. E não precisa ir longe: muita gente descolada, formadora de opinião e com grana mora na Paulista e também não consegue nem ver tv a cabo direito. Fica tudo “zuado”.
    Prefeito cidade limpa e maravilhosa, aproveita pra dar um gás na limpeza do centrão. Temos prédios lindos e uma vida noturna bem bacana por lá.