Com novo Kindle 3G, a Amazon vende direto para o Brasil

C

Amazon_Kindle_3G

A maior livraria do planeta anunciou hoje (7/10) a chegada de uma nova versão “internacional” de seu leitor de e-books Kindle, agora com suporte para redes 3G o que permitirá sua venda — e o mais importane, o uso de seu modelo de distribuição de conteúdo — em mais de 100 países, incluindo o Brasil (uia!), porém com um pequeno adjuntório por parte do nosso governo (ai meu santo!!!)

Com o preço sugerido de US$ 279 (US$ 20 a mais que a versão para o mercado americano), o novo Kindle já pode ser reservado no site da empresa com lançamento previsto para o próximo dia 19/10.

Com isso a Amazon também começará a fornecer conteúdo localizado o que inclui edições eletrônicas de mais de 85 jornais como La Stampa, da Itália, El País, da Espanha e até O Globo, do Brasil.

A empresa alerta porém, que esse preço pode ser maior para o usuário final por causa dos custos de postagem e os impostos de importação. No caso do Brasil, esse valor costuma ser de 60% sobre o preço final da mercadoria incluindo a postagem.

Só de farra, eu simulei um pedido para ser enviado aqui para a Zumo-caverna e o brinquedo saiu pela bagatela de US$ 585,32 ou R$ 1.024,895 (!!!) com previsão de chegar na minha mão entre os dias 21~27 deste mês. O curioso é que fazendo algumas contas, eu não achei nenhuma correlação entre o preço final do pedido (incluindo a postagem) e os 60% da notória taxa de importação:

Amazon_Kindle_3G_venda

A não ser que exista alguma alíquota especial para esse produto (desconheço) ou que ele seja até isento por ser um “livro” (muito improvável) existe o perigo do governo querer levar o dele quando o pacotinho passar pela alfândega, ou seja, o preço final poderia subir para US$ 936,51 com as taxas locais, ou mais exatamente R$ 1.639,83.

Note que esse adicional não é cobrado na hora da comprar no site e sim quando o produto passa pela alfândega, ou seja, um susto a mais para os desavisados.

Mais informações aqui.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos