Com meses de atraso, tablet PlayBook chega ao Brasil

C

A RIM, fabricante dos smartphones BlackBerry, lança este mês o tablet PlayBook no mercado brasileiro. O produto, anunciado em setembro de 2010, com vendas nos Estados Unidos desde o início do ano e na América Latina desde junho, chega às lojas com preço sugerido inicial (e promocional) a partir de R$ 1.299.

No hardware do PlayBook nacional, não há nada de diferente da versão vendida lá fora e que já não saibamos o que vem dentro:

  • tela de 7″ LCD, 1024 x 600, WSVGA, tela capacitiva com multitoque e suporte a gestos
  • sistema BlackBerry Tablet OS com suporte a multiprocessamento simétrico
  • processador ARM-9 dual-core de 1 GHz
  • 1 GB RAM
  • Duas câmeras HD (3 MP na frente para videoconferência, 5 MP na parte de trás), com capacidade de gravação em HD 1080p.
  • Reprodução de vídeo: 1080p HD Video, H.264, MPEG, DivX, WMV
  • Reprodução de áudio: MP3, AAC, WMA
  • Saída de vídeo HDMI
  • Wi-Fi – 802.11 a/b/g/n
  • Bluetooth 2.1 + EDR
  • Conectores: microHDMI, microUSB, recarregador da bateria
  • Plataforma aberta com suporte a WebKit/HTML-5, Adobe Flash Player 10.1, Adobe Mobile AIR, Adobe Reader, POSIX, OpenGL, Java
  • Medidas: 130mm x 193mm x 10mm, 425 gramas
O software, porém, traz algumas novidades para a versão local: o App World, loja online de aplicativos da BlackBerry, traz versões de programas locais do Bradesco, Cinemark, Caras, Veja, Exame, Época, O Estado de São Paulo, Placar UOL e Terra Sonora, entre outros. O acesso à internet (com Flash!) é feito por Wi-Fi ou compartilhando a conexão 3G de um smartphone BlackBerry.
Mesmo com a possível oferta de aplicativos Android, a impressão que fica é que o PlayBook chega atrasado à festa dos tablets (em um mercado de 40 milhões de iPads vendidos – ou 11,1 milhões só no último trimestre – versus uma concorrência tanto fraca dos Androids, apenas 3,4 milhões). Vai vender pra quem? Donos de BlackBerry desavisados (desculpem, mas dar apps após uma falha mundial de vários dias é pouco, não? ) e fãs da plataforma de mensagens BBM.

 

O preço sugerido do BlackBerry PlayBook é “a partir de R$ 1.299” (imagino ser para a versão de 16 GB), de acordo com e-mail enviado pela Saraiva na madrugada desta quarta-feira:

 

Ao clicar na mensagem, vemos o preço real e o promocional dos produtos:
  • 16 GB: de R$ 1.649 por R$ 1.299
  • 32 GB: de R$ 1.949 por R$ 1.599
  • 64 GB: de R$ 2.299 por R$ 1.949
A BlackBerry confirmou que a redução de preços (média de R$ 350 por aparelho) é válida por tempo limitado e que, em breve, terá ofertas em conjunto com smartphones da marca.
Para efeito de comparação, o Apple iPad 2 mais básico (16 GB, Wi-Fi) custa a partir de R$ 1.649.
Mais informações ainda hoje, durante o evento de lançamento.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos