COD Modern Warfare 2: Balas sobre o Rio!

C

Estava eu dando uns tirinhos no jogo Call Of Duty — Modern Warfare 2 quando em uma das missões os defensores da democracia vêm ao Brasil atrás de um mercador de armas que se esconde num morro carioca apinhado de bandidos armados até os dentes. Ay caramba!!!

Como não tinha que deixar de ser, apesar de todo o esplendor dos gráficos, a representação da Cidade Maravilhosa é meio salada de frutas. A representação da arquitetura local e a vestimenta dos transeuntes até que é bem caracterizada com marcos geográficos que deixam claro onde é que estamos …

… assim como alguns cartazes em português:

Mas, ao mesmo tempo, notamos coisas curiosas do tipo cartazes de horário de estacionamento em inglês…

… e algo que parece ser uma Kombi.

Mas o mais engraçado de tudo é ver o sargento Gary “Roach” Sanderson gritar “ESTE LUCO NON ÉS SEGURO!!!”  num terrível sotaque espanhol para a comunidade do morro.

Mas o que parece ser ser relaxo de desenvolvedores que podem achar que Buenos Aires é a capital do Brasil é na verdade um certo preciosismo nos detalhes, já que no meio do caos do tiroteio na favela notamos gente gritando coisas do tipo “me dê cobertura!“,”atira uma granada!“, “mira na cabeça!“, “estamos perdendo muitos soldados“,  “levem as crianças para um local mais seguro!” e até “A favela é nossa casa! Sai fora! Sai fora!” em bom e claro português brasileiro.

Interessante notar a adoção da bandidagem por armamentos “locais” como o bom e confiável fuzil FAL FN ainda usado pelo exército brasileiro…

… e o toque de irreverência fica por conta da trilha sonora puxada ao som de batida tipo Timbalada e de alguns soltados do morro que vestem uma extravagante camisa vermelha com florzinhas brancas no melhor estilo “óia eu aqui seu mané, atira ni mim!”

(Este por sinal, não quis posar pro Zumo)

Impressionante…

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos