ZTOP+ZUMO 10 anos!

CES 2014: a terra das TVs gigantes (curvas e dobráveis)

CES 2014: Em 2014, não foi só a tela da TV que cresceu: ela também se curvou ainda mais e aprendeu a se dobrar com um comando do controle remoto. Panasonic, Sony, Samsung e LG mostraram suas últimas inovações para tentar convencer o consumidor de que uma tela curva/dobrável é a invenção mais legal do mundo.

É curioso, por outro lado, ver esse foco enorme dos fabricantes em destacar seus televisores – ainda mais porque na IFA 2013, em Berlim, muita novidade em TV também foi anunciada. Separei os principais destaques de cada fabricante. Muita coisa ainda é protótipo ainda, vale lembrar, sem previsão de chegar ao mercado.

Panasonic

SONY DSC

Se LG e Samsung foram as primeiras a anunciar suas TVs curvadas côncavas, a Panasonic levou isso a um limite um pouco mais extremo: suas telas OLED 4K são côncavas e convexas. São apenas protótipos para mostrar “que a gente pode fazer uma tela curvada para fora”, mas o efeito visual – pelo menos na feira – é sensacional nesse arranjo de telas sequenciais curvas.

SONY DSC

No estande, a Panasonic seguiu a linha da Sony em ressaltar também os meios de produção e adaptação para conteúdo em ultradefinição.  Então, além do lindo painel 4K de 65″…

SONY DSC

Estavam as soluções de adaptação de conteúdo Blu-Ray/Full HD para 4K:SONY DSC

Os jogos em ultradefinição:

SONY DSC

E câmeras da fabricante (óbvio) que já filmam no formato 4K – incluindo uma câmera vestível (à direita):SONY DSC

Assim como variantes dos seus  tablets com tela 4K:

SONY DSC

Sony

A Sony falou muito em reprodução de conteúdo em 4K. Mas suas telas novas têm um design modernizado, mais fino e com alto-falantes nas laterais, em tamanhos grandes, gigantes e enormes. E já vêm com Netflix e YouTube em 4K, o que é mais legal (se sua banda larga aguentar, claro).

SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC

Samsung

O pato inflável gigante recepciona os visitantes da Samsung em sua massiva tela de 110”. Mas ele é só um pato inflável gigante em uma tela mais alta que eu.

SONY DSC SONY DSC

O que importa mesmo na Samsung é que, junto com a LG, apresentou telas dobráveis. Sim, dobráveis. A TV pode ser usada com a tela em modo plano, como qualquer outra TV convencional, e, com um clique no controle remoto, se move e dobra a tela até ficar com uma pequena curvatura, como as demais TVs curvas.

E pra que diabos eu quero uma TV que se mexe? O discurso é o mesmo para os fabricantes: uma tela curvada oferece uma experiência imersiva na tela de forma que a tela plana simples (e agora careta e ultrapassada) não consegue. Outro exemplo de imersão na vida real: telas de cinema são curvadas também.

Aqui, a TV “reta” – preste atenção na borda:

SONY DSC

E aqui curvada:

SONY DSC

Um vídeo para demonstrar melhor:

A Samsung também demonstrou seu protótipo de uma TV de 98″ 8K (ou QUHD). É tão nítida e perfeita a imagem que parece o mundo real.

SONY DSC SONY DSC SONY DSC

Pra não dizer que as TVs LED não têm destaque, a Samsung também mostrou um modelo do velho e bom LED… também com a tela curvada:SONY DSC

Finalmente, outro protótipo: 3D sem óculos (3D? alguém lembra disso?). Já vi algumas demos disso nas últimas CES, e essa é bem realista. Mas ainda dá dor de cabeça depois de um tempinho.

samsung gif 2

LG

Panasonic dobrou o dobrado, Sony investiu em conteúdo, Samsung continuou dobrando. A LG fez tudo isso e mais um pouco na CES 2014.

Começando com sua tela de 77″ flexível OLED 4K. Note que a LG usa o termo flexível (a Samsung diz dobrável mesmo). O conceito é o mesmo – plano para angular e vice-versa.

SONY DSC

SONY DSC

(essa TV flexível tinha uma fiscalização maior para tirar fotos na lateral/se movendo).

Pode ser de 65″ também, mas essa é apenas curvada, sem se mover:

SONY DSC

E que tal 105 polegadas (com a lotação, não consegui ângulo para caber a tela inteira).

SONY DSC

Detalhe: com a proporção 21:9 (de cinema), a LG diz que essa TV monstro é 5K (e não 4K), por conta de mais pixels na tela (=briga de detalhes, claro). E é linda:

SONY DSC SONY DSC

Detalhe da base, onde dá para ver bem a curvatura da tela:

SONY DSC

Finalmente, a LG apresentou sua TV baseada na plataforma do velho e bom WebOS (usado pela Palm e enterrado pela HP para retornar à vida agora). Segundo a fabricante, 70% das novas TVs vendidas por ela em 2014 já virão com WebOS integrado.

E o que muda? Uma interface mais limpa e muito mais fácil de usar e promessa de simplicidade.

SONY DSCSONY DSC SONY DSC SONY DSC

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Mario Nagano

    Essa corrida maluca pelas telas curvas me fazem lembrar dos primeiros monitores de tubo com tela plana que chegaram ao mercado no fim dos anos 1990 — como a série Flatron da LG — que era plana por dentro e por fora, enquanto que o modelo da Samsung era plano por fora e curvo por dentro, o que gerou uma bela briga de declarações e anúncios pagos na mídia ao ponto do gerente local da LG levar um tubo serrado pra nossa redação e desafiar a Samsung a fazer o mesmo.

    E se naquela época se dizia que a vantagem da tela plana era q sua imagem não tinha distorções esses mesmos fabricantes dizem agora que as telas curvas são “envolventes”.

    Sure, sure… Como esse mundo dá voltas!