ZTOP+ZUMO

CES 2013: o que vem por aí?

A 2013 International Consumer Electronics Show (ou apenas CES 2013) começa no próximo dia 8 em Las Vegas, e diversas tecnologias inovadoras – e um monte de tralhas no meio – estão por vir. A feira vai até dia 11 no meio do deserto.

Veja nossas previsões.

TV 4K é realidade

Em janeiro de 2012, alguns fabricantes trouxeram seus primeiros protótipos de TVs de ultradefinição (4K) para a CES. Em setembro, na IFA Berlim, elas se tornaram realidade (e tem até gente vendendo no Brasil, olha só), mas ainda em tamanhos gigantes (acima de 80 polegadas) e com preços mais que absurdos.

O que veremos na CES 2013: LG, Samsung, Sony e demais grandes fabricantes de televisores com ofertas novas de telas 4K em tamanhos menores (entre 40″ e 60″). Falta ainda, claro, o conteúdo para ver nessa definição. A Samsung, por sinal, promete um “novo design” no mundo das TVs com a foto abaixo.

Ultrabooks! Tablets! Smartphones!

Com o lançamento morno do Windows 8 em outubro, deu para perceber que (pelo menos no varejo brasileiro) o novo sistema da Microsoft não engrenou ainda. Muitos dos anúncios feitos na Computex 2012, no meio do ano, e na própria IFA Berlin, em setembro, nem chegaram (ou vieram em pequenas quantidades) ao Brasil. Agora, na CES, é hora de os fabricantes de hardware mostrarem novos ultrabooks/ultraportáteis (Samsung, Asus, Sony, LG) e tablets com Win8 (como a LG). A Lenovo deve apresentar seu novo ThinkPad X1 Carbon com tela touchscren e o conversível Twist.

Nos smartphones, a maioria dos fabricantes guarda suas novidades para o Mobile World Congress, no final de fevereiro em Barcelona. Mas em Vegas devemos ver novos aparelhos da Sony, da ZTE e da Huawei (provavelmente foblets).Nos tablets Android, uma aposta quase certa é a chegada de um modelo com processador Intel Atom (e tudo indica que vem pela Asus). Ah sim, Ubuntu para Telefones estará na CES também.

Falando em Intel, a turma de Santa Clara não deve fazer grandes anúncios na CES 2013 – um dos rumores é uma possível “Intel TV”, mas pelo visto ainda não é a hora certa para falar desse produto. O que eles devem começar a falar mais é sobre o processador Haswell  — o Core ix de quarta geração — que trará modificações profundas na plataforma PC, entre elas a chegada (já confirmada por nossas fontes) das primeiras placas-mãe para desktops com o processador Core ix soldado diretamente na placa-mãe e não mais soquetado o que deve atingir inicialmente as versões de entrada.

No segmento de mobilidade, o pessoal de Santa Clara deve apresentar o chamado Medfield+ uma versão atualizada de 22 nm da plataforma de SmartPhones anunciada na CES 2012. Nosso palpite é que numa dessas, a Intel pode até anunciar uma versão dual-core com HT do Medfield para aparelhos topo de linha.

Já a AMD vai apresentar suas novas APUs codinome Richland (séries A8, A10), Kabini (séries E1, E2, A4 e A6) e quatro tablets baseados na versão de ultra baixa voltagem Temash.

A  NVidia deve anunciar seu chip Tegra 4 para smartphones e tablets antes da CES, já na noite do dia 6.

E vale lembrar que a Qualcomm fará o keynote principal da CES, no lugar da Microsoft (que não participa mais do evento). Já falamos da importância da turma de San Diego por aqui, e eles estão fazendo de tudo para tornar sua marca de processadores para smartphones (Snapdragon) cada vez mais conhecida. Estar no principal holofote da CES ajuda.

Câmeras?

Nada demais vindo na CES: Samsung já anunciou um modelo (NX300) capaz de fazer filmes em 3D com uma lente única (isso é legal) e a Fuji deve mostrar algum novo modelo da sua linha de câmeras da série X e algumas novas Finepix. E só.

Tralhas em geral

CES é sinônimo de tralha: caixas de som, acessórios Bluetooth, capas para iPad, iPhone, Galaxy S III, prováveis capas que chutam o design de novos iPads, iPhones e Galaxies, robôs inúteis, fones de ouvido, pen drives e tudo mais que possa existir com a etiqueta Made in China. Nada que vai mudar o mundo, mas garante uma ou outra história divertida. Além das tralhas, agora a CES também é roteiro obrigatório de celebridades (!). E eu quero meus fones do Motorhead.

Rumor maluco do ano

Samsung vai “dar uma de Nike” e mudar seu logotipo e identidade visual.

E o ZTOP na CES?

Nagano e eu chegamos em Vegas na segunda, a tempo de pegar algumas coletivas de imprensa, e eu fico lá a semana toda até o final da feira.

Este ano nossa cobertura será menos voltada pro noticiário básico (=noticiário neurótico e maluco caça-pageviews) e mais profunda/analítica (e se der, vídeos também).

E viva as noites sem sono, a pizza obrigatória no almoço e jantar e a correria que só Las Vegas proporciona para estes escribas. Temos que lembrar sempre que a CES (assim como qualquer outro grande evento desse porte) é só mais uma feira, e não algo que muda a vida do consumidor em geral. Agora dá licença que preciso ir arrumar a mala.

Fiquem ligados!

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin