ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

CES 2009: Powermat recarrega gadgets na parede

sdc11075Scottie sempre conseguia direcionar o fluxo de energia plasmática da Enterprise com apenas alguns toques na parede, e carregar seus aparelhos simplesmente aproximando-os de superfícies próprias.

É com muita alegria que eu estou vivo para ver esta tecnologia virar realidade (neste caso, não o plasma). A Powermat irá lançar, no final deste ano, a primeira linha completa de sistemas de carregamento elétrico por indução eletromagnética, sem fio.

O sistema consiste de bases e receptores que, acoplados aos aparelhos e aproximados de uma superfície, geram corrente elétrica. E não pense que o sistema é limitado somente a bases externas não. Ele pode ser embutido em móveis, e até em paredes!

Assisti a uma demonstração impressionante onde uma parede comum estava habilitada com o sistema, e, ao encostar uma TV (!) a mesma se ligava, sem nenhum fio ou bateria. É claro que a TV possuía o sistema de condução embutido, mas, ei, isso é fantástico.

O Powermat pode gerar corrente elétrica para pequenos, médios e grandes aparelhos – o estande tinha até uma batedeira de 300W. Coisa de outro mundo. Gene Roddenberry deve estar batendo palmas de seu túmulo.

P.S.:  o crédito Nerd por lembrar da condução plasmática vai para o Rafael Rigues.

Nagano comenta: Essa idéia de transmitir energia por indução eletromagnética foi vislumbrada pela primeira vez por Nikola Tesla, um dos gênios científicos mais brilhantes, polêmicos e desconhecidos de nosso tempo devido às suas diferenças com alguns desafetos declarados como Thomas Edson. Se o Professor Pardal fosse uma pessoa real ele seria Tesla, já que ele contribuiu de um modo ou de outro para o desenvolvimento de grandes invenções como o controle remoto, o radar, a distribuição de energia com corrente alternada (para desgosto de Edson) ao mesmo tempo que se envolveu em coisas mais exóticas como ocultismo, OVNIs e até “raios da morte”.