CEATEC 2010: Kyocera mostra suas joias (literalmente) em um G-Shock

C

CEATEC 2010: Acessório geek por excelência, o relógio Casio G-Shock acima custa a bagatela de 577.500 ienes, mais ou menos uns R$ 11.608. E o que ele tem para custar tudo isso?

É que o anel vermelho que decora seu dial é feito de rubi recristalizado, uma  jóia sintética desenvolvida pela Kyocera que, para quem não sabe, é uma empresa líder na área de cerâmica avançada.

Esse produto foi anunciado em março desse ano, mas a novidade é que a empresa de Kyoto desenvolveu uma nova jóia sintética cuja aparência é semelhante à da opala.

A grande sacada é que a Kyocera consegue produizir essa gema em diversos tons e cores permitindo assim um impressionante número de opções para a aplicação desejada:

Como exemplo, estava sendo mostrado um outro relógio G-Shock básico de desenho bem mais simples, porém decorado com uma opala sintética:

Quando perguntamos sobre o preço, a porta-voz não tinha um valor mas disse que ele seria bem mais em conta que o rubi do outro modelo o que abre perspectivas em produtos mais “populares”. Isso pode incluir os próprios relógios da Casio, em especial no Japão, onde colecionar G-Shock é uma atividade tão popular quanto juntar Swatch no ocidente.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos