Gadget do dia: Relógio Casio Baby-G Kiki’s Delivery Service

G

Baseada no modelo BGD-501, essa edição especial e limitada comemora os 30 anos do adorado desenho animado de Hayao Miyazaki dos anos 1980.

Em 2019 se completam 30 anos do lançamento do desenho animado Majo no Takkyūbin (魔女の宅急便), mais conhecido no Brasil como Kiki’s Delivery Service ou o Serviço de Entregas da Kiki, o terceiro anime de longa metragem dirigido por Hayao Miyazaki para o Studio Ghibli depois de Meu Vizinho Totoro:

E para comemorar essa data, o Studio Ghibli em parceria com a Casio vai lançar no próximo dia 12 de abril no Japão uma edição especial do relógio G-Shock batizado de Baby-G Kiki’s Delivery Service:


Ele é baseado no modelo BGD-501, que pode ser considerado uma versão mais simples do clássico modelo DW-5600 e até por causa disso, suas especificações são relativamente modestas, ou seja…

… ele é resistente a água até uma profundidade de 200 metros, possui cinco alarmes, cronômetro progressivo e regressivo e hora mundial para 48 cidades em 29 zonas de tempo. Seu acabamento é de resina preta, sendo que a correia tem um detalhe na forma da cabeça do gato Jiji:

Sua tela possui um recurso de retroiluminação que, ao ser acionado aparece a palavra “Gutiokipanja” que é o nome da padaria onde Kiki se empregou até montar seu serviço de entregas.

Reza a lenda que esse nome é uma referência ao jogo de Jan-ken-pôn que no Japão também é conhecido como jogo de guchokipa onde a pedra (Gu) é mais forte que a Tesoura (Choki) que por sua vez é mais forte que o Papel (Pa):

panya é “padaria” no Japão no sentido mais exato da palavra, já que pan em japonês é pão e ya seria o equivalente ao nosso ria — ou seja — seria uma terminação que indicaria uma loja ou comércio como em sapataria, sorveteria, hamburgueria, yakissoberia etc.).

Assim, guchoki(pa) + panya = Guchokipanya que, no filme, foi europeizado para Gutiokipanja. 

O curiso é que essa representação do guchiokipa aparece na face desse relógio logo abaixo da indicação de horas. ?

Fora o tamanho menor, outra característica comum nesse modelo é que ele vem com uma espécie de gaiola de arame de aço (removível) que ajuda a proteger o vidro do seu visor contra batidas e riscos, o que faz sentido já que o Baby-G também era voltado para o público infantil.

Esse produto é uma série limitada que pode ser encomendado até o próximo dia 8 de abril de 2019 até as 12:00 sendo que a previsão é que as venda em loja terá início no dia 12 de abril apenas na rede de lojas oficiais do Ghibli conhecidas como Donguri pela bagatela de 15.800 ienes (R$ 550) + impostos:

Mais informações aqui.

Trivia

Ao contrário do Meu Vizinho Totoro, Majo no Takkyūbin é baseado no primeiro volume de uma série de livros infantis escritos por Eiko Kadono  com ilustrações de Akiko Hayashi:

Um detalhe muito citado na sua biografia é que em 1960 com 25 anos de idade, Kadono emigrou para o Brasil onde viveu por dois anos e, baseado nessas experiências, ela escreveu na década de 1970 um livro chamado
Ruijinnyo shonen, Burajiru o tazunete (Brasil e Meu Amigo Luizinho) que foi relançado no ano passado para comemorar sua conquista do Prêmio Hans Christian Andersen.

Já outra história ligada ao livro da Kiki é que Takkiyubin (宅急便) é o nome de um serviço de entrega de pacotes porta-a-porta no Japão cuja fama é tão grande que virou meio que sinônimo desse serviço, ou seja, se Kadono ainda morasse no Brasil, essa obra poderia se chamar “O Sedex da bruxinha” ?

Reza a lenda que a empresa não gostou muito dessa “homenagem” por não ter autorizado o uso do seu nome no livro, mas apesar disso ela ajudou a financiar o filme de Miyazaki porque acharam que seria uma boa publicidade.

De fato, alguns até dizem que o personagem Jiji seria uma tremenda puxada de saco referência ao mascote da empresa que também é um gato preto que carrega um filhote.

Até onde saiba esses livros nunca foram publicados no Brasil (boo!), mas o primeiro volume foi publicado em inglês pela editora canadense Annick Press cuja capa não tem o charme do original japonês…

… incluindo a nova versão da Kadokawa Bunko:

Ah sim… E em junho de 2017 a Nissin do Japão criou uma campanha batizada Hungry Days para o Cup Noodle formada por três (depois quatro) comerciais de 30 segundos, sendo que um deles é estrelado por uma versão “teen” de Kiki aos 17 anos:

Wai-wai!

Veja também

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos