Asus analisa o mercado de notebooks e mostra modelos para 2015

A

Com previsão de chegada a partir do segundo semestre deste ano, a nova linha de portáteis da Asus já virá com o novo processador Intel Core ix de quinta geração e suporte para Windows 10.

No fim do mês passado, a Intel Brasil promoveu a chegada da quinta geração de processadores Intel Core ix (codinome “Broadwell”) e entre as várias empresas locais que apresentaram seus novos produtos já baseados nesse chip para a festa, notamos duas grandes ausências: Samsung (que estranhamente escondeu seus modelos da imprensa na manhã, mas apresentou-os para os parceiros comerciais e varejistas num segundo evento no mesmo dia à noite) e Asus que não deu o ar da graça nem de manhã, nem à noite! 😛

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Segundo o que já ouvimos por ai, a ausência da Samsung vem do fato dela ainda não ter decidido lançar um notebook com Broadwell no Brasil, principalmente depois do seu anuncio de que iria parar de vender notebooks na Europa e, daí esconder seus notes dos jornalistas. Mas ela também não perdeu a oportunidade de mostrá-los para o mercado (entenda-se parceiros comerciais e varejistas) e afirmar que sim, temos um notebook com Broadwell.

Henrique comenta: Samsung deve mostrar seus notebooks com Broadwell nos próximos quinze dias 😛

E faz sentido produzir um equipamento apenas para o Brasil? — Sim, porque ao contrário do europeu, o nosso mercado ainda não é considerado “maduro” (entenda-se “saturado”) e ainda existe muito potencial de crescimento (mais sobre isso embaixo).

E onde fica a Asus nessa história? — Para mim a ficha caiu dias depois do evento da Intel, quando lembrei do convite de Asus para participar do seu evento marítimo intitulado “Asus on Board” onde se sabia que eles iriam fazer diversos anúncios para nosso mercado, de modo que “porque eu iria mostrar os meus novos brinquedos na festinha dos outros antes da minha própria festinha?

Sim, faz sentido. 🙂

Então foi assim que embarcamos num cruzeiro de fim de semana para falar sobre o mercado de mobile e PCs, sendo que no primeiro dia Marcel Campos, diretor de marketing da Asus (e chapa deste ZTOP) falou sobre o lançamento do Zenfone 2 e alguns acessórios interessantes.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Já o segundo dia foi mais voltado ao mercado de PCs, sendo que quem assumiu o timão microfone foi Jorge Moncau — um velho conhecido nosso e chapa deste ZTOP desde a época da Lenovo — e atual gerente de produtos da Asus que fez uma interessantíssima apresentação sobre a atual situação do mercado e como isso influenciou sua estratégia de produtos para este ano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No geral, Moncau disse que depois de sair de uma eleição disputada onde a proposta do candidato vencedor era de continuidade e “business as usual”, com a virada do ano e o velho governo assumindo um novo mandato, mudanças foram feitas na economia e o País meio que caiu na real com perspectivas de um ano bem difícil para diversos segmentos do mercado, incluindo o de PCs…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… já que como o um notebook é fabricado com 95% de componentes importados e com o dólar acima dos R$ 3 (com previsões de poder chegar nos R$ 4!), o executivo afirma que existe uma expectativa de que a faixa de preços dos PCs sejam reposicionados em mais de 20% — e não apenas pela Asus.

Com relação ao mercado local de notebooks como um todo, segundo informações do ITData, a Positivo voltou a ser líder do mercado graças ao vácuo deixado pela CCE (depois de ser comprada pela Lenovo) e seu foco no segmento de entrada (= notebooks baratos).

Porém, a grande surpresa de 2014 foi o crescimento de 35% da Dell que entrou agressivamente no segmento de configurações intermediárias e, o mais curioso, ela vendeu mais para o consumidor final pelo varejo (ou Retail) onde podemos ver que a venda nessa modalidade passou de 40% das vendas totais para 66%. Moncau comentou que a estratégia da Dell foi muito bem sucedida graças à uma operação de hedge cambial que permitiu que o pessoal de Round Rock trabalhasse com um dólar mais em conta que seus concorrentes.

Já a Acer obteve ganhos expressivos de volume de vendas de sistemas acima de R$ 1.500 graças a uma grande negociação com o Grupo Casino (= Casas Bahia, Ponto-Frio, Grupo Pão de Açúcar, Extra). A Samsung, por sua vez, ficou onde estava com 55% de seu faturamento em notes vindos de sistemas intermediárias e High-End.

Já a HP mudou sua estratégia abrindo mão do market-share para em favor da rentabilidade. De fato, até já ouvimos uma história de que a HP licenciou a marca Compaq (que era usada em sistemas de entrada/baixo custo) para outra empresa local que irá vender seus sistemas com essa marca, a exemplo do que a Philips fez com sua linha de TVs e Monitores hoje fabricada pela AOC.

E apesar de agressiva nos modelos de entrada com Core i3 na faixa dos R$ 1.499, a Lenovo passou o ano passado mais focada em reestruturar e recuperar a sua imagem.

Resumindo: A Dell e a Asus cresceram no mercado por meio do aumento de cobertura de lojas e produtos, a Acer ganhou mercado graças a sua negociação com o Grupo Casino, a Positivo ficou na mesma e a Lenovo/CCE perdeu mercado apesar de terem bons resultados nas campanhas de Black Friday e no Natal. Já a HP mudou sua estratégia focando mais em rentabilidade do que em ganhar mercado.

Finalmente, Moncau apresentou as previsões do crescimento do mercado de PCs para 2015 que, segundo as análises, deve diminuir em 16% se comparado com ano anterior.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Isso significa que o mercado de PCs segue o mesmo caminho do pássaro Dodô? Segundo Moncau, a resposta é não. Já que as pesquisas mostram que apesar de todo o oba-oba em cima dos smartphones e tablets, a penetração de PCs no Brasil é de apenas 49,5%, ou seja, o nosso mercado ainda tem a capacidade de comprar muitos PCs ao contrário de mercados maduros.

Baseado em tudo isso, o executivo afirmou que depois de todas essas reviravoltas, a Asus decidiu reformular e racionalizar a sua linha de portáteis ao mesmo tempo que segurou alguns lançamentos previstos para este ano, em especial no segmento de desktops e All-in-Ones. Quando questionamos se a Asus entraria no segmento de desktops de linha/mainstream, ele deixou claro que seus modelos serão apenas topo-de-linha, em especial modelos para gamers (esse papo de All-in-Ones é uma velha promessa da Asus, vale lembrar)

Para falar especificamente sobre os lançamentos deste ano, a Asus chamou Adriano Barros gerente de produtos (e outro chapa deste ZTOP) que detalhou cada modelo enquanto que Moncau mostrava alguns dos produto de fato, já que outros não chegaram a tempo para o evento.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Segundo Barros, com a chegada desses novos modelos a sua empresa também está reformulando a sua estratégia de nomes, de modo que a linha de entrada será conhecida como linha “Z”. Assim os primeiros serão o Z450LA (embaixo) e Z4550MA …

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

…que são essencialmente o mesmo modelo porém equipados com telas de 14″ e 15″ respectivamente e ainda vêm com gravador de DVD embutido (uia!)

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Internamente, o Z450LA terá duas opções de processador — Intel Core i3-4005U de 1,7 GHz (Haswell) ou Core i5-5200U de 2,2~2,7 GHz (Broadwell) — e pode vir com 4 GB ou 8 GB de RAM.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Já o Z550MA terá uma configuração mais simples, equipada com processador Celeron N2940 de 2,25 GHz e só com 4 GB de RAM.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Para aqueles que preferem algo mais substancioso, a Asus anuncia a nova série X na forma do modelo X555LB equipado com uma tela LCD de 15″ com resolução HD (1.366 x 769 pixels), opção de processador Intel Core i7 5500U de 2,4~2,7 GHz ou Core i5-5200U de 2,2~2,7 GHz, 6 GB de RAM e aceleradora gráfica GeForce 940M com 2 GB de vídeo dedicado:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O curioso é que esse portátil também estará disponível numa versão mais “premium” na forma do modelo K555LB “Metal” equipado com tela de 15 polegadas Full HD de 1.920 x 1080 pixels (contra 1.336 x 769 pixels da versão de linha), processador Core i7 5500U de 2,4~3,0 GHz, 8 GB de RAM e aceleradora gráfica GeForce 940M com 2 GB de vídeo dedicado…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… e é claro, um gabinete com acabamento em metal:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Outra novidade para 2015 é que a Asus terá um notebook com tela grande — o X751LJ —  equipada com tela LCD de 17″ de 1.366 x 768 pixels (boo!), processador Core i5-5200U de 2,2~2,7 GHz ou Core i7 5500U de 2,4~3,0 GHz, aceleradora gráfica Nvidia GeForce 920M e opções de 6GB e 8 GB de RAM.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Segundo Moncau, a estratégia deste produto é de bater de frente com os modelos com tela de 15″ apresentando-se com uma opção de melhor desempenho e tela maior para aqueles mais em trocar seus desktops por um portátil. Ele observa porém, que o X751LJ não é uma máquina gamer como a série ROG.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Já no segmento de Ultrabooks, a Asus apresenta o Zenbook UX305FA — um elegante modelo com apenas 1,23 cm de espessura e 1,2 kg de peso, tela de 13,3″ Full HD e gabinete com acabamento preto metálico cujo tom foi inspirado na pedra obsidiana.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Internamente ele vem equipado com processador Core M 5Y10 de 2,0 GHz, 8 GB de RAM, SSD de 128 GB…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… e bateria de íon-polímero com autonomia estimada em 8,5 horas:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Finalmente no segmento de 2-em-1 a Asus apresentou o Transformer T300 Chi, um impressionante portátil também equipado com um processador Intel Core M 5Y10 de 2,0 GHz, 8 GB de RAM…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… e uma impressionante tela de 12,5″ com resolução WQHD de 2.560 x 1.440 pontos (ou 235 dpi) protegido por uma camada de Gorilla Glass:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Interessante notar que o T300 encaixa-se na sua base por meio de um engate magnético o que torna o seu uso mais fácil e dinâmico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Ele ainda conta com bateria de lítio-polímero com autonomia estimada em 8 horas de uso e o tablet pesa 720 gramas e sua base/teclado mais 720 gramas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No geral, pudemos notar que a linha 2015 de notebooks da Asus mantém-se atual graças à adoção da plataforma Broadwell mas ao mesmo tempo notamos que suas linhas de entrada/mainstream não incorporam certos recursos como tela touchscreen (note que nem o UX305FA conta com isso).

Fora isso, a Asus anunciou que todos esses produtos devem chegar ao mercado só no segundo semestre deste ano e não informaram nem a data ou o preço sugerido para o consumidor final. Mas com o dólar oscilando do jeito que está já explica a questão do preço.

Já com relação à data de lançamento, se observarmos as tabelas de características de todos os modelos, todos já vem (ou virão) com Windows 10 pré-instalado, o que nos dá uma boa pista de quando eles chegarão ao mercado (a AMD diz que a data, não confirmada pela Microsoft, é final de julho)

E quem sabe, dessa vez, eles até aparecem na festinha da Microsoft né?

 Disclaimer: ZTOP embarcou no Splendour of the Seas (na sua última viagem no Brasil antes de voltar pra Europa e seguir para uma temporada em Dubai) a convite da Asus Brasil. As fotos legais e opiniões bacanas são nossas.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos