Apple TV: 5 minutos com o novo software (5.0)

A

Estava eu pensando em maldades quando descobri que meu set-top box da TV a cabo quebrou. Então, resolvi ligar meu Apple TV (segunda geração, capaz de lidar com vídeo 720p) e ver se tinha alguma atualização. E tinha!

>>> Review: Apple TV (segunda geração)
>>> Curta o ZTOP no Facebook  

O processo todo demorou menos de cinco minutos – três para baixar a atualização e mais dois para instalar e reiniciar o gadget. Quando voltou ao ar, já estava com a nova interface anunciada hoje pela Apple (além do novo hardware que roda vídeo 1080p) junto com o novo iPad. E esta é a cara do Apple TV agora: mais organizada que a anterior – pelo menos na tela inicial. Todos os itens continuam lá, agora na forma de ícones.

Ao navegar com o controle remoto para a parte inferior da tela, isso é o que aparece:

Na parte de dentro, praticamente a mesma coisa:  no topo, os destaques da categoria, seguidos pelas listas.

O mesmo para páginas de cada item:

No “sobre” do produto, as informações sobre a nova versão de software, agora na 5.0.

Mais opções para os controles remotos, incluindo de iPhones/iPad:

E (para mim isso é novo) a opção de dar um nome ao seu Apple TV, caso tenha mais de um pela casa:

Assim como a possibilidade de assinar o serviço da Netflix direto do Apple TV (antes, precisava do computador), incluindo a oferta de um mês grátis.

Em tempo: eu, que tenho o Apple TV (pelas telas acima, veja que é O Apple TV, não A Apple TV) desde janeiro, não fico com um produto desatualizado. Minha TV é das antigas (720p apenas) e, pelo que vi nas especificações técnicas, a grande diferença para a nova versão é o processador (A4 para A5) e lidar com vídeo em alta definição (1080p) – o que pra mim não vai fazer falta. A atualização, no fim das contas, é mais cosmética – de qualquer modo, bastante agradável.

 

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

Disclaimer: o ZTOP+ZUMO tem links de afiliados com a Amazon e pode ser
remunerado caso você clique em links neste artigo e compre algo.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos