ZTOP+ZUMO

Apple: iMac cria a categoria do “ultradesktop”

Com 5 milímetros de espessura, o novo iMac anunciado hoje pela Apple (naquele evento que teve o iPad mini também) inaugura a categoria dos ultradesktops. Ultra o quê?

Explico: em 2008, quando a Apple lançou o Macbook Air, ela criou uma nova categoria de notebook fino, leve e com tecnologia alienígena para tudo isso se transformar em uma peça única.

Em 2011, a Intel resolveu criar uma nova categoria de notebook para seus parceiros de hardware, chamada de Ultrabook. Eram notebooks finos, leves e com tecnologia alienígena para se transformar em uma peça única. Nem Apple nem Intel dizem que fizeram o Macbook Air juntos, nem que ultrabook é baseado no Air. Mas basta olhar para as máquinas e pensar alguma coisa diferente.

O mesmo vale agora para o novo iMac. Desktops, queiram ou não queiram a Apple, a Intel ou a Microsoft (ou qualquer outro grande OEM), estão morrendo aos poucos. Ou melhor: vão cair enquanto os notebooks crescem e crescem (e tablets e smartphones). Mas o novo iMac, ao menos, me parece trazer a tecnologia alienígena do Macbook Air para o mundo do desktop.

Então, daqui alguns anos, quando a Intel ou algum OEM vier com o termo “ultradesktop” (ou qualquer variante com ultra), lembre-se do ZTOP 🙂

Mais sobre o novo iMac no Gizmodo, fotos do evento da Apple nos irmãozinhos do Terra e um hands-on com fotos no The Verge.

Nagano comenta: Um All in one com 5 mm de espessura é de fato uma grande de engenharia apesar de não achar que eles usaram algo recuperado de algum disco voador que caiu em Roswell. Mas cá entre nós, eu fico imaginando o que essa redução de espessura vai fazer na vida das pessoas já que, até onde eu saiba, as pessoas costumam trabalhar olhando para a frente do computador e não para o lado. 😛

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin