ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

App do dia: Itsdagram (Instagram para WP8)

Nem Nokia, nem Microsoft, nem Facebook. Aplausos pro desenvolvedor Daniel Gary, que aproveitou a oportunidade ignorada pelos três anteriormente citados e fez um cliente nativo de Instagram para Windows Phone 8.

Em 2011, antes do lançamento do WP7 no Brasil, um figurão da Microsoft me perguntou o que não poderia faltar no ecossistema novo. Minha resposta foi tirar o iPhone do bolso e mostrar o Instagram, na época exclusivo do iOS.

Em todo review de aparelho com Windows Phone aqui no ZTOP cito isso também. É um dos pilares das redes sociais modernas e atuais (basicamente, algo sem drama entre o povo que eu sigo, o que vale bastante a pena). De que adianta ter uma das melhores câmeras do mercado em smartphones (Lumia 920) e ter que mandar a foto por e-mail pro iPad para poder compartilhar?

E o Itsdagram, bem, quebra um galho resolvendo a coisa (o Instacam só permite ver as fotos do Instagram, mas não permite upload de fotos)

O desenvolvedor, espertinho, criou duas versões, uma gratuita com anúncios e uma paga (R$ 2,99). Usei a gratuita no Lumia 920 e, bem, sem problemas até o momento – e só funciona no Windows Phone 8.

O Itsdagram az tudo que o Instagram faz e quebra um bom galho (upload, like, filtros, imagens populares etc) até Nokia, Microsoft ou Facebook criarem vergonha na cara e lançarem uma versão oficial com os filtros corretos (o vindouro app Hipstamatic Oggl, promovido pela Nokia no novo Lumia 925, promete fazer algo parecido publicando também fotos no Instagram, mas ainda não está disponível).

Vale notar que Facebook em sua versão Beta e os novos apps de Twitter e Foursquare já estão iguais ou melhores aos seus pares para Android ou iOS. A próxima fronteira? Aplicativos locais de táxi (99 Táxis, estou falando com você).

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin