ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Gadget do dia: Fone “despertador” de ouvido NMR10 da King Jim

Dispositivo incorpora “vibradores” nos seus auriculares, permitindo assim enviar alarmes silenciosos diretamente para a cabeça do usuário.

A fabricante de material de papelaria (e outras engenhocas) favorita deste Ztop — a King Jim — anunciou nesta semana o Fone-alarme (めざましイヤホン) NMR10 um curioso fone ouvido capaz de emitir alertas vibratórios para o usuário em horários pré-determinados, como se fosse um tipo de despertador de ouvido.

King Jim Alarm earphone overall

O que a primeira vista pode parecer uma idéia de jerico é na realidade um curioso exemplo de algo criado para atender a uma demanda muito particular do modo de vida dos japoneses e até de outros povos que prezam a discrição e a pontualidade — valores por sinal não muito valorizados por aqui, diga-se de passagem. :-/

Segundo a fabricante, o NMR10 foi criado para ajudar àqueles trabalhadores e estudantes que utilizam diariamente o transporte público (ou mais exatamente trens) que, de tanto trabalhar ou estudar vivem tão cansados ao ponto de cultivar o estranho hábito de cochilar tanto na estação quanto dentro dos vagões. E até por causa disso, muitos se arriscam a perder o embarque ou até mesmo passam da sua estação, o que é “um atraso de vida” no sentido mais literal da frase.

King Jim Alarm earphone sem

Uma possível solução poderia ser o uso da função de alarme dos smartphones, mas neste caso corre-se o risco de não ouvir o dito cujo porque o som do aparelho estava muito abafado no fundo do bolso ou da bolsa (e estar dormindo não ajuda muito nessa hora). Caso o usuário opte por aumentar demais o volume, corre-se o risco de incomodar (o sono?) as pessoas ao seu redor e ser literalmente fulminado pelo seus olhares de desaprovação.

Problema né?

Assim, a grande sacada do NMR10 é que cada um dos seus fones de ouvido vem equipado com um micro-motor do mesmo tipo usado nos sistemas de vibra call dos smartphones…

King Jim Alarm earphone recursos

… o que permite que seu módulo despertador envie um alerta vibratório (em três intensidades diferentes) direto nos ouvidos do usuário de maneira silenciosa e bastante discreta. E como o sistema ferroviário japonês é notório pela sua pontualidade, é tecnicamente possível programar o fone para alertar o usuário alguns minutos (ou segundos) antes do trem chegar no ponto de partida e/ou parar na sua estação destino.

King Jim Alarm earphone com

Esta solução também pode ser usada em ambientes onde é pedido/exigido silêncio por parte do público — como em bibliotecas, teatros e cinemas — ou até mesmo no trabalho, onde o funcionário deseja ser alertado de um compromisso sem chamar a atenção dos colegas do lado.

O módulo de alarme do NMR10 mede aproximadamente 10,6 x 2,0 x 3,0 cm, pesa 50 gramas (sem a bateria) e o cabo do fone de ouvido (tipo Y) tem ~1,1 m de comprimento. Seu relógio despertador é alimentado por uma pilha AAA (alcalina ou recarregável) que funciona de dois jeitos: No modo “alarme” em que o mesmo dispara o sinal vibratório num horário pré determinado ou no modo “timer” onde o sinal é programado para funcionar “daqui a um determinado tempo”.

Ele também possui um formato de carretel, o que facilita guardar o fone quando este não estiver em uso.

King Jim Alarm transporte

O curioso é que, no seu modo padrão, o NMR10 não reproduz sons. Isso porque o módulo de alarme não incorpora a função de rádio nem de player de arquivos de música.

Para compensar isso, ele vem com um cabo de som a parte, que permite ligá-lo num smartphone ou player de música, funcionando assim como um fone de ouvido totalmente funcional e sem perder a função de vibra call. Segundo a empresa, esses fones são do tipo dinâmico com nível de pressão sonora de 94 dB / mW, impedância de 19 Ω e faixa de frequência de 20 ~ 20,000Hz.

A previsão é que ele chegue ao mercado japonês no próximo dia 22 de abril pelo preço sugerido de 6 mil ienes (~R$ 197) + impostos.

Mais informações aqui.

Ainda em tempo:

Essa idéia de um “personal despertator” não é bem novidade, já que ela foi explorada pela fabricante de bugigangas com porta USB favorita deste Ztop — a Thanko — que em 2011 colocou no mercado um produto semelhante, só que ele transmitia alarmes sonoros e não vibratórios.

ear_alarm

Legal, né?

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.