ZTOP+ZUMO

Que tal uma fonte que economiza tinta?

Na onda da computação verde, a agência de comunicação SPRANQ da Holanda desenvolveu uma fonte de caracteres TrueType ecologicamente correta: o Spranq Eco Sans — ou apenas Ecofont — que, segundo seus criadores, pode economizar até 20% de tinta numa impressão.

Baseada no Vera Sans (uma fonte open source) a grande sacada da Ecofont é que seus caracteres são vazados com pequenos furos que, na hora de imprimir, diminui a área de cobertura de tinta.

Por estar meio desconfiado desta idéia, fiz alguns testes de impressão e, se comparado com os modos de economia de tinta/toner das impressoras, notei que ela preserva o contorno dos caracteres, o que ajuda muito na sua leitura, mesmo com o uso de fontes pequenas (tamanho 8). Outra vantagem dessa solução é que o “modo de economia” fica no documento e não na impressora (que pode ser desativada a qualquer momento):

Obviamente, quanto maior as letras maiores os furos o que pode comprometer a sua estética. Fora isso, o uso de efeitos como negrito tendem a diminuir o tamanho dos furos, aumentando o consumo de tinta. Curiosamente essa fonte funciona melhor na impressora do que no PC, já que os pontos brancos tendem a pixelizar os caracteres na tela (vide o exemplo no início desse post).

A Ecofont é compatível com PC e Mac e funciona bem com aplicativos como OpenOffice e MS Office 2007. Recomenda-se o uso de uma impressora laser para obter os melhores resultados.

Ela pode ser baixada gratuitamente no site da iniciativa e usada livremente.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • A.Kalaf 21/12/2008, 21:38

    Olá amigos internautas. Boa noite
    Acabaram de descobrir o óbvio. Quer economizar tinta? Use fonte mais clara em vez de negrito. Em suas telas de fundo use de preferência traços e não chapados. Esses são os campeões de gasto de tinta. Quanto a fonte “descoberta” é claro que economiza pois, os furinhos deixam a fonte mais clara e consequentemente consumindo menos tinta. Agora se vc quer mesmo economizar, desligue a impressora. usou, gastou.

  • Alex 21/12/2008, 22:10

    É cada uma que inventam……prefiro usar o modo economico da impressora! Ou usar tons de cinza!

    abç

  • Bruno 21/12/2008, 23:44

    muito estranho … pelos testes, ela é mais larga que a Arial (sans serif) – gastando mais papel com a Efocont se utilizar o mesmo tamanho, e não tem versão serif.

    parece ser uma boa estratégia de marketing 🙂

    vejam 2 sites que testam a eficácia:

    http://farlukar.110mb.com/stuff.php (Why you shouldn’t use ecofont)
    http://www.treehugger.com/files/2008/12/ecofont-takes-the-swiss-cheese-approach-to-ink-savings.php

  • Rafael da Luz 22/12/2008, 09:49

    O Problema é esse ai !! tem que usar a cabeça na hora de usar a fonte.

    Se usada não artisticamente e sim na impressão de grandes textos (pagina cheia) ele acaba gastando mais folhas, é bem pouquinho, porém já estão criticando os Holandeses como uma jogada de marketing. !!

    A minha opinião:

    Tudo que podermos fazer com relação a Reduzir, Reutilizar e Reciclar, está valendo !!
    E é pra isso que raciocinamos, para Encontrar um viver Sustentável.

    Vamos buscar novas soluções diariamente!

  • Gabriel Sperandio 23/12/2008, 00:12

    Pode-se falar em economia se ela se encaixar no layout e, ao invés de usar uma outra com a mesma largura usá-la. Pelo visto, não serve para documentos com mais de duas páginas (podendo eventualmente economizar a segunda folha com uma fonte mais estreita.)

    PS: poderia ter números old style… Acho que aqueles 0, 1 e 2 baixinhos economizaria tinta…

  • Jorge 25/12/2008, 14:14

    Em questão de economia de traço a “Courier New” não seria a melhor escolha?