ZTOP+ZUMO

adizero f50 + miCoach: chuteira da Adidas rastreia o jogador

A Adidas anuncia hoje o lançamento no mercado brasileiro da chuteira adizero F50 com o dispositivo miCoach Speed Cell, que permite analisar os dados do jogador após um treino ou partida, com sincronia de dados sem fios com o computador ou tablet.

A única diferença da chuteira para um modelo convencional é uma cavidade na sua sola, onde vai o sensor de velocidade miCoach Speed Cell, que mede variáveis como: velocidade, velocidade média (registrada a cada segundo), velocidade máxima (registrada a cada cinco segundos), número de sprints (piques), distância, distância por níveis de velocidade, passos e tempo. A chuteira pesa 165 gramas e o sensor, 8 gramas.

Todos os dados, que ficam armazenados no dispositivo por até oito horas, vão para o computador (PC ou Mac por USB ou iPad/iPhone/iPod touch com um conector 30 pinos) sem usar fios e podem ser compartilhados no Facebook também. O Speed Cell usa um acelerômetro para gravar os movimentos em 360 graus.

A Adidas planeja lançar uma versão do adaptador e do software para a plataforma Android até fevereiro de 2012 e novas versões do tênis para outros esportes também em 2012.

Os dados gerados podem ser enviados também para um site da Adidas, o micoach.com, onde o jogador consegue comparar seu desempenho com outros jogadores (incluindo profissionais, como Leonel Messi, um dos garotos-propaganda da marca). Em janeiro, o serviço online permitirá criar avatares para seu usuário na rede.

Segundo a fabricante, a chuteira começa a ser vendida em 1 de dezembro no Brasil nas cores high energy/eletricity/white e pretoblack/warning/eletricity pelo preço sugerido de R$ 799,90. O dispositivo miCoach Speed Cell (com o sensor e software) será vendido separadamente pelo preço sugerido de R$ 299,90.

Galeria de fotos:

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • @LeandroZart 23/11/2011, 12:24

    pq todo o tenis/ chuteira bom tem que ser feio ou ter cores muito extravagantes, embora o conceito de bonito seja muito subjetivo não tem como dizer q isso é bonito… :p

    • henriquem 23/11/2011, 12:26

      se apagar a luz serve de lanterna 😛

      • Adrianodl 23/11/2011, 13:43

        Assim você evita aquele baita tropição no pé da cama.

    • mnagano 23/11/2011, 15:45

      Urra meu, o que adianta ter um tênis desses (caro pra dedéu) se vc não pode exibí-lo pra galera.

      Mas pensando bem… o pessoal ainda rouba tênis na rua?

      • @LeandroZart 23/11/2011, 16:10

        dá para colocar no telhado de casa, ou na janela, garanto q dá pra ver a uns 100 metros de distância…

        • mnagano 23/11/2011, 19:17

          De fato, a gente também pode pendurar ele na antena do carro para achá-lo no estacionamento do Shopping

  • dflopes 23/11/2011, 14:31

    hummm,

    – rastreia o jogador na balada?

    – acorda o jogador para os treinos?

    – rastreia o jogador para saber que ele leva 3h entre acordar e chegar ao treino, dizendo que passou mal e foi ao hospital?

    Pelo menos faz ele jogar melhor? Pois com um “kit cyalume” desses, o futebol tem que aparecer mais do que as chuteiras!!!

  • hugo 22/02/2012, 07:26

    exellente produto :p