A Samsung que não é a Samsung

A

A Samsung não é a Samsung. Explico: a Samsung que todos nós conhecemos faz TVs, monitores, DVDs, celulares, discos rí­gidos e drives ópticos. Só que existe uma Samsung -também subsidiária da matriz coreana, mas com outra direção e estrutura corporativa – pouco conhecida, que faz… câmeras digitais, carros, material bélico e outros brinquedos hi-tech. E agora, oficialmente, essa nova “Samsung”, chamada Samsung Techwin, chega ao Brasil. Na teoria, ela já existia havia alguns anos, com executivos “escorregadios” e uma gerência de produtos que fugia de testes de produtos como o diabo foge da cruz.

Bem, aparentemente as coisas mudaram. A Samsung Techwin abriu uma fábrica no Brasil e não avisou ninguém – os primeiros contatos com a imprensa estão sendo feitos na PhotoImageBrazil 2006, em SP. A unidade de Varginha (MG) começou a produzir câmeras digitais e MP3 players faz pouquí­ssimo tempo. A companhia investiu US$ 5 milhões na construção da fábrica e já emprega 150 funcionários na região.

Já estão em linha dois modelos básicos de câmeras Samsung, as Digimax S500 e S600, com resolução, respectivamente, de 5.1 e 6 megapixels. O modelo S800, de 8 megapixels, começa a ser fabricado em breve.

O mais curioso: além das câmeras digitais, a Samsung Techwin de Varginha produz MP3 players com as marcas MPIO e iRiver (que, curiosamente, são concorrentes da “outra” Samsung nesse mercado). Demais modelos de câmeras (são 10, no total) e tocadores de música são, por enquanto, importados.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos