ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

A Samsung que não é a Samsung

A Samsung não é a Samsung. Explico: a Samsung que todos nós conhecemos faz TVs, monitores, DVDs, celulares, discos rí­gidos e drives ópticos. Só que existe uma Samsung -também subsidiária da matriz coreana, mas com outra direção e estrutura corporativa – pouco conhecida, que faz… câmeras digitais, carros, material bélico e outros brinquedos hi-tech. E agora, oficialmente, essa nova “Samsung”, chamada Samsung Techwin, chega ao Brasil. Na teoria, ela já existia havia alguns anos, com executivos “escorregadios” e uma gerência de produtos que fugia de testes de produtos como o diabo foge da cruz.

Bem, aparentemente as coisas mudaram. A Samsung Techwin abriu uma fábrica no Brasil e não avisou ninguém – os primeiros contatos com a imprensa estão sendo feitos na PhotoImageBrazil 2006, em SP. A unidade de Varginha (MG) começou a produzir câmeras digitais e MP3 players faz pouquí­ssimo tempo. A companhia investiu US$ 5 milhões na construção da fábrica e já emprega 150 funcionários na região.

Já estão em linha dois modelos básicos de câmeras Samsung, as Digimax S500 e S600, com resolução, respectivamente, de 5.1 e 6 megapixels. O modelo S800, de 8 megapixels, começa a ser fabricado em breve.

O mais curioso: além das câmeras digitais, a Samsung Techwin de Varginha produz MP3 players com as marcas MPIO e iRiver (que, curiosamente, são concorrentes da “outra” Samsung nesse mercado). Demais modelos de câmeras (são 10, no total) e tocadores de música são, por enquanto, importados.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Varginha???? Isso é alguma figura de linguagem sua, os executivos estão trabalhando o local como proposta de mkt interplanetário, gostam de uma piada ou é pura falta de bom senso???
    abs
    felicidades na nova casa/link do seu blog

  • henrique.martin

    Giba, é Varginha mesmo. O catálogo deles tem até artigo do prefeito da cidade, que criou uma “rota tecnológica” na região…

  • Lúcio Oliveira

    Ao mal informado amigo Gilberto Pavoni Jr.—->Varginha, localizada na região sul do Estado de Minas Gerais, equidistante de São Paulo, Rio De Janeiro e Belo Horizonte; cidade-polo de porte médio tal como Poços De Caldas, Pouso Alegre, etc…Além da unidade “Samsung” de cameras digitais e mp3players (em breve monitores lcd), conta também com uma unidade da Wallita (Divisão Phillips de eletrodomésticos) com todos os seus fornecedores num condominio industrial e outra unidade Phillips, de reatores; também multinacional fábrica de sistemas de vedação e sistemas hidraulicos automotivos: Cooper Standard Automotive Brasil Sealing (CSA) entre outras tão importantes quanto as citadas. Espero ter ajudado com essas singelas informações da Princesa Do Sul—–>VARGINHA/M.G.

  • henrique.martin

    Obrigado, Lucio, pelas informações!

  • Ricardo

    gostaria de saber se a Samsung Techwin brasil vai ser adinistrada por sua matris coreana ou por seu representantes (importadores wellos d brasil) SR stefano Um e familia .

  • José de Lucca

    Não agradeça ainda Hemrique. O Sr. Lúcio Oliveira prestou meia informação. O fato dessas empresas estarem lá não significou melhora para à cidade. Empresas como Phillips(Divisão Wallita e divisão Reatores) somente se intalaram na precaríssima Varginha em decorrência da miséria Local e da isenção fiscal. Apesar disso vivem constantemente em crise. Nunca cumpriram as metas propostas de ocupação do “Parque Industrial” e muito menos geraram os empregos prometidos. Já a”Samsung Techwin de Varginha ” é um galpão. Uma fabriqueta. Os únicos alieniginas que você encontrará por aqui são os “executivos” das empresas citadas com orgulho genuinamente típico e caipira, pelo Sr. Lúcio. Muito cuidado com essas marcas. Seus produtos ficaram precários.

Próximo post:

Post anterior: