5 minutos com Nokia Música (Lumia 800)

5

Quando fiz o review do Lumia 800, achei que aparelho de testes enviado pela Nokia estava com a versão final dos apps nativos e exclusivos. Faltou um, que já está presente nos smartphones oferecidos pelas operadoras: o Nokia Música.

Por enquanto, o que a Nokia traz com o Música é sua loja de músicas online, repetindo um conceito que estreou no 5800 Xpress Music M em 2009 (e parece que faz uma eternidade). Entretanto, porém, todavia, contudo, não existe mais o Comes With Music, que oferecia um ano de música grátis no telefone.

O Nokia Música, como diz o nome, também serve para gerenciar seus álbuns e canções no Lumia 800, do mesmo modo que o Zune (Música+Vídeo) da Microsoft faz.

Mas o que interessa aqui mesmo é a loja: a primeira tela é de faixas principais promovidas pela Nokia (note a seleção de pop-farofa, e na sequência – rolando a tela para a direita – os principais álbuns e uma divisão por gêneros.

O preço geral que encontrei navegando na loja é de R$ 25 por álbum, ou R$ 2,50 por faixa. A busca por artista me pareceu eficiente, e a interface, comparada ao que era oferecida na época do 5800, é excelente.

Ao escolher um artista, o Música também pode te recomendar artistas relacionados:

Todo o processo de compra é relacionado à sua conta Nokia (com cobrança via cartão de crédito). Simples, rápido e fácil.

Bônus track: ao navegar por gêneros (note o destaque para country/sertanejo e gospel/cristã), entrei em independente…

Encontrei uma falha na Matrix: você consegue ver?

Em tempo: acho incrível a Nokia continuar a oferecer músicas no celular, do mesmo modo que a Apple faz com seu iPhone (e, afinal, vale lembrar que a Nokia vende música no telefone há mais tempo que a turma de Cupertino no mercado brasileiro). Faz falta, claro, o Comes With Music (ou algo similar), mais isso já está na nossa lista de pedidos para os Lumia.

 

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos