ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

5 coisas que eu gostaria de ver no keynote da Apple amanhã

Antes de tudo, um aviso: aqui no ZTOP, somos contra a divulgação de boatos, rumores, invenções e blablablás afins sobre a Apple. É pura especulação caça-audiência e somos contra isso. Conhecemos razoavelmente bem o modus operandi da turma de Jobs e, bem, sabemos que se não for da forma oficial, a companhia nem comenta. 

Fato é que amanhã, dia 04 de outubro, a Apple faz seu primeiro grande anúncio da era pós-Steve Jobs. O que me faz pensar sobre cinco coisas que eu gostaria muito, mas muito, de ver Tim Cook, o novo CEO, anunciar no palco. Uma única coisa é certa: um iPhone novo vem por aí.

1) O smartphone mais fino do mundo. Yap. É meu sonho de consumo e obsessão atual. Um iPhone 4S com tela grande, bateria que dure oito horas pelo menos, e fino (uns 6, 7 mm de espessura, como o iPod touch). E, por que não esperar, fabricado por aqui?

2) A morte do iPod como conhecemos hoje. Em 2001, fazia todo sentido ter um telefone para fazer ligações e um MP3 player avulso de grande capacidade para ouvir músicas. Hoje, com armazenamento cada vez mais barato e smartphones incríveis, o iPod morreu em suas versões básicas – Classic, Nano, Shuffle. Vida longa ao iPhone e ao seu irmão semi-desconectado, o iPod touch – apps para todos, certo?

3) A experiência Tim Cook. O novo chefão da Apple, bem, não existem muitos vídeos dele (até o momento) falando em público. Um discurso para os formandos da Auburn University em 2010 mostra uma prévia do estilo-leitor-de-apresentação:

Em um ano e meio desde a gravação desse vídeo, espero que uma das tarefas principais de Cook tenha sido o bom treinamento de fala e relacionamento com a mídia. (aos 16 minutos do vídeo acima, ele cita algo parecido com “one more thing”, por sinal).

4) A apresentação de Cook terá os termos do “bingo” Apple tradicional: Boom!, “one more thing”, “magical!” e por aí vai. Em time que está vencendo não se mexe.

5) O que não deve acontecer: a Apple se pronunciar sobre a estranha saga da fábrica da Foxconn no Brasil para iPads, com o disse-me-disse de ministros – acredito que a questão iPhone novo já está resolvida. Amanhã a gente vê o resultado.

E, a partir das 14h desta terça-feira, em parceria com o pessoal do Gemind, faremos um meta-live-blog do eventão da Apple. Fiquem ligados!

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Hugo Leonardo

    Henrique, concordo plenamente com você, um iPhone mais fino, tipo um iPod Touch e com uma tela maior… é também o meu sonho… sinceramente, não sei porque fazer um iPhone "gordinho" sendo que é possível fazê-lo fininho como o iTouch.
    Amanhã a gente fala mais um pouco sobre isso…

  • Tenho de discordar em relação ao primeiro ponto: há um lugar onde um player separado ainda é muito útil. Falo da academia de ginástica. É preciso existir um produto barato que possa ser levado ao risco das barras e halteres sem medo.

    Minha escolha atual é…. um Zune. Afinal, se quebrar, não vou chorar de tristeza… 🙂

  • meu sonho é um N900, um Galaxy S II, Palm Pre 3 (pode ser o 2), HTC Titan (Windows Phone 7 Mango) e um iPad…

    Acho que é só!!!
    😉

    Em minha pouca experiencia de voos e viagens longas, eu prefiro um aparelho dedicado para midias.
    Pq eu posso usar até acabar a bateria, e usar o telefone quando chegar ao destino (para avisar que cheguei bem).

    Mas, pela grande experiencia que vcs tem em viagens longas, o que vcs recomendam?

  • eu acho que o ipod shuffle devia continuar. ele é ótimo para pratica de corridas e andar de bike. eu nunca iria andar com um ipod com tela touch ou um iphone. cai no chão já era, além de ser um trambolho para carregar com roupa com pouco ou nenhum bolso.