ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Open source em dispositivos móveis: caminhos

Na Bossa International Conference, o idioma oficial é o inglês, apesar de estarmos localizados na quente Porto de Galinhas, perto de Recife (PE). Com inglês ou não, cerca de 180 pessoas de diversas nacionalidades e vindas de distintos locais do Brasil se reuniram para aprender e debater sobre software para dispositivos móveis. Open source, claro. Marcelo Tosatti, ex-mantenedor do kernel do Linux e atual um-dos-homens-do-XO (velho One Laptop per Child) – um protótipo circula por aqui, assim como alguns exemplares do Nokia N800, um “internet tablet” que ainda não está í  venda no Brasil.

Tudo circula em torno do open source e da comunidade que o Instituto Nokia de Tecnologia, uma entidade sem fins lucrativos fundada em 2002 para pesquisar e desenvolver novas tecnologias – seja para a própria Nokia (parte do software do N800 e do N770 foi desenvolvida aqui no paí­s, entre as unidades do INDT de Manaus, Recife e Brasí­lia) ou para a própria comunidade, em forma de tecnologias open source.
As palestras do primeiro dia incluí­ram temas diversos como LLVC (ou Low Level Virtual Computing), feita por Chris Lattner, engenheiro da Apple Computer, interface de produtos, mais desenvolvimento open source para celulares usando linguagem Open C (hoje terá até uma “competição” entre desenvolvedores e o vencedor vai levar um até então inédito celular N93i). Um destaque vai para Chris Hofmann, um dos desenvolvedores da Fundação Mozilla que veio falar sobre o Minimo, novo browser baseado no Firefox para dispositivos móveis. Frase do dia: “Com o Minimo, queremos a internet no celular ao lugar onde a web estava no desktop nos anos 90”, disse.
Outro fato curioso, já citado, é a presença do XO. Tosatti, da Red Hat, acredita que o XO tem muitos pontos em comum com programas open source para dispositivos móveis, principalmente no modo de gerenciamento de memória. Talvez – digo talvez – possa sair alguma nova parceria por aqui.

A Bossa Conference vai até quarta-feira em Porto de Galinhas, mas segue na quinta ainda em paralelo com algumas palestras sobre programação no Porto Digital, aqui em Recife, e semana que vem em outras cidades, incluindo São Paulo.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Henrique,

    O que o Chris falou tem a ver com o fato que hoje, mobile web, está no estágio onde o uso da Web via Desktop estava nos 90. Ele por exemplo colocou que hoje, no contexto mobile, ainda não existe conteúdo Web disponível que é mobile ready. Que de fato, hoje já podemos encontrar alguns pequenos portais que estão iniciando os diretórios mobile. Lembra do inicio da Web? Yahoo! era um diretorio.

    Ele mais colocou essa contextualização, esse paralelo. Inclusive Chris mostra, através desse caso, que a Web mobile ainda está totalmente por vir, e que o que temos é quase nada ainda, mas que os diretórios iniciais tem uma importancia muito grande nesse contexto.

    Marcio
    ( Colega do Chris na Conferencia )

  • Henrique,

    Pode me mandar um e-mail? O Asa ta vindo ao Brasil. De repente achoque vc gostaria que ficar sabendo da noticia. Queria lhe colocar na lista e iterado das coisas.

    Marcio

    PS: Coloca subject no e-mail Asa no Brasil.