ZTOP

Zumo a caminho da CTIA Wireless 2008

Mais uma vez, este Zumo arruma as malas. No domingo, embarco rumo a Las Vegas para ver a CTIA Wireless 2008, uma das maiores feiras do mercado de telecomunicações (sem fio, claro) dos Estados Unidos, que começa na terça-feira, dia 1º de abril.

Não irei sozinho. Também estarão em Las Vegas a Bia, do Garota Sem Fio, e o Leonardo, do Meio Bit, e vamos nos unir a outros blogueiros da América Latina (já fui a muitos ‘press tours’, mas acho que esse é o primeiro ‘blogger tour’) convidados pela Nokia (obrigados ao Saulo, Padron e Joly!).

Na pauta? Espero ver por lá celulares e serviços bacanas, como o internet tablet com Wi-Max da Nokia (se tiver algum anúncio de N-Series com touchscreen também será uma boa novidade), o provável telefone com supercâmera (finalmente!) da Motorola e zilhões de novidades de empresas como Qualcomm, Sony Ericsson, HTC, Samsung e LG – mais gadgets, acessórios e produtos úteis (ou não) para a mobilidade. Minha curiosidade pessoal? Ver um protótipo de Android em ação.

Então, caro leitor do Zumo, na segunda í  noite (madrugada, talvez, por causa do fuso horário), eu começo a mandar notí­cias, ví­deos e fotos. Talvez – tudo depende da conectividade -postarei algumas prévias das novidades via Twitter. E se você tiver alguma sugestão do que ver por lá, é só entrar em contato. A caixa de comentários está aí­ para isso.

Nagano mete o nariz onde não foi chamado: você na CTIA? Isso não é brincadeira de 1º de Abril né? ;^)

Henrique responde í  insubordinação do Nagano: acho que seu pacote da Amazon não vai chegar, né?

Nagano reconsidera seu ponto de vista: Ops… quem foi que disse aquilo? í“tima viagem Henrique!!! Vai pela sombra e não se esqueça dos amigos quando passar pelo freeshop… né?

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Everton

    Vamos ver se a dra Bia Kunze se convence que o iPhone é legal depois de ver todo mundo usando um por lá…