ZTOP

ZTOP pergunta: você teria um netbook com Android?

É fato que os netbooks andam meio em baixa. O formato de um computador simples e barato para acessar a internet surgiu em 2007, com o famoso eee PC da Asus e, depois de uma generalização rápida, perdeu importância para os tablets e, por que não dizer, ultrabooks.

A Intel fez dinheiro com seus Atoms projetados especificamente para esse tipo de computador básico e inclusivo — e vale lembrar que, no Brasil, o netbook ainda é a primeira máquina de muita gente. Mais recentemente, a AMD com sua plataforma Vision/Zacate conseguiu melhorar um pouco a concorrência, com o aprimoramento de gráficos nesses PCs diminutos.

Em uma observação rápida nos sites das fabricantes, dá para perceber que a oferta é cada vez menor (ou disfarçada de “mini-notebooks”). Pouca gente continua vendendo netbooks no mercado brasileiro (exemplos: LG e Lenovo não oferecem mais esse tipo de máquina, Samsung ainda tem um em catálogo, HP também só tem um, assim como a Positivo; fora da curva estão CCE e Asus, com mais de um modelo).

Além disso, os tablets híbridos (Asus Transformer e seus parentes, estou falando com vocês) mostraram que uma alternativa ao netbook convencional, em um equipamento portátil modular, com teclado com portas de expansão e bateria adicional + tela sensível ao toque removível, se transformam em uma máquina de produtividade: com um navegador e editor de textos/planilhas, o escritório pode acontecer em qualquer lugar.

Então fica aqui minha ideia doida de futurologia. E se existisse (viajando aqui na teoria) um equipamento como um netbook, com tela fixa (mas sensível ao toque) e rodando uma variante de Android: isso faz sentido? Afinal, o Android roda em plataforma x86 sem muito problema.

Pra mim, apenas se for muito muito mais barato que um equivalente rodando Windows 7/8 – na faixa de R$ 600, no máximo R$ 700, para ter oferta em massa no varejão deste Brasil e ser mais um instrumento de inclusão digital (ei, e tem apps!).

Por que faço essa pergunta? Windows 8 vem aí no segundo semestre (1 de outubro, aparentemente) e não acredito muito que a própria Microsoft vá incentivar o uso dessas máquinas básicas já que pretende focar bastante em tablets ARM.

(imagem acima: um netbook genérico modificado, sem nenhuma ligação com fabricantes)

O que vocês acham? Nagano?

Nagano comenta: Para mim, não é surpresa o fato de muitas pessoas dizerem que gostam do padrão de formato dos tablets. O que realmente me intriga é o quanto essa paixão aumenta quando descobrem que um modelo em especial vem com algum tipo de teclado, seja ele integrado como o Asus Slider ou separado como o Transformer. Para mim, isso é uma forte indicação de que apesar da facilidade das interfaces de gestos, alguns ainda curtem ou pelo menos se sentem mais seguros com um bom tecladinho físico. Algo como o melhor de dois mundos.

Assim, um netbook com Android? Não acho a idéia ruim, pois se trata de um ecossistema já bem conhecido pelo consumidor o que faz dele menos intimidador ou cabalístico que qualquer outra distribuição de Linux da vida. Some-se a isso uma boa oferta de softwares/Apps e sua integração com os aplicativos do Google (Contacts, GMail, Docs etc.) fazem dessa idéia para mim bem interessante. Mas somente se seu preço for muito atrativo.

E cá entre nós — na pior das hipóteses — se a máquina for x86, nada impede que o usuário arrependido instale um Windows 7 por cima (wink! wink!)

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Luiz Alberto Franco

    Compraria se fosse mais barato e instalaria o Windows 8. 😉

  • ezequielbsb

    Compraria com certeza.Nunca gostei do Windows.Sempre com seus defeitos e lentidões com o passar dos tempos..
    Gostaria e usaria um Notebook com Android.O q falta para ficar ótimo,é os apps com funções do Windows(Office,gravar CDs,etc)Ficaria perfeito…

    • henrique

      o office já tem algo muito bom para substitui-lo , o quickoffice ,, e logo logo o libreoffice !!!!!

      hoje todos os programas de windows tem similar android !!!!!! mais lhe digo futuramente vc so precisara do windows para quem é profissional de aplicativos bem complexos como 3dsmax e etc !!!
      as vantagens do android são muitas !!

  • Nivaldo

    Henrique, já existe algo parecido: os ChromeBooks… [http://www.google.com/chromebook/]
    Mas parece que a idéia não está vingando…

    • henriquem

      então, mas chromebook não funciona direito offline…

      • mnagano

        E mesmo on-line, a nossa banda larga não ajuda muito… :-/

  • Gui_2199

    Henrique,esqueceu de mudar a tecla de windows

  • Ismael

    Embora nada a ver, a princípio, isso tudo ajuda a explicar o sucesso da Apple:

    Porque não existe até hoje net/notebooks com Android ? Simples, os fabricantes não quiseram. Ficaram de bobeira seguindo a vida de imitar ondinhas. A da hora é tablet.

    O android já está aí faz um bom tempo, já se poderia ter máquinas dessas com muito maior autonomia de bateria. Mas não, só agora que a MS está com medo de ser escanteada de vez e resolveu investir em ARM que se vai começar com isso.

    Que indústria acomodada, é impressionante. Custa tanto ousar um pouco, só um pouco?

    Não, querem ficar sentados em todo dinheiro que ganharam, nunca arriscar nada.

    Daí são sempre pegos calças na mão quando a Apple lança algo. Não é a Apple que é de mais, os outros q são muito parados.

  • Marvels

    Com certeza, depois que vi o Asus transformar com tecladinho do meu amigo fiquei apaixonado.. Se fosse um homem solteiro sem filhos talvez teria um. Mas ainda não vejo utilidade, meu celular faz tudo e ainda é o mais portátil

  • Bruno

    E os que sao vendidos no mercado livre a mais de uma ano ? http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-226870431-

    • henriquem

      chutando alto aqui: mínimo Android 4.0, certo?

      • vaglig

        A maioria é entre o 2.1 e o 2.3. É o mesmo hardware de um tablet "genérico" . Já mexi em um destes, o problema é que muitos destes não são tão bem "acabados" em termos de software quanto um Samsung.

  • Telma

    Eu teria… certamente teria… como disse o Nagano… a interface dos gestos é boa, mas ter um teclado é o melhor dos dois mundos desde que a preço baixo e com boa portabilidade,

  • Ricardo Cubas

    Eu estava pensando em um netbook muito melhor que esse aí… E se fossem lançados ultranetbooks com telas de 9 ou 10 polegadas e peso de 500 a 700 gramas???

    Com SSD, Ivy Bridge, 3g embutido, touchscrenn (para Win8) e com carenagem de fibra de carbono???

    Esse eu compraria, mas esqueci de patentear a idéia… rs.

  • Na prática eu já tenho…uso meu tablet Android + teclado bluetooth paa realizar boa parte do meu trabalho, indo para o windows apenas quando tenho de utilizar alguns sistemas da empresa ou quando tenho de produzir apresentações e planilhas muito complexas (que requerem espaço de tela)

  • Mônica

    Compraria sim.Gosto do sistema Android e de sua simplicidade.
    Tenho um tablet e um smartphone.
    Mas para mim são coisas distintas.
    Na hora do trabalho pesado, ainda prefiro o Windows e um micro com teclado.
    Imagine você de repente ter que fazer um relatório às pressas num tablet?Ou ter que ficar longas horas fazendo uma planilha complexa?
    Inimaginável.
    A digitação em um tablet é lerda e nada prática.

  • Rodrigo H.

    Compraria sim, mas preferiria se fosse com ARM, um netbook com Tegra3 e uma boa duração de bateria faz mais sentido. O Transformer Prime que já é quase esse modelo que estou idealizando, é muito caro no Brasil, acho que se vendessem netbooks com tela sensível ao toque e Android a preços próximos dos netbooks atuais com Atom no Brasil poderia dar certo.

  • Ajr

    Compraria e incentivaria o uso, pois, não há nada que o sistema arcaico tipo "windows" que é pesado e lento tenha de melhor que ele, e não me venha com esse tal de office que a mioria esmagadora não usa nem 5% do que ele oferece, sem contar que caro demais.

  • Eu já usei essa técnica no HP Mini usando http://www.android-x86.org/, android dual boot como Ubuntu.
    Android é bom pq inicia rápido para consultar algo na internet.
    Ubuntu é bom para fazer edição de arquivos.

    Agora que uniram algumas das melhorias do android no kernel 3.3, acho que teremos um hibrido de Android e Ubuntu. 😀
    Na verdade já existe hoje ubuntu rodando ao mesmo tempo que o android http://www.ubuntu.com/devices/android
    É parecido com o Atrix, mas imagina isso em um netbook.

  • Nivaldo Junior

    Não!!!

  • Igor

    se ele desse p/ roda os aricavivos do smartphones seria legal

  • Marcos

    Eu não compraria porque acho a idéia do Asus Padphone muito mais interessante.

    Um smartphone que pode ser um tablet ou um netbook (a escolha do cliente) sendo que todos os dados estariam armazenados em um único local me parece muito mais atraente.

    Imagine se na prática pudesse desenvolver aplicativos e editar documentos confortavelmente com possibilidade de jogar isto em qualquer lugar (web, projetor, monitor, tv, etc) e depois retirar o smartphone da carcaça e sair do escritório como se não tivesse acontecido nada rsrsrsrs.

    O problema é e sempre será o preço kkkkkkk

  • vaglig

    É possível fazer essa experiência usando um Asus EEE 4G antigo. Eu tenho um e já coloquei o Android e o Jolicloud uma vez. Só que o Android não estava 100%. Penso em fazer de novo isso. 🙂

  • Ricardo

    eu já tenho… Asus Transformer + Spashtop HD FTW! hehehe
    só estou esperando o Chrome sair do beta (e quem sabe rodar flash) e o uTorrent lançar o seu app… daí acho que aposentarei o pc…

  • Douglas

    Eu amei usar o Android 4.0.1 x86 no meu notebook 14", porem tive que usar um wireless USB, um teclado USB poiis não reconheceu ainda meu teclado nem minha placa wireless do note, mas o resto sim, só falta um suporte melhor para Modens 3G e placas wireless, além disso a possibilidade de deixar as janeles menores.

  • Clênio Luiz

    Não vejo sentido em um netbook rodar Android, porque raio alguém que tem contato com o Windows dês de sempre optaria por um equipamento do gênero com Android? Preço? OK, talvez. Todavia, assim como os equipamentos com Linux, formatado seria formatado na primeira oportunidade. Afirmar que o Android é um ecossistema conhecido do consumidor de baixa renda, que seria o público alvo deste tipo de equipamento, é no mínimo um exagero. Talvez até seja de um nicho mais geek/nerd, mas o consumidor usual, não creio.

    Já para um usuário que sabe o que está fazendo… Difícil engolir um sistema operacional móvel rodando num tipo de device que sempre rodou um sistema operacional "completo". Se o cara quer consumir conteúdo ele compra algo focado nisso, se ele quer gerar conteúdo, idem. Se ele quer os dois, compra um ultrabook ou netbook com windows. Pra que um Frankenstein que não faz nenhum dos dois direito?

    Nem todo mundo tem paciência e tempo pra perder reaprendendo a andar. Qualquer coisa em formato de computador tradicional rodando Android só vai trazer frustração para o consumidor (a maioria deles, pelo menos.).

    Não creio que a idéia vá vingar.

  • Eu só compraria algo assim se o preço fosse absurdamente baixo… tipo, por menos de R$500,00…. senão não vejo sentido em deixar de adquirir um netbook windows por um android…

  • Considerando que o Android poderia de fato limitar o seu S.O a o que um netbook realmente aguenta, acho que ficaria bem leve e suave num desses. Diferente do Windows, onde o hardware de um net é pouco, e abrem-se zilhões de portas pra você sobrecarregar seu "mini-note". Tenho trauma disso, com meu Vaio M.

  • MalcriadoRJ

    Eu tenho o Asus Transformer Prime, e por causa dele eu encostei meu netbook Asus 1201T. Aliás, obrigado ao ZTOP, responsável pela decisão de compra dos dois 😉
    Hoje, o Prime resolve minha vida, principalmente no que se refere a assistir aulas. É leve, fino e discreto. O ICS é bom demais.
    Mas não vou mentir: se surgir um jeito de instalar o futuro Windows 8 nele, eu certamente vou instalar, pra ter uma só experiência em casa, no trabalho e no tablet. Deixaria o Android em dual-boot para outras coisas, também.

  • Cesar

    com android não, eu usaria o netbook com o linux mesmo, fica perfeito. consome muito pouca memória e vc pode instalar o que quiser, como no desktop