ZTOP

Tizen: mais um sistema móvel baseado em Linux (ou: adeus, MeeGo)

A Linux Foundation e a LiMo Foundation, com apoio da Intel, tornaram hoje público mais um projeto de sistema operacional open-source baseado em Linux para dispositivos móveis, chamado Tizen. É mais uma tentativa de criar outra resposta open-source ao Android, do Google.

Na prática, Tizen é um novo nome para o projeto MeeGo (desenvolvido em parceria com a Nokia e natimorto com a parceria dos finlandeses com a Microsoft), com toques de desenvolvimento em HTML5, e para o próprio LiMo (que nunca “pegou).

Vale lembrar que o MeeGo era baseado na fusão do Moblin (Intel) com o Maemo (Nokia), e que a LiMo Foundation tem entre seus apoiadores fabricantes como ACCESS, Panasonic Mobile Communications, NEC CASIO Mobile Communications, NTT DOCOMO, Samsung, SK Telecom, Telefónica e Vodafone.

Em resumo, o Tizen quer ser uma “plataforma baseada em padrões e software que suporte diversas categorias de aparelhos incluindo smartphones, tablets, TVs inteligentes, netbooks e sistemas de entretenimento veicular”. Para a Intel, o Tizen é “um avanço para continuar o que foi iniciado com MeeGo e Limo como uma solução completa de software para múltiplos dispositivos” (mas diz ainda que mantém o apoio ao MeeGo e ao LiMo, assim como Android e Windows).

Segundo o site do Tizen, o sistema deve ter sua primeira versão pronta no primeiro trimestre de 2012, incluindo um kit de desenvolvimento de software, com os primeiros aparelhos chegando ao mercados em meados do ano que vem.

O Tizen, como já ocorreu com o Meego, ficará hospedado na Linux Foundation.

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • sidney

    como "orfão" do maemo 4.0 já que ainda sou usuário de um nokia n810 eu só espero que liberem o uso do meego para experiencias como porta-lo para o n810 entre outras coisas…infelizmente vemos sistemas morrerem antes mesmo de crescer: webOS e agora o meego… ao que parece infelizmente o mundo está fadado a IOs e android apenas…vamos ver qual será o futuro do bada….

  • Hugo Leonardo

    Bem vinda concorrência!

  • rubens

    Ainda acho que foi a forma encontrada pela Intel pra desovar o filho bastardo…
    /com esse tom mesmo

  • O interessante é que o Tizen e MeeGo são compatíveis. Rodarão os mesmos programas. O mais interessante ainda é que o MeeGo já rodava programas do Android, ou seja, o Nokia N9 com MeeGo ainda é uma grande opção.

  • Pingback: Com a chegada do Tizen, comunidade Meego pode voltar para Mer()

  • Erlomcanes

    Eu vou ter q estudar muito para ter um desses!

  • Pingback: Intel: Atom “Medfeld” não é restrito a Android()