ZTOP

Steve Jobs deixa o cargo de CEO; Tim Cook é o novo Jobs

09092009082

A Apple acabou de anunciar a saída de Steve Jobs do cargo de executivo-chefe da empresa em dois comunicados de imprensa: um informando que Tim Cook é o novo CEO e uma carta de Jobs aos diretores e à comunidade Apple.

O primeiro comunicado anuncia a renúncia de Jobs e a ascenção de Cook ao cargo de CEO.

Jobs agora é presidente do conselho administrativo da Apple, e Cook também passa a ser membro do conselho. Tim Cook, 13 anos de Apple, até então era Chief Operating Officer (diretor de operações) e principal nome na linha de sucessão – já havia sido nomeado CEO interino durante as licenças de Jobs (2004, por conta do câncer no pâncreas, 2009, para o transplante de fígado, e 2011, para cuidar da saúde).

A frase final de Jobs mostra muito do que acredito em relação a Cupertino: “Acredito que os dias mais brilhantes e inovadores da Apple ainda estão por vir. E aguardo para ver e contribuir para este sucesso em um novo papel”

A carta é mais emocionante:

Ao conselho de administração e à comunidade Apple:

Sempre disse que, quando chegasse o dia que eu não poderia mais cumprir minhas funções e expectativas como CEO da Apple, seria o primeiro a informar. Infelizmente, esse dia chegou. 

Eu, aqui, renuncio ao cargo de CEO da Apple. Gostaria de atuar, se o conselho de administração diretivo achar correto, como presidente do conselho, como diretor e funcionário da Apple.

Até onde posso indicar meu sucessor, recomendo fortemente que executemos nosso plano de sucessão e nomeemos Tim Cook como CEO da Apple.

Acredito que os dias mais brilhantes e inovadores da Apple ainda estão por vir. E aguardo para ver e contribuir para este sucesso em um novo papel.

Fiz os melhores amigos da minha vida na Apple, e agradeço a todos por muitos anos de trabalho ao seu lado.

Steve

Eu vi Jobs em 2009, na sua primeira emocionante (e, sim, foi) aparição pós-transplante de fígado, magérrimo. Fiz a pergunta na época “Por quanto tempo de volta? Não sei. Nem quero especular, não vale a pena. A vida privada de Jobs é dele, e só dele”. Chegou a hora, finalmente.

A Apple sobrevive sem Jobs? Sem dúvida. Tim Cook é competente (já provou isso entregando resultados como CEO interino), vai faltar o carisma e a aura mística em torno de Steven P. Jobs. Mas sabemos que ele estará ali do lado, vendo tudo por perto e acompanhando cada novo produto. Vai mudar algo? Não. Os vazamentos continuarão a ser coibidos, zero informação sai de lá. Só muda mesmo o porta-voz. Que agora tem um longo caminho pela frente.

E John Gruber, talvez a pessoa fora da Apple que melhor entende os caminhos de Cupertino, escreveu agora mesmo, resignado:

A maior criação de Jobs não é qualquer produto da Apple. É a própria Apple.

O anúncio de hoje é só mais um passo, embora grande e triste, em uma transição longamente planejada – uma transição que ninguém queria, mas que não poderia ser evitada. E, como sempre, ele está fazendo do seu jeito.”

++++++++++

Em inglês, os dois comunicados de imprensa da Apple.

++++++++++

Tim Cook Named CEO and Jobs Elected Chairman of the Board

CUPERTINO, Calif.–(BUSINESS WIRE)–Apple’s Board of Directors today announced that Steve Jobs has resigned as Chief Executive Officer, and the Board has named Tim Cook, previously Apple’s Chief Operating Officer, as the company’s new CEO. Jobs has been elected Chairman of the Board and Cook will join the Board, effective immediately.

“Tim’s 13 years of service to Apple have been marked by outstanding performance, and he has demonstrated remarkable talent and sound judgment in everything he does.”

“Steve’s extraordinary vision and leadership saved Apple and guided it to its position as the world’s most innovative and valuable technology company,” said Art Levinson, Chairman of Genentech, on behalf of Apple’s Board. “Steve has made countless contributions to Apple’s success, and he has attracted and inspired Apple’s immensely creative employees and world class executive team. In his new role as Chairman of the Board, Steve will continue to serve Apple with his unique insights, creativity and inspiration.”

“The Board has complete confidence that Tim is the right person to be our next CEO,” added Levinson. “Tim’s 13 years of service to Apple have been marked by outstanding performance, and he has demonstrated remarkable talent and sound judgment in everything he does.”

Jobs submitted his resignation to the Board today and strongly recommended that the Board implement its succession plan and name Tim Cook as CEO.

As COO, Cook was previously responsible for all of the company’s worldwide sales and operations, including end-to-end management of Apple’s supply chain, sales activities, and service and support in all markets and countries. He also headed Apple’s Macintosh division and played a key role in the continued development of strategic reseller and supplier relationships, ensuring flexibility in response to an increasingly demanding marketplace.

Apple designs Macs, the best personal computers in the world, along with OS X, iLife, iWork and professional software. Apple leads the digital music revolution with its iPods and iTunes online store. Apple has reinvented the mobile phone with its revolutionary iPhone and App Store, and has recently introduced iPad 2 which is defining the future of mobile media and computing devices.

+++++++

Letter from Steve Jobs

CUPERTINO, Calif.–(BUSINESS WIRE)–To the Apple Board of Directors and the Apple Community:

I have always said if there ever came a day when I could no longer meet my duties and expectations as Apple’s CEO, I would be the first to let you know. Unfortunately, that day has come.

I hereby resign as CEO of Apple. I would like to serve, if the Board sees fit, as Chairman of the Board, director and Apple employee.

As far as my successor goes, I strongly recommend that we execute our succession plan and name Tim Cook as CEO of Apple.

I believe Apple’s brightest and most innovative days are ahead of it. And I look forward to watching and contributing to its success in a new role.

I have made some of the best friends of my life at Apple, and I thank you all for the many years of being able to work alongside you.

Steve

 

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Ligeirinho

    Se me permite uma piada trocadilhesca, o pessoal sai do "trabalho" e vai pra "cozinha"? =B

    E agora, o que será da Apple? Não vamos perder os próximos capítulos =D

  • renanrss

    WTF? Acho q essa pegou todos de surpresa! Só falta ele ir parar na Samsung… O.O

    • Wesley

      Hahaha isso seria épico!

  • http://www.twitter.com/fabforte Fabiano

    Agora sim nós vamos ter a exata dimensão do quanto do sucesso da Apple se deve ao "estilo Jobs"…
    … ou não! Ele vai continuar por lá, e periga até aparecer nas keynotes! Com certeza, estará na apresentação do iPhone 5!

    • http://www.tauscheck.com FTauscheck

      Minha opinião é que ele não aparece no Keynote…
      Rei morto, rei posto… Tudo o que a Apple precisa agora é mostrar para o mercado que ela aprendeu tudo o que tinha para aprender com o Jobs, e que daqui pra frente, ela consegue se virar sozinha (por sinal, acredito que ela já mostrou que isto é possível).

      • henriquem

        concordo contigo, Fernando. já mostrou mesmo nas três ausências de Jobs.

  • Sigma7

    Não existe "novo Jobs".

  • http://pdabr.com dflopes

    Duas questões:
    a) o mercado sempre confiou em Jobs pra “guiar” a Apple como seu merstre e guru.
    A sua primeira saida – devido a doença – as ações cairam 10%.
    E agora, caem 5%.

    Ou seja, a Apple não precisa ser inovadora, ela precisa “DEMONSTRAR” inovações, principalmente aos acionistas, que são, literalmente, os donos da empresa – principalmente nos modelo gerencial dos EUA, baseado em ações.

    b) Não seria apenas uma manobra pra afastar o foco dos processos que a Apple está perdendo na europa contra a Samsung? E criar o hype pro mais um keynote?

    Por fala rnisso, que roupa o Tim Cozinheiro vai usar?

    • http://www.tauscheck.com FTauscheck

      dflopes, sobre os processos contra a Samsung, a Samsung terá que tirar de venda na Europa todos os Galaxy S, S2 e Ace (começando em outubro).
      Este anuncio tem mais cara de ser a notícia ruim antes do lançamento do iPhone 5 (qndo as ações vão disparar).

  • Hugo Leonardo

    O! E agora, quem poderá nos defender?