ZTOP

Sony revela sucessor do PSP

Em um evento realizado em Tóquio, que acabou há pouco, a Sony revelou seu novo portátil, denominado NGP (Next Generation Portable) com especificações técnicas dignas de respeito. Mas será que não é tarde demais para reagir?

Kaz Hirai, que virou o homem-Playstation quando o criador do console (e real gênio da história toda) Ken Kutaragi saiu da Sony, apresentou o novo portátil.

As especificações impressionam. A Sony finalmente abandonou o design próprio de chips (que custa um absurdo em pesquisas) e escolheu uma CPU ARM Cortex A9 de 4 núcleos e uma GPU bem decente da Power VR, a SGX543.

A tela ganhou capacidade multitoques, e a parte traseira uma superfície sensível ao toque (mais ou menos como no Motorola Backflip, mas muito maior).

Finalmente teremos dois direcionais analógicos de verdade – não a piada de mau gosto que é o direcional analógico do PSP atual, famoso por quebrar se não for operado com o cuidado que se segura um vaso de porcelana chinesa do século 10.

O UMD – outro fracasso violento da Sony, uma espécie de mini-DVD, um formato proprietário derivado do MD que nunca pegou – foi substituído por um cartão de memória que parece com o SD, mas ainda não foi revelado se é mais um padrão proprietário. Conhecendo a Sony, provavelmente é.

A mudança para um sistema de armazenamento baseado em memória flash é muito bem-vinda, afinal hoje muita gente hackeia o PSP para carregar os jogos de cartões de memória, pois todo sistema de armazenamento que usa partes móveis detona a autonomia de bateria. Mídia proprietária? Até hoje, só a Nintendo se deu bem com isso, e ainda assim pode ter sido um tiro no pé ter adotado um padrão próprio no 3DS. Há meios de proteger software com sistemas lógicos. Usar uma mídia prórpria não garante nada. É só ver o quanto o DS e o PSP foram hackeados nos últimos anos.

A Sony vai adotar também a distribuição de conteúdo online, mas se levarmos em conta o fiasco que foi o PSP Go, uma tentativa frustrada de enfiar o mesmo hardware de 2004 do PSP sem drive de UMD e com conteúdo distribuído estritamente por meio digital, é bom ela melhorar bastante o sistema de distribuição digital e também o quanto cobra por isso.

Uma bola fora é a falta de suporte para AVI e MKV. Caramba, estamos em 2011. Usar apenas MP4 puro não é realista. Isso obriga o usuário a ficar reconvertendo tudo. Uma estação de entretenimento portátil, como a própria Sony define o sucessor do PlayStation Portátil precisa lidar com os formatos que são efetivamente difundidos entre os usuários. Tomara que eles revisem essa falta de compatibilidade até o lançamento, pois o portátil tem poder de sobra para rodar esse tipo de vídeo.

A tela também é um espetáculo. OLED com 5 polegadas e resolução de 960×544 pixels, quatro vezes a resolução do PSP original. O novo portátil tem ainda duas câmeras, uma na frente e outra na parte de trás, e um sensor de inclinação de seis eixos, parecido com o que equipa o PS Move, o Wiimote do PlayStation 3. Um ponto interessante é que a Sony está fazendo o mesmo que fez com suas câmeras digitais. Sai o caro Memory Stick Duo, entra o ultra compatível e útil SD. O Memory Stick Duo foi outra bola fora no projeto do PSP original. É a Sony de sempre, enfiando goela abaixo formatos proprietários…

A Sony parece que perdeu a mão depois do PlayStation 2, reconhecidamente um console revolucionário. No PS3, ela forçou com o preço muito alto e tentou enfiar goela abaixo dos consumidores o Blu-Ray, pelo menos 4 anos antes dos estúdios estarem preparados para prover o mercado com conteúdo. Vamos ver se ela aprendeu a lição com a surra que levou da Nintendo com o DS, que com hardware bem inferior eclipsou o bom PSP, que sofreu com decisões ruins de projeto, ligadas diretamente a estratégias mercadológicas equivocadas.

A Sony tem o hardware e tem o conhecimento (bem, pelo menos da era do primeiro Playstation, que foi brilhante, e do PS2, que foi um marco no entretenimento eletrônico) para fazer direito. Só precisa agora voltar aos trilhos dos tempos de Akio Morita e de Ken Kutaragi, quando ele podia fazer as coisas do seu jeito, sem interferência nociva dos altos escalões. Agora vai ou racha.

Ou teremos um novo portátil viável (pelas demos, a coisa é boa, quase do nível do PS3) ou realmente a única alternativa será jogar no iPod Touch. O sucessor do PSP chega ao mercado japonês no natal. Ainda não foi definida a data de lançamento no ocidente. Ninguém falou em preço, mas se levarmos em conta a tela OLED, não vai ser barato. Vale lembrar que o 3DS da Nintendo será lançado em março, e terá uma enorme vantagem até o natal. Será que a Sony consegue encarar esse tipo de concorrência ou vai ficar mais uma vez para trás na corrida pela liderança do mercado?

Nagano comenta: Com o passar do tempo, são revelados novos recursos do NPG como modem 3G e GPS embutido e duas câmeras (frontal e traseira). Isso faz com que o esse produto extrapole sua função de ser apenas um console de jogos para se tornar algo mais interativo a exemplo do que acontece hoje com o DS com suas ferramentas de troca de mensagens, edição de fotos, alteração de voz, etc. Ah sim, e o cartão de jogos vai ser mesmo proprietário.

Não duvido que, com o passar do tempo a Sony adicione recursos adicionais ao NGP tornando-o cada vez mais parecido com um smartphone — algo como um N-Gage feito da maneira correta.

Fora isso, a Sony anunciou que irá criar um serviço chamado PlayStation Suite que irá oferecer títulos do PS para a plataforma smartphones e tablets com Android. O serviço deve entrar no ar ainda neste ano.

  • jdeiro

    Na boa, post completamente "caixista/nintendista". Por mais que o NDS tenha sido melhor sucedido que o PSP, a Sony vem tendo um excelente desempenho com o PS3.

    É só analisar a lista de exclusivos que vão sair este ano. O X360, seu único adversário, hoje praticamente só recebe jogos multiplataforma, seus exclusivos são verdadeiras decepções.

    • Na real, é um post realista. Eu fui um dos early adopters de tudo que a Sony fez, desde o saudoso PlayStation original. É com conhecimento de causa, como um jogador que foi esfolado pela política corporativa equivocada da Sony, que desço a lenha.

      E quanto à crítica ao Xbox 360, e daí que tem poucos exclusivos? São ótimos, sem problema nenhum. E quanto aos multi, nenhuma produtora se dá ao luxo de arriscar todas as fichas em apenas uma plataforma, até pelos excelentes middlewares que permitem que o mesmo jogo seja portado quase sem prejuízo. Unreal Engine roda legal em tudo, então, é natural portar para múltiplos consoles.

    • Guilherme

      Na boa, comentário completamente "sonysta", hehehe. É que deu preguiça de ler o post denovo, mas eu não me lembro de ter nada escrito falando mal do PS3, a não ser que ele se adiantou muito ao vir com Blu-Ray, e era caro no lançamento. E isso aconteceu mesmo, basta lembrar. Lembro, inclusive, de ter visto um anuncio de PS3 custando mais de R$4 mil na época do lançamento – bom, mas isso já contando a "taxa Brasil".

      Gostei do post, não tinha lido nada do novo PSP e agora já me sinto bem contextualizado. Valeu!

    • Na real, é um post realista. Eu fui um dos early adopters de tudo que a Sony fez, desde o saudoso PlayStation original. É com conhecimento de causa, como um jogador que foi esfolado pela política corporativa equivocada da Sony, que desço a lenha.

      E quanto à crítica ao Xbox 360, e daí que tem poucos exclusivos? São ótimos, sem problema nenhum. E quanto aos multi, nenhuma produtora se dá ao luxo de arriscar todas as fichas em apenas uma plataforma, até pelos excelentes middlewares que permitem que o mesmo jogo seja portado quase sem prejuízo. Unreal Engine roda legal em tudo, então, é natural portar para múltiplos consoles.

      • tcp

        Em que Planeta a Sony vem tendo um excelente desempenho com o PS3??rs que eu saiba na ordem de vendas, ficam: Wii; XBOX360º; e finalmente o PS3 por ultimo.

        • liviateamblog

          aff seu inutil, vai pesquisar melhor, o unico lugar que xbox fica na frente do ps3 eh nos EUA no japão e europa o ps3 ganha em dobro de vendas e o wii claro vem na frente sempre…

  • Pingback: Tweets that mention Sony revela sucessor do PSP | zumo: tecnologia. opinião. inteligência -- Topsy.com()

  • Ajr

    Concordo plenamento com o jdeiro esse post foi completamente "caixista/nintendista". A Sony criou outra obra de arte e fica o incauto falando besteiras. Quanto a formato proprietário isso é uma praga que afeta a maioria dos fabricantes um ou outro solta as especificações sendo pior ainda no mundo do software e que graças ao Linux esta outra praga está acabando. Quanto ao PSP original do que ele tá falando de fracasso o bicho vende que só água e tem um design espetacular. Acorde véio e aproveite mais o que realmente é o melhor em termos de tecnologia.

    • zezão

      linux sucks. viva o windows

      • Ajr

        windows o que é isso? Há lembrei algum monte de lixo de códigos espúrios e mal feitos. Vai meu filho vai se gouche na vida, fanboyzinho da Ms era só o que faltava, só lamento.

        • henriquem

          acho que você quis dizer "gauche", mas tudo bem.

    • A Banquinha do Seu Hashid na Pagé ou seu camelô preferido não são referencial de mercado não. Os números provam que o PSP nem encostou no DS. Eu comprei o meu logo que foi lançado, gastei uma fortuna e amargo isso até hoje. Como assim, o que tem a ver Linux com estratégia errada de mercado? Coitado do Torvalds…
      Lembre-se que game não é time de futebol nem religião. É um negócio, movido a dinheiro. E, bom, em menor escala, movido a quem faz propaganda de graça e espalha desinformação.

      • Ajr

        Ô mané eu citei como exemplo de coisas proprietárias. Falei do mundo do software que é uma bomba com esses negócios de XLXS, DOCX e outras pragas que só atrasam as coisas, tem que ter um padrão e ele deve ser livre.

      • cristiano

        Na boa amigos!
        Tenho todas as plataformas.
        Ds – Muito bom mais convenhamos é infantil.
        PSP – Muito bom, grafico melhor.
        PS2 – O melhor de todos os consoles até hojé.
        PS3 – Tinha tudo para ser o melhor console de todos , melhores exclusivos, melhor maquina, bluray e tudo mais.(mais esta deixando a desejar quando comparações graficas são feitas com seu principal concorrente, em alguns jogos a diferenças grotescas, mais como se ele possui o bluray, nem a sony explica convincentemente.
        XBOX360 – Custo e beneficios é o melhor, bate de frente em termos graficos mesmo sem o bluray, sem falar no KINECT, que não tem comparação nem comparação com o MOVIE e WII.

        XBOX – Não chegou fazer sucesso quaze ninguem conhece uma copiado PS2

        • dflopes

          O XBox SEMPRE vai se sair melhor em jogos multiplataformas pois é mais fácil de programar.

          Vc define uma "ação" na caixa verde, o sistema se encarrega de dividir e balancear as tarefas entre seus processador PowerPC Tri-Core (praticamente o mesmo clock do PS3 de 3.2GHz) e os 512Mb de memória (são 256 de vídeo e 256 de sistema, mas são compartilhadas). E é assim desde os primordios e a mesma coisa no PC.

          Passando pro george foreman grill, vc tem 1 PPE (que gerencia o fluxo de trabalho) e 7 SPE (que trabalham muito bem com cálculos matemáticos). Aqui a porca torce o rabo, pois é necessário definir o que CADA SPE vai fazer, multiplicando o trabalho.
          A quantidade de memória é a mesma, mas NÃO É COMPARTILHADA. Ou seja, se vc precisar de mais memória gráfica, o PS3 não vai "puxar" do sistema.

          Então, a maioria dos jogos são feitas no XBox, pois é mais fácil vc ir pro PC. E depois portada pro PS3 – nem sempre com resultados satisfatórios (p.ex., Bayoneta).
          Mas, o exemplo inverso tb ocorre, quando vc programa um jogo NO PS3, os resultados são fantásticos. O único exemplo que vi até hoje foi Final Fantasy XII, que tem até audio LPCM.

          No final das contas, apenas com Uncharted2 que os programadores conseguiram trabalhar bem para definir a divisão de tarefas entre as SPE, pois cada uma cuidava de um elemento do jogo (IA, física, elementos ambientias, etc). E não espero pouco de Uncharted3.

          E sim, eu li o white book do ps3 pra tentar programar em Fortran ou C++ usando o OtherOs (especificamente, eu instalei o Ubuntu) e tentar aproveitar a potencia matemática das SPE (pra tentar acelerar o doutorado), mas, graças aos pirateiros de plantão, perdemos essa funcionalidade. 🙁
          Vc encontra diversos exemplos de sistema de modelagem em cluster que rodam em PS3 antigos não atualizados. E até hoje eu rodo o Folding@Home enquanto algo está baixando.

  • dflopes

    Vamos por partes, mas sem comentarios "istas', please:

    a) Formato Proprietário.
    A sony é expert nisso. Desde o memory stick, passando por betamax, MD, attrac e UMD.
    De todos os sony-ericsson que tive, todos usaram o famigerado M2 (muito caro em relação ao mSD). E só agora, qdo comprei um Satio, é que tive a oportunidade de usar um mSD
    E ela vai usar um outro tipo de cartão proprietário agora!!! Novamente… ¬¬

    b) Adoção de formatos.
    Qdo o PS1 foi lançado, ele incentivou o uso do CD.
    Lembram que o PS1 seria o Snes-CD, para concorrer com o Sega-CD e depois foi abandonado pela nintendo???

    Depois, veio o PSP com o DVD.
    Todo mundo gostou até pra ver filmes e compravam um controle remoto que ligava na porta do controle

    E a Sony não faria diferente com o PS3.
    Ela faz os filmes (Sony Pictures), vende os players e TVs (Bravias) e tb o videogame (PS3), pq ela usaria outro tipo de mídia no seu "console do futuro"??? Ainda mais considerando tudo o que falei anteriormente???

    E não considero que ela adiantou muito a adoção do Bluray, pois eu me lembro que as gravadoras de DVD-RW pra desktop chegaram a custar >1000,00 dilmas. Coisa que as gravadoras de BR já baixaram desse nível.
    continua…

  • dflopes

    …continuação:
    c) O sucesso (?) do PS3.
    Ao meu ver, nem foi a dificuldade de pirataria que impediu uma boa venda do aparelho, mas o seu alto custo.
    Ela era MUITO CARO à época de lançamento… Mesmo nos EUA, e a Americanas trouxe custando 7.500 lulas o.0
    <img src="http://gamepad.com.br/wp-content/uploads/2010/08/americanas06ja3.jpg"&gt;
    Agora, o primeiro grande sucesso do aparelho só veio com Uncharted e LBP (2008). Nem o "tão famoso" God of War fez muito pelo console.
    E a microsoft já tinha uma legião de usuarios de Halo pra comprar o xbox360…

    d) Sony fã-boy
    Jô, tb sou um fã boy da sony pela inovação e tecnologia embarcada, apesar do alto preço que ela cobra, mesmo em condições semelhantes a outros equipamentos.
    Tenho aqui em casa um gravador cassete, Palm Clie (aquele PDA que a sony lançou com PalmOs5), video cassete 6 cabeças (um clássico à época). Vaio com PIII. E tudo funcionado
    E agora, já tenho 2 cameras digitais, Home Theater e PS3. Só falta a Tv 3D. (exceto o vaio, que queimou numa viagem)

    continua…

    • henriquem

      david, vc comprou um satio… NOOOOOO!

      • dflopes

        desculpa, mas nao entendi a critica sarcasmo…

        eu sai do mundo da htc e cooked ROMs pra procurar um aparelho que tivesse boa camera.

        Comecei com o samsung innov8 (8Mpx, mas sem flash), depois passei pro SE C901 (9Mpx e xenon). Até chegar no Satio (12Mpx com xenon)

        O prrincipal detalhe pra se obter uma boa foto é esperar o auto-foco e lembraar que o alcance do flash é curto (1,5m maximo).
        E ainda tem o diferencial de ser smart (s60v5). Tenho GPS, office apps diversos. Mas ele é meio lentiho.

  • dflopes

    continuação… (é a útlima, prometo)
    e) Sobre o NGP (NeoGeo Pocket?)
    GOSTEI:
    – Tela touchscreen capacitiva OLED (que sopa de letrinhas…ahahaha)
    – Touchpad traseiro
    – Dual analogico de verdade
    – conectividade completa (3G, Wifi/N e Bluetooth)
    – retrocompatibilidade com PSP/PS1 (deve ser via PSN)

    NÃO GOSTEI/ME PREOCUPA
    – quanto isso vai pesar??? Eu vendi meu psp original pois me casava muito jogando com ele.
    – rumores de que a bateria durará 5h comendo farinha. Eu NÃO ACREDITO. Qtos mAh ela terá?
    – vai poder baixar tudo que já comprei na PSN?
    – Third-parties poderão fazer APP para usar melhor as novas caracteristicas (skype, google maps, opera mobile, etc)?
    – Preço?
    – A Sony.br vai trazer pro brazil custando 5x o preço americano

    Essas são as minhas opiniões.
    Pode discordar, debater e reclamar, desde que seja com educação. Thanks.

  • Diego

    Quase tive uma overdose de informações a respeito do NGP ontem, li a cobertura dos principais sites internacionais (Eurogamer, IGN, Gamespot, 1UP, PC World, Engadget), e digo que NÃO HÁ nenhuma informação sobre os formatos de vídeo que o portátil irá suportar, até porque (creio), isso não está definido. Meu caro Jô, reveja aí sua crítica à não compatibilidade de AVI e MKV, afinal ninguém disse que terá, nem que não terá!

    • dflopes

      Diego,

      nenhum, mas nenhum mesmo, produto da sony tem suporte a MKV.

      A sony é produtora de conteudo (como a Sony Pictures), e MKV não é um formato, digamos, para videos oficiais. Então, ela NUNCA vai inserir uma forma (OFICIAL) de rodar esse container em seus produtos – diferente de samsung e LG que não estão nem aí 🙂

      Desde o ps3, passando por blu ray players, psp e smartphones (dubphones, camera-phones e smartphones), eles rodam MP4, MPEG, AVCHD Lite. E alguns rodam divx.

      • Diego

        Valeu pelo esclarecimento. Mas o fato é que o Jô deveria ter levado isso em conta, uma vez que até considera a possibilidade de a Sony rever isso até o lançamento…

  • Guido Alves

    Vendi meu PSP pois não tinha tempo para jogar e meu iPhone hoje supri todas as minhas necessidades de "gaming on the go" ou "gaming in the toilet" hehehe
    Mesmo com esse super hardware, ainda acho que a Sony está anos luz com sua PSN ao se comparar com a Xbox Live, na minha opinião a sacada está na parte "social" do console e no "serviço" agregado, a la Netflix, Espn e afins. O hardware é poderoso, mas se você não consegue entuxar conteúdo nele de maneira fácil, prática e divertida, é só mais um peso de papel como meu velho PSP.

  • Michel

    Sony Pictures, MGM, Screen Gems e COLUMBIA pictures… já ouviram falar né?

    TODAS são da Sony… como a Sony vai colocar suporte a MKV nos seus produtos!!!!

    NUNCA teremos MKV em produto Sony… grande merda… os conversores estão aí pra isso e fazem muito bem. Graças a GPU fazerm extremamente rápido.

    E na boa: querer mkv em uma tv ou dvd/bd player é muito sem noção. Pelo amor de Deus… pra quem baixa isso é obrigação ter seu PC conectado a TV.

    No caso do PSP é diferente, pois, é portátil e seria interessante ter. Mas numa telinha de 5 pol? o MP4 faz isso muito bem!

  • rubens

    A informação de abandonar o design próprio é verdade em termos.
    Aliás, nem foi dito quem fabricará ou de quem é o projeto do chip.

    Geralmente a Sony usa derivados de arquiteturas "no mercado", MIPS no PS1, PS2 e PSP, Power no PS3. Ao que consta, só mudou a arquitetura (ARM).
    Mas ninguém anunciou um processador desse naipe (quad A9 e o SGX anunciado), o que pode ser um indício de que é um design interno novamente.

    Mas ainda é cedo para falar. O mais provável é que não mudou nada.

    • rubens

      Acho também que louvar tanto o Kutaragi é meio exagero (ainda mais ao lado do Morita). Por maior que tenha sido o impacto do PlayStation, a megalomania dele chega a ser nociva pros produtos que ele cria.
      Mais do que ter sido podado pelos mandachuvas, me parece que ele acreditou demais nas baboseiras que disse.

  • Ismael

    Na boa, minha mente não processa muito bem a idéia dos portáteis. Principalmente agora num mundo com os smartphones virando coisa comum.

    E quanto mais poderoso fica um PSP da vida, mais me faz pensar que poderia ser um console "desktop" novo, que maior o prejuízo caso roubado (vale pros smartphones também).

    Mas a questão da mobilidade: Ok, no Japão deve ser tranquilo andar com um desses nos trens limpos do metrô. Aqui, nem pensar, mas mesmo nos EUA isso já é considerado perigoso.

    Fora que prefiro carregar só um aparelho caro pra ser roubado por vez, e fico com o celular então.

    Não levem a mal, nada contra, eu não compraria, mas quem gostar compra. Só não vejo muito espaço.