ZTOP

O (iní­cio do) fim dos discos PATA em desktops

seagate_disk.jpgAcabei de conversar com meu colega Carlos Valero, gerente técnico da Seagate no Brasil. Ele confirmou uma velha história de que a Seagate não iria mais fabricar discos para desktops com interface Parallel ATA (PATA) — também conhecido como EIDE/ATA.

Segundo o executivo da Seagate, o novo modelo Barracuda 7200.11, que acabou de chegar ao mercado, estará disponí­vel apenas na versão SATA.

Apesar disso, Valero deixou claro que a interface PATA ainda continua a existir em algumas linhas de discos de 7.200 rpm da empresa, como a DB35, voltada para media centers, e a SV35.2, indicada para sistemas de monitoramento de ví­deo, cujas aplicações trabalham quase que essencialmente com a leitura e gravação de dados sequenciais e não exigem desempenho propriamente dito.

No caso dos desktops, a demanda do mercado exige interfaces cada vez mais velozes e eficientes, de modo que o padrão SATA é o caminho a ser seguido – vide as inúmeras placas-mãe mais novas que só contam com esse padrão ou, no máximo, liberam apenas uma porta EIDE/PATA para a unidade de CD/DVD.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.