ZTOP

Review: Western Digital VelociRaptor WD600HLHX

Apesar de seu brilho ter sido meio ofuscado pelos discos SSD, o Western Digital VelociRaptor WD60000HLHX ainda é um produto respeitável e dono de características únicas que nem a concorrência se atreve a bater de frente.

Assim como seu antecessor, o WD6000 é um disco rígido de 2,5 polegadas montado sobre um maciço tolete de alumínio (que eleva seu peso para 497 gramas) e cujas aletas dissipadoras de calor agora estão dispostas na horizontal, ao contrário da aerodinâmica versão de 300 GB. Mais do que um item estético, ele torna esse disco compatível com os atuais padrões de mercado permitindo sua instalação em qualquer baia de disco de 3,5 polegadas, apesar de o disco propriamente dito ser tão alto que nem poderia ser usado em um notebook. Interessante notar que como esse HD não se enquadra na nova estratégia de cores da empresa, ele ganhou sua própria: amarelo.

O uso de um disco tão pequeno se justifica pelo fato de que assim, sua cabeça de leitura e gravação têm um curso/movimento bem menor. Somado a sua velocidade de giro de 10.ooo rpm (contra 5.400/7.200 rpm de um disco padrão), torna ainda mais ágil o processo de leitura e gravação de dados na mídia. Isso, porém, tem seu preço: uma considerável geração de calor (o que explica o uso de um dissipador tão grande) e sua capacidade de armazenamento — no máximo 600 GB —, um valor modesto se levarmos em consideração que um HD de desktop de 3,5 polegadas convencional pode armazenar até 2 TB.

Um incoveniente do modelo anterior era a posição de seu conector SATA que ficava num local mais central do disco, o que impedia, por exemplo o sua correta instalação em gavetas ou gabinetes externos. Isso foi corrigido no novo disco com a implementação de um curioso adaptador que “transfere” os sinais do disco…

… para uma placa de circuito equipada com um conector SATA localizado na posição correta (yay!):

Tecnicamente falando, o novo VelociRaptor WD6000HLHX vem com 32 MB de cache interno, porta SATA 600 (uia!) e garantia de fábrica de 5 anos (c0ntra 3 do Caviar Green e Blue). De um certo modo, o VelociRaptor é um produto mais voltado para entusiastas e o mercado corporativo — especialmente em aplicações de missão crítica 24/7 — um mundo onde confiabilidade, desempenho e tempo de resposta são características muito mais importantes do que armazenamento propriamente dito.

Se comparado com seu antecessor, o WD6000HLHX praticamente dobrou sua capacidade de armazenamento (saltando de 300 GB para 600 GB) e segundo a fabricante, consome até 35% menos energia que as gerações anteriores. De fato, nos testes realizados, esse disco realmente esquentou menos que a versão de 300 GB.

O HDTach 4.01 nos mostra mais detalhes das entranhas do disco:

Nos testes realizados, o novo Velociraptor manteve uma taxa de transferência média de 114,6 MB/s e um tempo de resposta de 7,1 ms.

… ligeiramente melhor que seu antecessror 300 GB:

Mas se comparado com o SSD Intel X25-M 2G de 160 GB:

Como disse no início deste review, em termos de desempenho os novos SSDs realmente arrepiam quando o assunto é desempenho, mas mesmo assim é inegável que o VelociRaptor é um produto que se mantém atual e ainda é uma opção interessante para aqueles que precisam de um disco veloz e confiável e ainda não querem entrar de cabeça no mundo dos SSDs por receio de acabarem com um galo na testa. Fora isso, seu preço sugerido de US$ 318 (ou US$ 0,53/GB armazenado) ainda é bem mais acessível que um SSD como o X-25M de 160 GB, cujo preço está na faixa dos US$ 500 (ou US$ 3,12/GB armazenado).

Resumo: Western Digital VelociRaptor WD600HLHX

O que é isso? Disco rígido de alto desempenho para entusiastas, servidores de missão crítica, workstations etc.
O que é legal? Capacidade dobrou para 600 GB, já vem com porta SATA 600 e resolveu o problema da posição da porta SATA.
O que é imoral? Apesar ser de veloz para um disco magnético, ele perde em desempenho para um disco SSD.
O que mais? Mesmo assim, o Velociraptor  ainda apresenta uma melhor relação de custo x GB armazenado.
Avaliação: 8,0 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
Preço sugerido: US$ 318
Onde encontrar: www.wtc.com/pt

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Pingback: Tweets that mention Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência. » Review: Western Digital VelociRaptor WD600HLHX -- Topsy.com()

  • dflopes

    eu ri muito do tolete de aluminio… 😉

    e não entendi pq toda essa carapaça de aletas, prejudicando as conexões e ncarecendo o produto (desnecessariamente) ao necessitar de uma placa auxiliar.

    Vai ver foi algum engenheiro que projetou o disco, e qdo viu o que fez, meteu a placa lá (falo isso pq sou um, e temos um ditado: engenheiro resolvem problemas, só não fica tão bonito)

    • mnagano

      No passado, os discos de 10.000/15.000 rpm costumavam esquentar bem mais que os modelos para desktop de modo que esse bloco de alumínio tem dupla função: ajudar a dissipar o calor do VelociRaptor e compatibilizá-lo com os padrões de formato do mercado, já que ele é maior que um disco de Note e também é voltado para o mercado de entusiastas onde os modelos de 3,5" são mais populares.

      Chegamos a testar a versão anterior e a conexão era direto no disco (com o conector ao centro)… e ele não encaixava na minha doca de HD da Thermaltake.

      Dang…
      http://www.amazon.com/Thermaltake-BlacX-eSATA-Doc

  • rubens

    Da primeira vez, eu li "tablete" :p

    A cor amarela não seria porque, diferente dos Caviar, o VR é voltado pro "enterprise"?
    E, apesar de não fazer diferença, a placa-mãe usada é compatível com SATA600 Nagano?

    Dias atrás tava conversando com um amigo: para um usuário avançado, vale mais pegar um VR600 (ou RAID com 2 :p) ou usar um SSD (confiável e com TRIM) pra sistema e aplicativos com um HD (talvez até um 5400) pra arquivos comuns?

    /pentelho mode on
    Será que não tem um nome melhor que "disco ssd"? 🙂
    /off

    • Eu particularmente gosto do termo "Disco de Estado Sólido" mas gasta muitos toques.

      • rubens

        É que só agora eu me dei conta que não é um "Disco". :p