ZTOP

Review: Sony Ericsson Xperia Arc

O smartphone Xperia Arc é o primeiro aparelho da nova geração de Androids da Sony Ericsson a chegar ao Brasil (ainda faltam o Play e seus irmãozinhos). Pontos positivos: design ultrafino, tela grande, nova interface para o Android 2.3 “Gingerbread” e uma ótima câmera (melhor que a do Xperia X10). Pontos negativos? Eu conto no final do texto.

>>> Galeria de fotos: Sony Ericsson Xperia Arc

A tela do Arc, de 4,2 polegadas, preenche quase toda a superfície do aparelho. Abaixo da tela, três botões de controle e, acima dela, o botão de liga/desliga e uma saída de vídeo mini HDMI (cabo incluso na caixa). O Arc usa um processador single-core Qualcomm Snapdragon de 1 GHz que roda aplicativos rápido (quais apps são prontos para dual-core hoje, por sinal?) e com efeitos 3D fluidos.

Na lateral direita, a porta mini-USB usada para recarregar a bateria e transferir dados para o computador e um botão para controlar a câmera na extremidade inferior. O design em “arco” do aparelho se adapta bem na mão, com uma curvatura natural (e bastante bonita, por sinal), e o Arc cabe em qualquer bolso: apesar da tela grande, tem apenas 8,7 mm de espessura – um pouquinho mais fino que o LG Optimus Black, um bom concorrente para o Arc, por sinal.

No Arc, a Sony Ericsson fez suas modificações de interface e inseriu seus programas próprios para gerenciar redes sociais. A interface é um destaque: diversos widgets animados e a ótima opção de organizar os aplicativos do seu modo, conforme importância ou nome, por exemplo.

O Mediascape, gerenciador de mídia presente no antecessor Xperia X10, foi embora com o Android 2.3 (aleluia!), que tem um novo media player, mas a central de redes e mensagens Timescape continua lá (nada que não possa ser substituído e melhorado com o uso de apps próprios das próprias redes sociais).

Um ponto muito importante no Xperia Arc é a qualidade de ligação. Um microfone na parte traseira do aparelho ajuda a filtrar o ruído ambiente, aumentando bastante a qualidade do áudio no aparelho, tanto no alto-falante interno quanto no viva-voz. A câmera, de 8 megapixels de resolução, é o grande destaque do aparelho.

A câmera gera imagens nítidas graças ao processador Exmor-R (uma variante para celulares do chip usado em câmeras fotográficas da Sony) e bons vídeos em alta definição (720p) – tem uma galeria de exemplos no Flickr.

Para assistir na tela grande, basta ligar na TV com o cabo miniHDMI. O recurso de disparo por sorriso – algo também presente em outras câmeras Sony – funciona muito bem. O botão de disparo da câmera na lateral do Arc parece ser um item sem sentido no smartphone: fica muito próximo à extremidade inferior do aparelho, tornando um pouco complicado clicar e segurar o aparelho ao mesmo tempo. É melhor usar o recurso de disparo por toque na tela, item comum no iPhone e outros Androids.

E o que o Xperia Arc tem de problemas?

1) Bateria: melhor que a do Xperia X10, aguenta um dia com 3G + redes sociais + e-mail + um pouco de música, mas no meu caso travou a tela diversas vezes quando a carga atingiu níveis abaixo de 20% (como se perdesse a sensibilidade).

2) Fragilidade da tela: uma imagem resume a história:

Talvez por ter uma borda mais fina, o Arc não resiste muito bem a encontros repentinos com o chão. Se você achava que só o iPhone era frágil assim, se enganou. O aparelho continuou funcionando bravamente após sua queda, sem perder desempenho. Mas um riscão na tela (ou vários) incomoda bastante.

Pergunta do milhão: Você compraria um Xperia Arc? Sim. Pela câmera, pelos novos recursos de interface customizados pela fabricante e se começarem a vender uma capinha protetora. Pelo preço oferecido desbloqueado, não – por R$ 300 a mais dá pra comprar um Samsung Galaxy S II, já com processador dual-core ou por R$ 100 a menos, um LG Optimus Black com tela menor e mais brilhante.

Resumo: Sony Ericsson Xperia Arc
O que é isso? Smartphone com sistema operacional Android 2.3 “Gingerbread”.
O que é legal? Câmera de 8 megapixels muito boa, design fino, tela grande.
O que é imoral? Gerenciamento de bateria ainda deixa a desejar, botão da câmera fica em posição ruim.
O que mais? Interface aprimorada com melhor organização de apps, media player nativo do Android é melhor que o Mediascape da Sony Ericsson.
Avaliação: 7,0 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
Preço sugerido: R$ 1.699 (desbloqueado)
Onde encontrar: www.sonyericsson.com.br

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • helviomota

    Santo gorilla glass. Meu N8 já desafiou a gravidade algumas vezes, e resistiu incólume.

    • observador

      O meu está com um belo risco em baixo relevo, resultado do encontro com uma borda de prato.

  • Arthur

    Hahaha… sites como esse são formadores de opinião… to vendo que muita gente vai pensar 2x em comprar um telefone celular caro desses… essas coisas acontecem, não estou defendendo nenhuma marca… mas certamente vai aparecer alguem aqui que teve o mesmo problema com outras marcas….

    Ps: minha única esperança é o Xperia Neo…. mais barato que este ai… e com o hardware que dá pra se fazer qualquer coisa nele… (aplicações android)… telefone top de linha aqui no Brasil é sempre sinônimo de prejuízo.

  • scamar

    Meu Atrix já caiu três vezes e está intacto e funcionando perfeitamete. Gorilla glass deveria ser item obrigatório nos smarts top, talvez uma exigência da Anatel para certificação em nosso mercado. Acorda, SE! Uma dúvida: esta tela trincada tem cobertura da garantia?

    • henriquem

      boa pergunta pro pessoal da sony ericsson. até onde sabemos, nossa unidade de review foi enviada para a assistência técnica…

  • cdsmaker

    Há quem pense que p gorila glass é indestrutível, o iphone 4 é todo feito de gorila glass mas racha do mesmo jeito.

    • Sérgio

      Isso não é verdade amiguinho, a Apple não quer nem saber de Gorilla Glass,ou seja, caiu no chão com a tela pra baixo estilhaça que nem uma taça de cristal.

  • cdsmaker

    Eu não compraria um outro Android, tenho péssimas experiências com meu Galaxy S.

  • fulanooo

    Quer um ponto negativo ?

    no ES tem UMA assist. técnica sacaneando e roubando peças de usuários …

    aqui não vale a pena, por ser GRIFE (leia-se : PREÇO MAIS CARO) e pela falta de assit. técnica com ética e qualidade no estado do Espirito Santo…

  • Pingback: LG Optimus Black: o brilho da tela sob o sol — ZTOP ZTOP()

  • Pingback: Review: Samsung Galaxy S II — ZTOP ZTOP()

  • Pingback: Gadget do dia: Sony Ericsson Live with Walkman()

  • Pingback: IFA 2011: Sony Ericsson Arc S chuta o balde com processador de 1,4 GHz()

  • Pingback: Review: Motorola Defy+()

  • Pingback: Review: Apple iPhone 4S()

  • Valdeci

    cara, vcs estao me deixando confuso com tantos comentarios. Acabaei de comprar um xperia arc na net e estava me cahando o todo poderoso, mas vcs me baixaram a auto estima. Afinal presta ou nao esse smart?