ZTOP

Review: Motorola Xoom 2 Media Edition

O Motorola Xoom 2 Media Edition, lançado no final de 2011 no mercado brasileiro, é o sucessor multimídia do Xoom, primeiro tablet com Android 3.0 à venda por aqui. É, sem dúvida, um produto melhor que o original (anunciado na CES 2011), embora algumas questões de design permaneçam no aparelho.

Nas especificações técnicas, o Xoom 2 Media Edition traz um processador dual-core de 1,2 GHz e tela de 8,2 polegadas (1280 x 800) com Gorilla Glass e proteção contra respingos, câmera traseira de 5 megapixels com flash LED e dianteira de 1,3 megapixel, 1 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno. E a versão vendida por aqui é apenas Wi-Fi (sem 3G para você), rodando Android 3.2.

O tamanho do tablet é mais agradável pela dimensão da tela, mais fácil de pegar e segurar.

O acabamento nas bordas é emborrachado. Na parte traseira…

…o Xoom 2 tem uma câmera que filma em HD (720p) e fotografa em 5 megapixels…

…e o botão de liga/desliga (à direita) e o controle de volume. Essa questão do botão traseiro confunde quem usa o tablet, como no Xoom original, já que a superfície emborrachada confunde um pouco sem olhar para a parte de trás do gadget. No geral, o design do Xoom 2 Media Edition é melhor que do Xoom original (mas precisava ter tanto parafuso à vista na parte de alumínio?).

Nos aplicativos pré-instalados, o Xoom 2 Media Edition sofre de um misto de diversão (Netflix, games, controle remoto) e produtividade (Citrix, Fuze Meeting, GoTo Meeting, Polycom Video). Pelo nome do produto (“Media Edition”), achei curioso o produto vir com tais apps corporativos instalados – é para consumidor doméstico ou corporativo, afinal?

Na parte de diversão, destaques para o Twonky, para acessar conteúdos de outros computadores/smartphones via DLNA.

Como o smartphone Motorola RAZR, o Xoom 2 conta com o software MotoCast, para troca de arquivos com o PC/Mac via Wi-Fi.

Um comentário geral: finalmente o Android Market para tablets evoluiu para uma interface melhorada.

A oferta de aplicativos, porém, continua limitada para tablets, mas já é maior que em comparação com o que estava disponível quase um ano atrás.

Ainda no software, o Xoom 2 Media Edition veio com o SwiftKey Tablet instalado – um teclado dividido que facilita bastante digitar na tela grande usando duas mãos.

O navegador padrão do Xoom 2 roda Flash, como os demais tablets Android. Ainda sou fã da sincronia de dados entre o Chrome do computador e o navegador do tablet via conta do Google.

Multimídia

O que importa no Xoom 2 Media Edition, independente do monte de tralha corporativa pré-instalada, é como o tablet multimídia (está no nome do produto, caramba). Como é comum nos tablets Android, não existe suporte nativo a codecs de vídeo além do MPEG-4/H.264 (comuns ao mundo Apple, por sinal).

A Motorola poderia ter instalado os codecs mais comuns (como AVI, por exemplo) no Xoom 2 Media Edition, como já tinha feito no RAZR (ou a Samsung fez no Galaxy Tab 10.1). A solução? Baixar o velho conhecido Dice Player, que agora tem uma versão gratuita com anúncios.

Aqui, o mais interessante é o áudio: a Motorola chama o recurso usado de “Som Surround Virtual”, e a experiência é realmente boa para ouvir sem fones. Um exemplo em vídeo da reprodução de músicas e do nosso arquivo padrão de vídeo “Big Buck Bunny” em 720p, 480p e 1080p – sem engasgos.

E a reprodução de vídeo em screenshots de diferentes definições: 480p

720p

e 1080p. Repito: sem engasgos em nenhuma delas (e em outros arquivos AVI/MKV testados). Ponto pro hardware do Media Edition.

Sob testes:

O Xoom 2 Media Edition se encaixa em uma nova geração de tablets com Android. Ainda não é o aparelho com Android 4.0 e Nvidia Tegra 3 (Asus Transformer Prime, te esperamos!), mas tem desempenho geral (Quadrant e Antutu) e de navegação (Vellamo) maiores, mas em alguns casos ainda muito próximos, dos benchmarks realizados nos tablets de 2011 (Asus Transformer, Asus Slider, Samsung Galaxy Tab 10.1, Samsung Galaxy Tab 8.9os números abaixo são de uma unidade de review estragada pela interface da operadora Claro, sem serviços do Google e com busca do Yahoo! – e Positivo Ypy).

A duração da bateria fica dentro das estimativas da Motorola (6 horas para uso direto no Wi-Fi e 6 horas para reprodução de vídeos). Na prática, duas horas de Angry Birds drenaram 60% da carga 🙂

Conclusão

O Motorola Xoom 2 Media Edition é mais um dos inúmeros tablets com Android que tenta, de algum jeito e sem muito sucesso, abocanhar o espaço de mercado que o Apple iPad conquistou nos últimos dois anos (ou 15 milhões de unidades em um único trimestre). É um bom aparelho? Sim, cumprindo bem sua missão de tablet multimídia, mas surge em um momento de transição de plataforma, com a chegada em breve dos aparelhos quad-core Tegra 3 e Android 4.0 e, quem sabe, do iPad 3 no próximo mês.

A questão dos aplicativos ainda importa (e estou falando de qualidade, não quantidade): para ficar em um exemplo, muitos apps de revistas ainda redirecionam para o site delas (não existe uma “Wired” para Android como existe para iPad). Espero que o Android 4.0 traga boas notícias.

Pelo preço sugerido de R$ 1.299 e sem opção de 3G, vale a compra quando o preço baixar em alguns meses, caso você realmente precise de um tablet Android.

Resumo: Motorola  Xoom 2 Media Edition
O que é isso? Tablet com sistema operacional Android 3.2.
O que é legal? Bom desempenho multimídia, som surround, resolução da tela
O que é imoral? Apenas conectividade Wi-Fi, botão de liga-desliga na parte traseira confunde o usuários
O que mais? Câmera HD razoável, vem cheio de apps corporativos
Avaliação: 7,5 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
Preço sugerido: R$ 1.299
Onde encontrarMotorola

 

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Yapis

    Esse problemas de bloatware é só na versão da claro?

    A motorola anunciou se vai receber o ICS?

    O preço tá até bom, mas eu comprei o prime com a base por esse mesmo preço!
    549 euros.

    Valeu 😀

    • henriquem

      o bloatware é no Galaxy Tab 8.9 que recebi pra testes
      sobre o ICS, nada ainda, mas o Xoom original já recebeu lá fora… (e, sim, o Prime é bem mais "tablet" na questão custo/benefício)

  • Ótima review Henrique, o peso dele é similar ao do Ipad 2 ou não tanto ?

    • henriquem

      peso do ipad 2: 601 gramas // xoom 2 media: 386 gramas (uia!)

      • Alair

        Que bacana, peso pena na elite dos tablets, acho que a Motorola poderia melhorar o layout do tablet deixando a menos similar como o Moto Razr.

  • Luis Felipe Ramos

    Olá,

    Estava para postar uma pergunta referente aos tablets e surgiu esta oportunidade.

    Minha filha usa um Coby 7020. Muito bom, boa qualidade, velocidade. E uso para ouvir músicas de vez em quando. Com muito boa qualidade.

    Mas estes dias tive acesso em uma loja do shopping ao eePad da Asus (aquele com o teclado retrátil) e ao Xoom original.

    Fiz alguns teste, gostei da usabilidade, da velocidade do clique na tela e das respostas.

    –>> Mas fiquei profundamente decepcionado com a qualidade do som!!! Apertei o botão para o máximo de volume e mal consegui ouvir uma música ou mesmo a gravação da minha voz!!!!

    Terrível. Eu tinha a ideia de comprar um tablet para usar como tocador de música ambiente em uma sala onde trabalho e pelo que eu pude perceber estes dois não servem.

    Vocês já fizeram algum testes deste tipo ou já perceberam esta questão do volume nos tablets testados?

    Fica a minha dúvida, ainda mais neste modelo que é multimídia.

    Obrigado.

    • henriquem

      Luís, som bom mesmo só com um par de alto-falantes externos. No geral, é para uso pessoal – mesmo esse Xoom 2 fica bem para ver um vídeo sozinho, mas com mais de uma pessoa no local ou até mesmo como aparelho de som, é melhor conectar um dock ou som via cabo 3,5 mm…

      • Luis Felipe Ramos

        Olá,

        HUmmm, pois é, mas nesse caso o tablet fica devendo.

        Eu já uso me Nokia 5530, com um som muito bom, o ruim é que quando chega uma ligação, mesmo no silencioso, ele interrompe a música.. :<<<

        E a ideia de carregar uma caixa externa, por menor que seja é muito ruim.


        Por outro lado o som do Coby é razoável, mas eu não queria um tablet de 2a linha. :<<

        Soa meio estranho um Coby ter uma qualidade e volume de som bom enquanto um Xoom multimídia ou Asus que custam 3x, 5x, mais não corresponderem.


        Mas obrigado pela resposta.

        Vou continuar pesquisando, sendo que antes de comprar vou pedir para experimentar o som!!!!!

        • mnagano

          O que precisa ser observado nesse caso é a maneira como as pessoas interagem com a música.

          Segundo o Rogério de Paula antropólogo do grupo de etnografia da Intel (e chapa deste Ztop), para muitos brasileiros ouvir música é uma atividade coletiva ao contrário de outros países do hemisfério norte como EUA, Europa e Japão onde isso é uma experiência pessoal, o que explicaria porque o Walkman e os players de MP3 nasceu nesses países.

          Já por aqui alguns "audiófilos" estacionam seus carros na calçada, abrem o porta-malas recheados de alto falantes e ligam seus sistemas se som no último volume e sem se importar muito se quem está por perto está gostando ou não do que estão ouvindo. De fato, uma das poucas críticas que ouço sobre os brasileiros no exterior é que eles são "barulhentos".

          Assim, como o tablet foi criado por essa mesma cultura que criou o Walkman, não espere encontrar esse dispositivo com som de Boombox.

          Isso explica

          • Luis Felipe Ramos

            Opa,

            Legal, legal. :> Gostei da explicação. hehehhehehe.

            Mas no meu caso não é bem um som coletivo…. hahahahahha

            É ouvir uma boa música em uma sala de, digamos 3×3 enquanto trabalho e faço atendimentos.

            Talvez eu tenha experimentado os dois modelos em ambientes muito movimentados e isto tenha dificultado.

            Vou pegar o Coby da minha menina e vou novamente em um destes locais para comparar o volume dos dois.


            Eu esperava um pouco mais do Zoom multimídia pois o mesmo tem um subwoofer não é isto?

            Obrigado.

          • Yapis

            isso explica também porque por aqui tem fones de ouvidos por 1000 euros. Para mim foi chocante no começo, mas hoje eu vicei, tenho um in-ear da monster. Cheguei a conclusão que nunca tinha escutado música hehehehe

          • henriquem

            fones in-ear têm ainda o adicional de você não precisar emprestar pra ninguém 😛

          • Yapis

            exato!

            Metrô de manhã aqui parece um monte de zumbi, cada um com seu fone com tablet/phone/mp3.
            Mas OK, melhor do que ser obrigado a escutar FUNK hsaeuahsuesaea

          • Marvels

            Independente onde vc esteja parabens, vc esta fora do brasil, fico com inveja.

  • Rich

    E aquela capa mágica protetora, igual do iPad? Já está a venda no Brasil?

  • Olá Henrique, criei faz alguns dias um blog sobre tecnonlogia, semelhante ao ZTOP, e como não tenho material para postar algumas noticias ou reviews de gadgets, queria saber se posso postar alguns reviews de seu site lá(já fiz isso). Mas no final de cada postagem digo a fonte original do texto/review, ao qual é do ZTOP. Mas se nao puder fazer isso, apago todos os posts retirados daqui sem nenhum problema.

    • henriquem

      Wesllley, leia os termos de uso e adapte o conteúdo: http://ztop.com.br/sobre/termos-de-uso/ []s!

      • Obrigado! Nos posts onde retirei conteúdo do ZTOP citei a origem e linkei a fonte original da matéria, pois eu leio seus reviews e tento tirar minhas próprias conclusões, sem copiar todo o conteúdo, apenas em alguns pontos. Parabéns pelo seu trabalho neste excelente site, juntamente com toda a equipe, com seus reviews bem detalhados e explicativos.

        • Hermengildo

          Só esqueceu de passar para nos o endereço 😛

  • tbastosphone

    quando vão entender que é o preço que vai fazer a diferença?

  • mytzplik

    Esse chanfro, huahauha, perae, deixa eu parar de rir aqui, hauhauhuhAFAJOdffoj eita form fator desastroso, haushaushs

  • Fernando

    A qualidade da tela é igual a do Xoom 1 ? pois se for ainda perde muito para seus concorrentes, o brilho e a gama de cores do Xoom 1 eram muito ruins, principalmente comprarando com a Apple ou a SS.

    abcs

  • Não é por nada não mas…. Nunca vai ser um iPad hahaha

  • Henrique,

    Eu tenho um XOOM (não é o XOOM 2 )que eu trouxe dos Estados Unidos. Ele já está com o Ice Cream 4.0.3. Não ví ninguém comentar isso por aí. Todos os tablets da Motorola já podem fazer o upgrade.

  • Nathan

    Alguém está tendo problemas em conecta-lo a rede Wifi? Ele encontra o sinal do meu roteador, mas não consigo conecta-lo a internet. Alguma dica?

  • Pingback: Hands-on: Motorola Xoom 2 (3G)()

  • Patrícia Benevides

    O meu XOOM 2 3G Media Edition (comprado na Fastshop aqui no Brasil) está apresentando os seguintes problemas:
    – Falha ao alternar de Wi-fi para rede de dados 3G, ou seja, saio do alcance de uma rede wi-fi e ele não assume a rede 3G automaticamente o que me obriga a rebutar a máquina ou ligar e desligar a rede 3G em configurações;
    – Internet 3G muuuuuuuuuuuito lenta! Utilizava o mesmo chip no Ipad 2 e era ótimo! Minha operadora é a Claro.

    Alguém passando por isso? Existe algum procedimento que eu possa adotar?

    • henriquem

      não está na garantia?

  • Alan

    Nao consigo conectar as contas da google e nem resetar para as configurações de fabrica. Alguem sabe o porque?