ZTOP

Pocket Review: Tectoy Nabaztag


Como eu disse na semana passada, Nabaztag está entre nós. O coelho wireless da Tectoy (criado pela francesa Violet) é um brinquedo (sim) high-tech bem divertido (e caro, por sinal). Fica no limite entre o objeto de desejo de uma criança – afinal, ele “fala”, pisca e mexe as orelhas – e de um adulto – já que, pela sua ‘fofura’ e simplicidade no design, pode ser considerado um legí­timo exemplar de toy art (ops, brinquedo de adulto, em tradução livre).O ví­deo acima mostra algumas funções do Nabaztag, como receber mensagens, ler feeds de notí­cias, falar a previsão do tempo e até ficar “possuí­do” (!!!). (link para o ví­deo).Configurar o Nabaztag é relativamente simples. Ele funciona com redes Wi-Fi abertas ou com segurança em WEP ou WPA (WPA2 não funciona, por sinal – justo o que tenho aqui no escritório) e, antes de entrar em ação, é preciso configurar direto no coelho a rede (desplugue o cabo de força, pressione o botão superior, ligue de novo até ficar azul). Ele irá aparecer como uma nova rede sem fio – vá a 192.168.0.1 no browser e entre direto na configuração. Se tudo der certo, ele irá mudar de azul para laranja e verde.Depois de configurado, todos os comandos do Nabaztag são enviados via internet. Após cadastrar o coelho no site oficial, é possí­vel enviar mensagens, configurar alertas e o que o seu coelho (que terá um nome de batismo) irá “falar”. Serviços básicos, como tai chi chuan (feito com as orelhas), rádios online (alguns serviços do UOL incluí­dos), feeds RSS, músicas em MP3, despertador… tudo para seu coelho ter uma “nabvida” completa.

Orelhas azuis de NabaztagO Nabaztag fala português (com vozes feminina e masculina), além de outros idiomas. O reconhecimento de voz (pressione o botão superior e fale em direção ao pequeno microfone na frente do coelho) funciona, por enquanto, em inglês em espanhol – e nem sempre o Nabaztag te entende. Se você quiser ouvir todas as mensagens mais recentes de novo, basta pressionar o botão superior – e o coelho desanda a falar.

Como é um produto conectado, a comunidade criada em torno do Nabaztag permite interações com outros coelhos. Em vez de mandar um SMS para a namorada, envie uma mensagem para o coelho dela (mesmo sem ter um coelho, basta se cadastrar no site). Ou até faça um “casamento” entre dois espécimes – quando mexer a orelha de um, o outro “receberá” o movimento e repetirá o ato. Curioso. Se cansar do coelho falante, dá para diminuir o ritmo de alertas.

Além disso, o Nabaztag permite personalizações. Troque as orelhas (um par extra custa R$ 49,90), encontre roupas para imprimir na comunidade online, rabisque o coelho com canetas (afinal, ele é todo branco!). Aí­ sim ele fica ainda mais com cara de “toy art”. Detalhe do ví­deo: no final, quando ele fica todo vermelho e apitando, não tenho idéia do que fiz para ele ficar “possuí­do”. O legal é que o Nabaztag é hackeável com facilidade, já que tem sua API aberta.

É divertido? Sem dúvida. É útil? Bem, utilidade e diversão nem sempre se encontram. Não é algo tão “multimí­dia” como um Chumby (que até tela LCD tem), mas se você tem R$ 899 para gastar e crianças (pequenas ou grandes) para impressionar, o Nabaztag é a escolha certa.

Nagano comenta: Uma coisa que não fica clara nesse review ou em qualquer foto de divulgação é o tamanho desse coelho. Eu achava que ele não era muito mais alto que uma latinha de refrigerante, mas o bichino é bem grandinho – quase do tamanho de uma jarra de suco. Você tem as medidas corretas, Henrique?

Henrique responde: sim, ele é grande sim. 23 cm de altura e 419 gramas de peso.

Resumo: Tectoy Nabaztag
O que é isso? – Coelho eletrônico com conectividade wireless
O que é legal? – Ele fala muito. Interage com o usuário, tem comunidade online crescente. E faz tai chi chuan.
O que é imoral? – É caro. Orelhas coloridas são cobradas í  parte. Não é compatí­vel com WPA2, para maior segurança na rede sem fio.
O que mais? – Pode “casar” com outros coelhos.
Avaliação: 3,5 (de 5).
Preço sugerido: R$ 899.
Onde encontrar: www.tectoy.com.br

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Depois deste video, percebi a total falta de utilidade deste “brinquedo”, R$100,00 seria um valor mais do que justo.

  • Parece um pokemon! Achei um inútil, mas nao deixa de ser simpatico. Ele tem despertador? Essa seria uma funcao boa!

  • Predo

    É um brinquedo, cáspite. porque as pessoas querem alguma coisa útil de um brinquedo? cuueeeeeeellhooooooooooo!!!!

  • Rebeca

    Comprei um Nabaztag no impulso umas duas semana atrás, achei meio dificil de ligar, mas depois que consegui foi facil fazer ele falar e cantar.
    Adorei o coelho, ele fica na minha mesa, mexendo as orelhas e falando o que eu quero e o que ele quer também.risos. Sucesso total qdo meus amigos vão em casa.

    No post vc falou sobre orelhas coloridas que vendem separadamente… você sabe onde vende em São Paulo?
    Ps> Claudia, ele tem despertador sim, coloco ele para tocar uma musica em MP3 que eu gosto.

    Abraços, e parabéns pelo Blog