ZTOP

Pocket review: Mega Drive Portátil

megadrive_intro.JPG

Com 20 anos de mercado, a Tectoy foi uma das pioneiras no Brasil a explorar o segmento dos chamados brinquedos eletrônicos de alta tecnologia. Apesar de ter lançado robôs educacionais, computadores infantis e até mesmo ursinhos de pelúcia falantes, a empresa ainda hoje é lembrada pelos seus consoles de jogos e tí­tulos da Sega que a mesma trouxe para o Brasil.

Apesar da empresa ter se reinventado nesses últimos anos, ela sempre manteve viva a sua linha de videogames, com uma estratégia de correr por fora com produtos simples, porém criativos, em especial os consoles com bibliotecas de jogos pré-carregados. Entre eles, talvez o mais interessante seja o Mega Drive Portátil, um pequeno game de bolso com características únicas que podem agradar tanto as crianças quanto adultos.

Rigues diz: review atualizado em 14/01/08, com meus comentários (lá no final) sobre o brinquedo

Medindo aproximadamente 13,5 x 6,0 x 2,0 cm (LxAxP) e 195 gramas de peso, o Mega Drive Portátil é ligeriamente maior que um maço de cigarros e por causa das suas linhas curvas, ele proporciona uma pegada bastante confortável mesmo para crianças com mãos pequenas, cujos botões estão dispostos do mesmo modo que o controlador original. A única adição é o botão Menu, que ativa a lista de jogos a qualquer momento.

megadrive_dentro.JPGSeu acabamento externo é bom e seu padrão de construção bastante simples e sem peças móveis. Desse modo, acredito que o produto seja capaz de resistir a quedas ou até mesmo a um bolso cheio de moedas. Sua parte mais sensível é a área da tela, coberta por uma capa transparente propensa a riscos. Como segurança adicional, existe na sua lateral, um ponto de fixação para amarrar uma correia de pulso ou de pescoço (não inclusa no pacote).

megadrive_lcd.JPGComo todo portátil que se preze, ele possui um pequeno LCD em cores de 2,5″ capaz de reproduzir bem os jogos principalmente em ambientes fechados (ela não funciona tão bem sob o sol). Mas isso era de se esperar, já que esses títulos foram feitos para serem jogados numa TV. Entretanto, isso não chega a ser um problema sem solução, já que uma das grandes sacadas desse videogame é o fato dele também poder ser ligado numa TV normal por meio de um cabo de vídeo + som que já acompanha o produto.

O Mega Drive Portátil é alimentado por três pilhas palito (tipo AAA) que são, por sinal, sua única fonte de energia, ou seja, nenhuma entrada para adaptador de rede elétrica, que poderia ser útil quando usado em casa e ligado no aparelho de TV.

Em ação:

Assim como todos os atuais consoles da empresa, o Mega Drive Portátil já vem com 20 títulos pré-instalados, todos em inglês e sem manual de instruções. São eles:

  1. Alex Kidd in the Enchanted Castle
  2. Alien Storm
  3. Altered Beast
  4. Arrow Flash
  5. Columns III
  6. Crack Down
  7. Decap Attack
  8. Dr. Robotnik’s Mean Bean Machine
  9. Ecco the Dolphin
  10. Ecco Jr.
  11. E-SWAT: Cyber Police City Under Siege
  12. Flicky
  13. Gain Ground
  14. Golden Axe
  15. Jewel Master
  16. Kid Chameleon
  17. Ristar
  18. Sonic and Knuckles
  19. Shadow Dancer – The Secret of Shinobi
  20. The Revenge of Shinobi

Trata-se de uma seleção de jogos de ação (Sonic, Ristar), aventura (Alex Kidd), estratégia (Columns III, Dr. Robotnik’s), tiro/side shooting (Arrow Flash), plataformas (Shadow Dancer) e algumas idéias originais (Ecco). Notei uma preferência pelos jogos de plataforma (onde o herói avança para a direita, se livrando dos inimigos com socos e pontapés, tiros e outros objetos contundentes) e, estranhamente, não existe nenhum jogo de esportes (World Championship Soccer), luta (Virtua Fighter) ou mesmo de corrida (Super Monaco GP)  e este último, por sinal, faz muita falta.

megadrive_read.JPGJogando com sua telinha LCD, a experiência de jogo no geral é boa, apesar de que alguns textos ficarem pouco legíveis em certos títulos (direita). Notamos também que apesar de alguns jogos como Dr. Robotnik’s oferecerem opção para dois jogadores essa não funciona neste produto.

Ao ligar o Mega Drive Portátil na  TV, a experiência de jogo é a mesma de qualquer videogame do mercado, apesar de que já ouvi opiniões de entusiastas que, seu desempenho estar um pouco abaixo do original, além da experiência de som (mono) também não ser a mesma. O cabo de vídeo composto tem aproximadamente 2 metros, o que permite ficar relativamente distante do aparelho de TV e, graças a Deus, nada de modulador de RF para ligá-lo na antena.

Nossa avaliação:

No geral, minha impressão do Mega Drive Portátil é bastante positiva pelo seu ótimo padrão de construção, sua flexibilidade de uso dentro e fora de casa, sendo uma ótima companhia para jogadores casuais para qualquer hora. Ele só perdeu a oportunidade de ser perfeito pela sua seleção de jogos (que poderia cobrir mais estilos) e a dependência do uso de pilhas que, em algum momento, pode deixar o jogador na mão no momento mais crítico da partida.

Rigues complementa:

Finalmente consegui colocar minhas mãos no “brinquedinho”, e venho meter meu bedelho no review alheio pra apresentar minhas opiniões. Realmente ele é pequeno, impressionantemente pequeno, mas não chega a ser desconfortável. Tenho dedos longos e finos, o que às vezes me prejudica no videogame: não consigo, por exemplo, encontrar uma posição confortável sequer para jogar em um Gameboy Advance SP. Mas o Megadrive portátil aproximadamente tem o mesmo tamanho do controle original do Megadrive (sim, eu medi) e se encaixa perfeitamente nas mãos. Os controles são mesmo bem posicionados, embora os botões sejam um pouco pequenos, e macios na medida certa: respondem direitinho e não te deixam na dúvida se você apertou um botão ou não.

A tela é pequena mas perfeitamente usável. Não sei o que a TecToy entende por “alta resolução”, mas eu percebi a imagem como sendo um pouco granulada, embora isso não atrapalhe de forma alguma o jogo. O mais importante: ela não borra, o que seria um pecado imperdoável em jogos de ação. Creio que ela só se tornaria um problema em jogos com muito texto, como RPGs (por isso não há nenhum RPG entre os jogos na memória) . A saída de TV é passável, mas podia ser bem melhor: notei bastante “dot crawling” e algumas linhas de distorção na imagem.

Meu único problema com o console é a seleção de jogos: 20 jogos seriam o suficiente, se a seleção fosse mais apurada. É imperdoável a falta de clássicos da Sega como a série Streets of Rage (Notei que eles sempre ficam de fora em coletâneas. Algum problema de licenciamento?). Eu trocaria Shadow Dancer e Revenge of Shinobi por Shinobi 3, e substituiria Sonic & Knuckles pela versão “combo”, Sonic 3 & Knuckles: o jogo fica duas vezes maior, e você tem oito “slots” para salvar seu progresso na partida. Dr. Robotnik’s Mean Bean Machine é conceitualmente similar a Columns 3, que é superior, então o primeiro também levaria um pé na bunda. E Flicky é absolutamente dispensável, talvez esteja na seleção apenas para agradar a crianças bem pequenas.

Eu adoraria ter a possibilidade de trocar os jogos, que poderia ter sido implementada de diversas formas. Mas provavelmente a TecToy quis reduzir custos de produção e a logí­stica que acompanha o produto. Como está, o console mantém o interesse por um tempo, especialmente graças a jogos fantásticos como Ristar e Sonic & Knuckles, mas inevitavelmente vai “perder a graça” e ser relegado a um canto na prateleira. Ainda assim, até lá a criançada (e adultos nostálgicos) vai se divertir aos montes.

Se seu filho anda “pentelhando” por um videogame, não gaste seu suado dinheirinho com aqueles “PolyStation” que prometem 1 milhão de jogos em um. Pelo mesmo preço, o Megadrive Portátil é uma opção muito mais interessante e divertida. A molecada vai agradecer.

Resumo: Mega Drive Portátil
O que é isso? ” Videogame portátil com 20 jogos oficiais da Sega.
O que é legal? ” Bem construí­do, também pode ser ligado na TV.
O que é imoral? ” Funciona somente com 3 pilhas palito AAA.
O que mais? ” Poderia ter uma seleção mais diversificada de tí­tulos, faltou um jogo de corrida.
Avaliação: 3,5 (de 5,0).

Preço sugerido: R$ 200.
Onde encontrar: www.tectoy.com.br

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Pingback:   Pocket review: MobTV MT-100 by Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência.()

  • Pingback:   Não é o Wii (com certeza) by Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência.()

  • Pingback: Mega Drive Portátil at *Por Acaso - Um blog de Jaraguá do Sul para o mundo.()

  • opa, como só acehi esse post hoje, repito meu comentário: o mega drive portátil não é um bom investimento. muito frágil, não durou um dia funcionando bem comigo.

    já solicitei troca e estou aguardando um novo. mais:
    http://bloda.wordpress.com/2008/01/23/snif-eu-so-queria-jogar/

  • doda
    falei com o povo da TecToy e é só ligar no SAC que eles trocam – nem eles sabiam do defeito.

  • For

    Hum… Gostei da foto da placa… Agora tenho que comprar um… a segunda placa com 44 pinos é reveladora… Só de olhar pra ela posso afirmar que da pra trocar os jogos ou mesmo colocar um conector pra cartucho externo…

  • Renato

    Muuuuuuuuuuito interessante o seu comentário, For!!! Acho que vamos conversar mais algumas vezes… e dependendo do teor da conversa, já vou reservando R$200 para o meio do ano!!! ;=)

  • GameToy

    É… muito boa essa materia! tirou minhas palavras e para resaltar um bom jogo que deveria constar na lista chama-se COMIX-ZONE alem do Street of Rage…VECTOR MAN, etc.

    eu comprei um MDP(Mega Drive Portatil) tive problemas com as pilhas pq logo de cara gastei uma grana com pilhas recarregaveis… que não funcinam no aparelho apenas Alcalinas…

    -Mas la na caixa esta dizendo eu é que não li foi um erro meu…

    -Depois ao ligar na tv o aparelho deixou a desejar a imagem fica tremida horrivel não sei se é por causa da minha tv que é de 29 polegadas se for eles deveriam especificar…

  • Régis Dallecio

    O problema com meu MD portátil está em relação ao travamento espontâneo de alguns jogos. Ele já foi para a assistência técnica na qual foi trocada a placa, mas o problema persiste. Se alguém já teve esse problema, comente.
    Obrigado

  • Pingback:   Gadget do dia: Mega Drive 3 by Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência.()