ZTOP

PlayBook: agora a BlackBerry brinca de tablet

Se um monte de gente (Apple, Samsung, Huawei etc etc) tem um tablet, por que a BlackBerry não teria o seu? O PlayBook, anunciado agora à tarde durante a conferência de desenvolvedores da RIM, é um simpático tablet – só precisamos mesmo entender qual será seu foco – corporativo ou consumidor final (e eu aposto nessa segunda opção).

Veja o vídeo de divulgação e diga: dá pra considerar corporativo o PlayBook?

A (boa) impressão que tive foi de que a RIM não conseguia tornar os viciantes aparelhos de e-mail (ou ‘tiozinho-que-não-sabe-configurar-email-compra-um-blackberry-e-tá-perfeito’) pro lado do consumidor final, e o PlayBook (ei, tem a palavra ‘play’ no nome) é uma boa resposta ao iPad. É uma concorrência saudável e que, espero, renda ainda mais tablets em 2011.

As configurações são bem interessantes:

  • 7″ LCD, 1024 x 600, WSVGA, tela capacitiva com multitoque e suporte a gestos
  • sistema BlackBerry Tablet OS com suporte a multiprocessamento simétrico
  • processador ARM-9 dual-core de 1 GHz
  • 1 GB RAM
  • Duas câmeras HD (3 MP na frente para videoconferência, 5 MP na parte de trás), com capacidade de gravação em HD 1080p.
  • Reprodução de vídeo: 1080p HD Video, H.264, MPEG, DivX, WMV
  • Reprodução de áudio: MP3, AAC, WMA
  • Saída de vídeo HDMI
  • Wi-Fi – 802.11 a/b/g/n
  • Bluetooth 2.1 + EDR
  • Conectores: microHDMI, microUSB, recarregador da bateria
  • Plataforma aberta com suporte a WebKit/HTML-5, Adobe Flash Player 10.1, Adobe Mobile AIR, Adobe Reader, POSIX, OpenGL, Java
  • Medidas: 130mm x 193mm x 10mm, 400 gramas
  • RIM quer oferecer com 3G e 4G no futuro.
  • Sai no começo de 2011 nos EUA e “segundo trimestre” em mercados internacionais
  • nada de preço ainda. mais infos no site oficial.

mais fotos:

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin