ZTOP

ToughPad FZ-M1: Um tablet de 7″ com Intel Haswell e Windows 8.1

CES 2014: Novo modelo pode vir equipado com o processador Intel Core i5 “Haswell”  ou Atom “Bay Trail”.

No ano passado, a Panasonic Toughbook anunciou na CES 2013 a chegada do seu primeiro ToughPad Tablet com tela de 10 polegadas e Windows 8 Pro — o ToughPad FZ-G1:

Toughpad_FZ-G1_intro

O interessante é que já naquela época,  Hide Harada diretor de TI da unidade de negócios Toughbook da Panasonic Global…

Toughpad_Harada

…já dizia que sua empresa já estava trabalhando em novos modelos com telas ainda menores…

Toughpad_roadmap

… de modo que passado um ano, ele cumpriu sua promessa e a Panasonic anunciou hoje o Toughbook FZ-M1:

Medindo aproximadamente 20,2 x 13,2 x 1,8 cm (LxAxP de pé) e 544 gramas de peso, o FZ-M1 atende as especificações MIL-STD-810G /IP64 resistente a quedas de até 1,52 m, choque, vibrações, altitude, umidade e temperaturas extremas, entrada de pó e respingos d’água. Ele também é o menor tablet do mercado a vir equipado com um processador Intel Core i5 4302Y de 1,6 GHz ou 2,3 GHz no modo turbo + tecnologia vPro, montado em um sistema passivo de dispersão de calor, ou seja, ele não tem ventoinha! Graças a isso, o FZ-M1 roda a versão full do Windows 8.1 Pro de 64-bits com opção de downgrade para Windows 7 Professional.

O curioso é que esse modelo também estará disponível numa versão equipada com processador Intel Atom série 3000 “Bay Trail-M”. 

toughpad-fz-m1_frente

Sua tela LCD/LED  de 7″ é do tipo IPS de alto brilho de 500 Nits o que faz com que essa tela seja visível mesmo em ambientes abertos sob a luz do sol. Sua resolução nativa é de 1.280 x 800 pixels e sua interface touch aceita até dez toques ao mesmo tempo. Na versão com Core i5 o sistema vem com 8 GB de RAM e 128 GB/256 GB de disco SSD, Wi-Fi Intel Dual Band Wireless-AC7260 Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, bluetooth v4.0 (classe 1), USB 3.0, slot para cartão micro SD/SDHC/SDXC, conector para docking station. Ele ainda conta com câmera dianteira com resolução HD de 720p + microfone embutido e câmera traseira de 5MP com auto foco e iluminador a LED.

toughpad-fz-m1_back

Opcionalmente o ele pode vir com interface 4G/LTE, GPS, leitor de código de barras, porta de rede Ethernet, porta serial, interface NFC (Near Field Communication), leitor de SmartCard, leitor de RFID a distâncias de até 3 metros ou leitor de cartões magnéticos. Sua bateria tem autonomia estimada em 8 horas ou de 16 horas com a versão de alta capacidade. Sua garantia é de 3 anos.

toughpad-fz-m1_lados

Segundo a Panasonic esse novo tablet é destinado ao ambiente corporativo e governamental e conta com uma ampla opção de configurações e pode ser facilmente customizado para atender às necessidades únicas de cada cliente, atendendo a diferentes setores como serviços e vendas, supply chain, logística e governo.

Segundo Rance Poehler presidente da Panasonic System Communications Company of North America, o FZ-M1 foi desenvolvido para atender as demandas da chamada “força de trabalho móvel”, que enfrenta condições desfavoráveis para desempenhar seu trabalho sem comprometer a qualidade. Entre essas atividades estão o atendimento ao cliente, gerenciamento de inventório e acompanhamento de risco, manutenção, manipulação de formulário e documentos eletrônicos (eForms/eCitations), rota de entrega, prontuários médicos eletrônicos, inspeções, pontos de venda móveis e sistema de informação geográfica (GIS).

O novo tablet é extremamente portátil e compacto, com força, conectividade e opções de configuração e robustez completa que fazem dele o tablet ideal para conectar os trabalhadores que atuam em missões críticas a todo tipo de informação que eles precisam para seu trabalho a qualquer momento, concluiu o executivo.

O Toughpad FZ-M1 chega ao Brasil ainda neste ano. Mais informações aqui.

Embaixo uma apresentação mais detalhada do novo tablet feito por Kip Walls diretor de produtos da Panasonic Toughbook e um cara super gente fina que conhecemos na época do lançamento do FZ-A1 em Dallas no Texas:

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.