ZTOP

Panasonic: Lumix G5, GX1 e GF5 chegam ao Brasil

P8140212

Depois de Sony e Nikon lançarem suas câmeras sem espelho (ou de terceira geração) no mercado brasileiro, a Panasonic vai lançar três modelos novos nos próximos meses: a Lumix G5, a Lumix GX1 e a Lumix GF5, como este ZTOP já havia antecipado.

Todas as câmeras usam o padrão Micro Four-Thirds para encaixe de lentes, também utilizado pela Olympus.

A Lumix G5 é o modelo de entrada (foto acima), com resolução de 16 megapixels, foco ultrarápido (até 6 cliques por segundo) e sensibilidade ISO até 12.800. Já botamos as mãos na G5 durante seu lançamento internacional, no mês passado (leia o hands-on). Seu preço sugerido é de R$ 3.999.

Já a GX1, anunciada lá fora no final de 2011, é a câmera topo de linha da família. Segundo a fabricante, a GX1 tem um sensor Live MOS de 16 megapixels com Venus Engine e capacidade de fotografar em situações de baixa luminosidade com ISO 12.800, mantendo a nitidez da imagem. Será vendida também pelo preço sugerido de R$ 3.999.

A Panasonic diz ainda que a GX1 tem maior precisão de foco automático (0,09 segundo no modo Light Speed AF) e tira até 4,2 fotos por segundo em resolução máxima. O vídeo, em formato AVCHD, é capturado em resolução 1920 x 1080 (1080p). Um diferencial interessante da GX1 é a possibilidade de usar um visor auxiliar (com modo Live View), modelo DMW-LVF2, inserido na sapata de flash da câmera.

Finalmente, a GF5 (abaixo) é um modelo de entrada de 12,1 megapixels de resolução, com corpo colorido e acabamento arredondado – mais voltado ao público feminino. Seu preço sugerido é de R$ 2.999.

Além das câmeras Lumix, a Panasonic pretende lançar uma família de lentes compatíveis com as câmeras, com zooms básicos de 7-14 mm a 100-300 mm, além de grande-angulares e lentes fixas.

A Panasonic também anunciou a chegada da câmera semiprofissional com superzoom FZ200 (veja o hands-on), pelo preço sugerido de R$ 3.299, e a compacta com Wi-Fi SZ5 (veja as primeiras impressões), pelo valor sugerido de R$ 1.099.

Fotos: Mario Nagano/ZTOP

Ztop Trivia:

Ao ler sobre o lançamento das novas câmeras Lumix DMC-G5 e DMC-GF5 que sucedem respectivamente os modelos DMC-G3 e DMC-GF3 alguns podem até perguntar: cadê a G4 e a GF4? E a resposta é: Então, elas nunca existiram! :-P

Essa dúvida rolou durante o evento da Lumix em Sonoma no mês passado, e o que nos explicaram é que os japoneses não gostam do número 4 do mesmo modo que muitos ocidentais não gostam do número 13.

Isso porque em japonês, o som do número 4 (= shi)  tem o mesmo som da palavra “morte” de modo que eles preferem ignorar/pular esse número quando possível. Daí o motivo da quarta geração das câmeras DSLM Lumix terem ganhado o número 5.

 

>>>Hands-on: Lumix G5

>>>Hands-on: Lumix FZ200

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin