ZTOP

Ovi Store sai em maio, mas Brasil fica de fora por enquanto

Ovi no N97

Nokia Developer Summit 2009Ovi Store, a loja de aplicativos da Nokia, será lançada “globalmente” em algum momento do mês de maio. Por “global” leia Austrália, Alemanha, Irlanda, Itália, Rússia, Singapura, Espanha e Reino Unido em um primeiro momento (sim, o Brasil está de fora no começo. E a Finlândia também!).

A loja começa com alguns números enormes de experiências anteriores da Nokia com distribuição de software e conteúdo. Segundo Eric John, chefe de marketing de mídia da Nokia, a pasta Download dos celulares está em 200 milhões de aparelhos pelo mundo, outros 150 milhões de downloads foram feitos pela rede Mosh e mais 1 milhão de usuários ativos estava cadastrado no Widsets. Por conta da Ovi Store, a pasta Downloads atualmente só oferece temas e sons e os projetos Mosh e Widsets saíram do ar.

Além disso, são mais de 1 milhão de desenvolvedores ativos para plataforma Nokia registrados no Forum Nokia. Com esse “passado”, a Nokia espera atingir 50 milhões de consumidores com o lançamento da Ovi Store em maio (um segundo passo será dado no lançamento do N97, em algum momento de julho, que será o primeiro aparelho a vir com a loja instalada).

“A Ovi Store será uma parada única para conteúdo gratuito ou pago, áudio, vídeo, widgets e aplicativos”, disse John. O material à venda na loja será adaptado para cada mercado (a Nokia diz ser uma “Suíça” na questão de aplicativos em disputa, e que a relevância do programa deve resolver o problema) e a Ovi Store estará em diversos aparelhos – a partir de setembro ou outubro, virá instalada em todos os celulares com Symbian S60 (terceira ou quinta edição) e, diz John, “mais países vão entrar na lista mês a mês”.

Eu naveguei na Ovi Store em um Nokia N97 na área de exibição do NDS2009 (sim, o N97 é BEM mais rápido que o 5800 em processamento, mas não vou falar mais nada pra não deixar todo mundo com vontade de largar o 5800 – incluindo este que vos escreve –  e deixar as calças na loja pra comprar um N97 quando sair). A navegação é bastante intuitiva: abra o aplicativo e veja inicialmente os destaques à venda, e navegue entre as seções e categorias (games, aplicativos, músicas, vídeos etc).

Uma opção no menu permite filtrar aplicativos gratuitos dos pagos. Uma pasta “My Stuff” guarda seus programas comprados/baixados de graça. Se você compra um programa ou gosta de algo que viu, pode indicar para um amigo com link enviado por SMS (“integração com contatos está a caminho”, comenta John). A cobrança será feita por meio de cartão de crédito ou direto pela operadora de telefonia celular, e os desenvolvedores poderão oferecer versões de teste para download (um diferencial bacana em relação à App Store, que acaba forçando os criadores a vender versões “Lite” sem custo a título de teste).

No futuro, a Ovi Store pode ter uma seção com conteúdo ou canais de empresas específicas (“branded content”), lojas feitas sob medida para operadoras e maior integração com redes sociais.

Curiosamente, a Nokia agora fala que “Ovi” é uma plataforma, não mais um serviço isolado. Também, com música, mensagens, compartilhamento de fotos e arquivos, mapas e tal, demorou para perceberem, não?

Mais fotos da Ovi Store no N97:

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Cabelo (Luciano Silveira)

    Será que existirão atualizações de firmware para os aparelhos já lançados para incluir a OVI Store (Em especial no meu E51)?