ZTOP

O guarda-costas que cai no golpe…

Então, eu estava (e ainda estou) aqui em Las Vegas pro lançamento oficial da linha Symantec Norton 2009 (e a história toda está publicada no IDGNow!), que teve um desdobramento extremamente curioso no dia seguinte (nada a ver com tecnologia ou antivírus, pura ciência), mas que eu só vou começar a contar assim que assistir a todos os vídeos que fiz…e decidir se não é

De volta à realidade, na sexta eu jantei, com um grupo de blogueiros do mundo todo (tipo o GeekZone, da Nova Zelândia, comandado pelo brasileiro Maurício Freitas, e outros como o Chris Pirillo e a Justine) e na mesa estava o Rowan Trollope, vice-presidente de produtos de consumo da Symantec.

Aí você pensa: o cara é o mega-hiper-super entendido de segurança em computadores. E é mesmo. Mas ele contou uma história, passada em Vegas, por sinal, algum tempo atrás, que só confirma a velha idéia de que de nada adianta você ter zilhões de proteções quando o <chavão>elo mais fraco</chavão> é sempre o bicho homem.

Trollope foi à academia do hotel. Tudo bem, ele levou dólares no bolso, um relógio bacana no pulso e um anel de ouro daqueles bem grandes (sim, ele usa anéis de ouro). Entrou no vestiário, colocou os objetos no armário, digitou a senha e foi malhar.

No meio do caminho, um cara com jeito de turista perdido veio puxar papo, meio que tentando enrolar. E não saía de perto. Quando saiu, finalmente, Rowan lembrou que tinha um outro cara no vestiário meio que de olho nele (ops!). E os dois estranhos saíram juntos, instantes depois.

Moral da história: cofre roubado. Enquanto um conseguiu ver a senha do armário disfarçadamente, o outro segurou a vítima sem que ela voltasse pro vestiário. E o VP de segurança caiu num golpe. O hotel, óbvio, não fez nada. Curioso que todo mundo na mesa (pelo menos que estava ali perto) contou histórias de horror envolvendo segurança – roubo de identidade, clonagem de cartão de crédito (o cara da C|Net inglesa teve seu cartão clonado no Rio…) e por aí foi.

***

A estada em Vegas continua – vou cobrir o VMworld 2008 para o Computerworld. E nos próximos dias, publico os vídeos doidos que eu falei. Um obrigado especial ao Murilo e ao Ralphe do NowDigital por me deixarem vir pro evento da Symantec (e ao Bruno, Alessandra e Vanessa, do Brasil, mais a turma toda aqui dos EUA – Cecilia, Noah, Julie e o próprio Rowan – obrigado pelo convite e pelas boas lembranças!).

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin