ZTOP

Números enormes: Sony NEX-7 e seus 24,3 megapixels (!)

Nada contra câmeras digitais com números enormes, mas a Sony NEX7, anunciada hoje, chuta o balde: 24,3 megapixels. Sim, vinte-e-quatro milhões de pixels.

A NEX-7 é a irmã mais nova da linha NEX, de corpos compactos com lentes intercambiáveis, e, junto com a NEX-C3 (made in Brazil!) e a nova NEX-5N (mais abaixo), completam a família de câmeras ultraportáteis da Sony para 2011.

O corpo da NEX-7 é produzido em liga de magnésio, pesando apenas 291 gramas (sem lentes), com sensor EXMOR APS HD de 24,3 megapixels e processador Bionz de imagem.  A Sony promete imagens com “muito pouco ruído” e “tempo de resposta excepcionalmente rápido” para a NEX-7: a câmera tem sensibilidade ISO de 100 a 16.000 (!) e intervalo de 20 milissegundos entre um clique e outro, com até 10 quadros por segundo (modos AF/AE).

E ela tem um visor eletrônico integrado (OLED XGA), que complementa a tela de 3″ sensível ao toque. Os controles são feitos por dois discos na parte superior da câmera, mais uma “control wheel” na parte traseira. E faz vídeos em AVCHD Full HD, 24 quadros por segundo (cinema!), som estéreo e é compatível com o novo formato AVCHD Progressive (2.0), capaz de atingir até 60 quadros por segundo. Preço sugerido? Nos Estados Unidos, no lançamento em novembro, US$ 1.200 pelo corpo ou US$ 1.350 em kit com lente 18-55 mm.

Já a NEX-5N é a sucessora da NEX-5, com resolução de 16,1 megapixels em um corpo com apenas 23,3 milímetros de espessura. Quer vídeo? A NEX-5 grava em formato AVCHD Progressive 2.0, em full HD e 60 quadros por segundo. Na prática, é resolução para vídeo de Blu-Ray, e a diz a Sony que essa é a primeira câmera com troca de lentes e sensor formato APS-C que faz isso de verdade. A câmera, também com a dobradinha EXMOR HD e Bionz, tem tempo de resposta de 20 milissegundos entre cliques e atinge ISO até 25.600.

 

A NEX-5N sai nos EUA em setembro, pelo preço sugerido de US$ 600 (só o corpo) ou US$ 700 (kit com lente 18-55mm).

Um vídeo rápido oficial de demonstração das novas câmeras:

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Hugo Leonardo

    Bruta!

  • E qdo vai sair o review?

    Aproveitando o posto,
    Nagano,
    confiando em seus conhecimentos fotográficos, o que vc recomenda pra sairmos de uma point&shot mais parruda (como uma Sony H50)?:
    Uma 3/4 ou meter o pé na jaca numa DSLR semi-pro? E existe vida abaixo de 1000 dolares?

  • Moreno

    Não é justo !
    Mal comprei a NEX-5 e já vai sair a NEX-5N e a NEX-7.
    Onde vamos parar ?
    Uma comendo a outra ?

    • Raquel Castro

      Pior Moreno, toh na mesma situação. dá uma raiva….

  • Anderson

    O pior é que essa nova tem sapata pra flash, e as outras não!

  • Pingback: Olympus OM-D: pode uma câmera revisitada salvar a fabricante?()

  • evandro

    essa SONY NEX-7 ou a cannon 5 d pra fazer filmes?

  • Anderson

    Comprei uma NEX5N em Dubai por 470 dolares +ou – = R$ 987,00 reais