ZTOP

Lenovo ThinkPad X1 Carbon Touch incorpora teclado adaptativo

CES 2014: Lenovo troca as tradicionais teclas de funções por uma versão digital que muda sua função de acordo com o contexto.

Como melhorar o desenho de um produto cheio de personalidade, tradição, propósito, admiração e não tem nome de fruta?  Esse é o grande desafio de David Hill e seu grupo de designers toda vez que se fala na renovação do ThinkPad — e mais ainda do seu produto de maior prestígio — o ThinkPad X1 Carbon?

Lançado em maio de 2011, o primeiro ThinkPad X1 foi o precursor de um padrão de formato que hoje chamamos de Ultrabook. Isso porque ele foi lançado no mesmo mês e ano em que a Intel revelou as primeiras especificações da plataforma Ultrabook durante a Computex de 2011. Ele foi seguido pelo X1 Hybrid em 2012 e pelo X1 Carbon em 2013.

E o que poderíamos esperar da nova versão do X1 para 2014? É fato que sua plataforma seria atualizado para o novo processador Core ix de quarta geração “Haswell” e teria uma tela de toque, mas como sempre, o pessoal da Carolina do Norte sempre tem uma novidade escondida na manga, que foi revelada no início da CES 2014 em Vegas.

David Hill, VP de indentidade corporativa e design guru da Lenovo, fala sobre isso:

Como podemos ver, o novo X1 Carbon ficou mais leve e fino — apenas 1,27 kg — e incorpora uma nova tela ColorBurst WQHD (2.560 x 1.440 pixels) com IPS, 300 Nits de brilho e interface de toque para dez dedos. Sua bateria é do tipo Rapid Charge que com apenas uma hora ligado na tomada, consegue alcançar 80% da sua carga total, cuja autonomia é estimada em aproximadamente 9 horas de uso. 

New_X1_Carbon_anuncio

Fora isso, ele incorpora  novas interfaces como Bluetooth 4.0, NFC (Near Field Communication), 4G opcional e suporte para OneLink docking, um acessório que permite conectar diversos dispositivos no X1 por meio de uma interface USB 3.0:

 

New X1 Carbon Touch_overvier

Porém o que chama a atenção desse produto é realmente o chamado teclado adaptativo, que substitui a tradicional carreira de teclas de função por uma versão digital com touch — ou mais exatamente um painel LCD monocromático sensível ao toque — cujos ícones dos botões mudam de acordo com o contexto. Fora isso, essa carreira de funções também pode ser customizada de acordo com o gosto do usuário.

Note como as teclas de função mudam:

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Outro recurso bem curioso é sua interface que reconhece comandos de gestos (via webcam) a exemplo do que já vimos no passado em alguns portáteis da Sony e mais recentemente nos smartphones da Samsung:

A previsão é que ele chegue em janeiro nos EUA com preço sugerido a partir de US$ 1.299. E por ser um produto corporativo de alcance global, não duvido que se houver o pedido de alguma empresa local, ele também chegue em breve ao Brasil.

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.