ZTOP

Nokia 808 Pureview: a câmera de 41 megapixels vista mais de perto

Yap. 41 megapixels. Na prática, 38 megapixels. Na realidade, 5 megapixels. O sensor de imagem do Nokia 808 PureView deixa o smartphone movido a Nokia Belle (antigo Symbian, em sua versão mais recente) com 1/5 da resolução de uma Hasselblad, tudo no seu bolso, graças a um método de superamostragem de pontos (7 pixels formam 1). Amostras de imagens aqui – e explicamos como funciona a tecnologia PureView.

Primeiro, o hardware do 808 PureView. O aparelho tem uma tela levemente curvada de 4″ (qHD, 640 x 360) Clear Black (para melhor visualização em condições de muita luz, como ao ar livre) recoberta por Gorilla Glass. Armazenamento interno é de 16 GB, expansível via cartões microSD.

A parte traseira é de plástico resistente – me deu a sensação de um plástico bastante rígido e resistente – e com um calombo enorme por conta da câmera.

A tampa da bateria é removível…

E do lado direito do 808 Pureview estão o controle de volume, a trava da tela e o disparador da câmera.

Na parte de cima, vemos o conector para fones de ouvido padrão 3,5 mm (o 808 tem som Dolby Mobile), o conector microSD e uma porta HDMI (faz todo sentido, afinal, ligar esse aparelho a uma TV).

E a câmera, gigante. A questão principal aqui não é tirar boas fotos na resolução máxima de 38 megapixels, embora isso seja possível. A ideia, com a tecnologia PureView, é fotografar com o máximo de detalhes e com rapidez. O flash (pra alegria do David Lopes) é Xenon, mas ao lado está um pequeno LED para iluminar durante a gravação de vídeos em alta definição (1080p a até 30 quadros por segundo). A lente Carl Zeiss tem boa luminosidade (f/2.4) e as fotos são salvas em formato JPEG.

A câmera do 808 PureView funciona em três modos: automático, cenas e criativo.

E na opção do menu da câmera você escolhe entre resolução total (com arquivos em torno de 10 MB por imagem) ou em PureView, com resoluções de 3, 5 e 8 megapixels.

Na tela do 808, fica assim uma imagem PureView de 5 megapixels:

Mas se quiser pular para a resolução total, pode fotografar uma garota finlandesa na rua… e ver o floco de neve em seu cabelo com bastante precisão.

É, sem dúvida, um passo importante para a Nokia mostrar que ainda sabe fazer boas câmeras. No final da apresentação hoje cedo em Barcelona, alguém perguntou se não seria mais prático ter essa câmera em um aparelho com Windows Phone. A resposta, um tanto genérica, foi que o produto já vem sendo desenvolvido faz tempo. Jo Harlow, vice-presidente de smartphones, também não comentou se existirão outros novos aparelhos com o extinto Symbian.

O Nokia 808 PureView começa a ser vendido em maio na Europa pelo preço sugerido de 450 euros.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • viniciosns

    No final das contas a nokia fez um aparelho com uma câmera de 41MP interpolada….

    • Vinícius Vasques

      Bem pelo que entendi a Nokia deu qualidade à interpolação. Se a imagem bruta guarda informação de cores dos pixels adjacentes você mata o problema do preenchimento interpolado e de quebra o do aumento de ruído. O enfoque que estão dando não é nem no tamanho das fotos que podem ser produzidas, mas fidelidade de detalhes que são capturados mesmo com aplicação de recortes ou zoom digital.

    • Wallacy

      Ao contrario, o sensor é de 41MP, porém eles fazem um downscaling usando todos esses pixels adicionais para melhorar a qualidade da imagem, reduzindo ruídos, melhorando a fidelidade de cores, etc.

      É um uma espécie de Supersampling ao contrario.

  • Tobias

    Só uma correção, a tela qHD tem resolução 640 x 960 e não 640 x 360, como no segundo parágrafo.

  • Pingback: Nokia 808 PureView: amostras de imagens [MWC 2012]()

  • Erick – O Jatoba

    A nokia fez a interpolação do jeito certo, pa tamanho, mas pra detalhe, o conceito de interpolação padrão não entra nesse cel, curti a ideia e deu certo, pelo que vi nos videos e fotos.

  • Júlio Brito

    O symbian não está morto. Apesar da nokia ter demorado para atualiza-lo, o symbian é um sistema muito otimizado para o hardware dessa empresa. Os processos são muito leves comparados com sistemas concorrentes que necessitam de superhardware para obter um desempenho aceitavel. E em questões de multitarefa é o melhor do mercado.

    • Enquanto muitos perdem seu tempo dando prazo de validade para coisas intangíveis, os consumidores continuam comprando celulares com o Symbian sem se importar com a opinião de muitos "especialistas".
      O fato é que uma hora a Nokia vai tirar de vez o visiual symbian dos aparelhos (porque o nome ela já tirou) e por baixo do capô vai continuar tudo igual.

  • Esse aparelho não possui o recurso USB-on-the-go ?

  • ezequielbsb

    Ainda não entendi …
    Na verdade,qual é a quantidade de pixels?
    Diz 41MPx mais na qualidade real,qual seria a quantidade?

  • Pingback: O Confessionário » Celular com câmera de 41 megapixels()

  • Não é à toa que vários fabricantes de celulares Android mostraram seus aparelhos ontem….

  • Obrigado pela referencia.
    Sempre questionei o nagano e henrique a cada lancamento de aparelhos TOP, que so vem com um led mixuruca, que o mercado insiste de chamar de flash.

    Acompanho o mercado de cameras-phone mais de perto desde o nascimento de minha.filha, pra nao perder nenhum momento. Depois de 5 anos, tenho mais de 3000 fotos, que ja enchem meu cartao de 8Gb.

    Ja passei por inumeros smartphones, desde palmOS (Treo), mas os que eram considerados camera-phone foram Sony Ericsson c901, samsung innov8 e Sony Ericsson Satio. Estou agora com o N8, sendo que apenas satio e n8 tinham flash.

    Fico radiante com esse lancamento, muito feliz que a nokia peitou o trojan do ELOP (infiltrado da microsoft) e lancou um otimo hardware (incluido xenon e hdmi) com symbian belle.

    Eu ja tinha falado que so mudaria do N8 se viesse outro camera-phone com flash – ainda mais agora, que vai chegar o segundo filho – e essa sera a escolha. E ja tem oferta pra comprar o N8.

    Como falaram no PDAbr.com, esse aparelho podia ter ate DOS, que ele ainda seria excelente.

    • mnagano

      O meu N82 tem flash de Xenônio. >;-p

      Como já disse em diversas oportunidades, o problema das lâmpadas de Xenônio é que elas comem uma energia danada se comparada com as de LED que, por sua vez ainda servem de iluminador de vídeo.

      Meu palpite é que o Nokia 808 só implementou esse flash pq a bateria desse diabinho ser bem cheia de energia (literalmente falando).

    • guto_xmod

      Que bom ver um mar de palavras sábias e visão objetiva sobre as coisas!
      Já tou me cansando do excesso de achismos e maria-vai-com-as-outras dos comentários do Gizmodo.
      Felizmente ainda tem gente sensata por aí! =D

      Eu achei fantástica a idéia do downscaling. Não é tão difícil de entender o recurso como tanta gente quer fazer crer.
      Também não tenho nada contra a linha Symbian(Belle), embora eu ainda esteja no 5800/Galaxy S. A princípio, pensei no Lumia, mas honestamente, acho que vou "pagar pra ver" esse 808 mesmo!

  • mnagano

    Não esquente a cabeça já que nóis explica:

    http://ztop.com.br/2012/02/27/ztop-explica-tecnol

  • Pingback: ZTOP explica: tecnologia Nokia PureView [MWC 2012]()

  • Eu tive um n810 e não lembro de câmera traseira, apenas aquela frontal pra skype…

    • mnagano

      Ops, falha minha — eu tenho um N82, versão candy bar do N95:

      http://europe.nokia.com/find-products/devices/nok

      Adoro ele: pequeno, jeitoso, cheio de recursos (mesmo para os padrões atuais) e com uma cara de celular ordinário… De fato ele ficou ainda mais ultrajante depois que coloquei uma capinha de couro Krussel nele que esconde bem a abertura da câmera.

      http://www.amazon.com/Krusell-Classic-Multidapt-L

      Até ladrão vira a cara quando ando com ele na rua.

      • Adriano Lima

        Boa Nagano.
        E na próxima convenção é você quem vai viajar?

        • mnagano

          Não sei. No geral é tudo uma questão de bom senso e mandar o cara mais capacitado para cada tipo de evento. Por exemplo, como cubro mais hardware e PC eu fui no lançamento de workstations da HP. Já o Henrique que cobre mais mobilidade, foi pro MWC.

          E quando dá empate técnico? Bom, ai a gente decide no tapa mesmo!

          • Adriano Lima

            Que tal decidir no "dois ou um"?

          • mnagano

            Dois ou um entre dois caras?

            Sei sei… eu jogo "dois", ele joga "um", ele diz que ganhou e eu digo que não perdi… e a troca de tapas começa de qualquer jeito.

          • Adriano Lima

            Hahahaha…… Problem?

  • Valpereiro

    Quando chegar nas casas Bahia vai ter vendedor anunciando que esse "telefone " tem 41MP achando que isso é a melhor coisa do mundo. Pode ter 100 MP se o sensor for pequeno você nunca vai ter fotos com grande qualidade ! Não dá pra fazer milagres nessa área

  • Adriano Lima

    Oh, droga, o post ficou travado aqui a tarde toda e depois que eu já havia encontrado a informação é que por mera cagada mandei o post de vez, sorry.

  • A Nokia nunca teve problemas com câmera, music player e sempre teve aparelhos fáceis de manusear. Ela só demorou para acompanhar a concorrência na atualização do seu SO e nos processadores que seus aparelhos carregavam.

  • Só um detalhe. Symbian não está extinto. Veio a atualização Belle a pouco tempo, breve (talvez final do ano) o Carla, depois o Donna. O desenvolvimento continua a todo vapor, pois ele equipará smartphones não-topo de linha.

  • Pingback: Números enormes: o sensor do Nokia 808 PureView (bônus: momento egotrip)()

  • Pingback: Nokia Lumia 800 (review)()

  • Pingback: Repórter Alagoas » Nokia Lumia 800: pequenos detalhes em novo celular()