ZTOP

Motorola libera Android 2.2.1 para Milestone brasileiro

Acabou de subir no site oficial da Motorola Brasil o esperado update do sistema operacional Android. E não é que ela cumpriu à risca o prometido?


Depois da tempestade de fúria flamejante dos usuários, o update chegou ao Brasil. E apenas nove dias depois da Europa.

Com a versão 2.2, o Milestone fica bem mais esperto, tem o consumo de bateria sensivelmente diminuído e fica em patamar de igualdade com a esmagadora maioria dos aparelhos vendidos no mercado mundial. Ele rodará o novo Gmail, o novo YouTube e outras belezinhas, como planos de fundo animados e widgets, que não rodavam no 2.1.

Aguardamos a resposta da Motorola Brasil para saber se o update funciona também para os aparelhos comprados junto às operadoras.

Com a atualização, o Milestone se torna o smartphone mais matador do mercado no aspecto custo-benefício. Não é difícil achar o aparelho desbloqueado por menos de R$ 900.

Como fazer o update:

É só ir ao site da Motorola e baixar o programinha de atualização, depois de escolher a operadora (ou no caso de aparelhos sem vínculo, a versão retail) e mandar ver no download. Depois que o programa é instalado, um tutorial conduz a operação. Lembre-se de fazer backup do que está estocado na memória interna do telefone, pois o update só poupa o que está gravado no cartão SD.

E vale comprar agora um smartphone que está à venda desde dezembro de 2009?

Em tempo: o Motorola Defy será atualizado também para Android 2.2, informa a Motorola. Não tem data definida ainda.

Um ano com o Milestone

Meu Milestone vai completar um ano de uso e foi a melhor experiência que já tive com um smartphone.

Eu levei o coitadinho ao limite máximo. Primeiro, fiquei uns meses me acostumando com ele, usando o sistema original (peguei quando o update para Android 2.1 havia acabado de sair). O primeiro impacto foi com o hardware. Ele é parrudo, feito para durar. Nada de plastiquinho mixo (que era o padrão dos Androids na época), o negócio é metal mesmo. E o poderoso Gorilla Glass, que inacreditavelmente aguentou todas as agressões do meu bolso/chaves/mochila.

Depois de um tempo, comecei a me aventurar pelo Android e fiquei fã. O Milestone é um dos poucos aparelhos da Motorola no mercado com relativa facilidade de hackear. É claro, a prática não é recomendada, mas eu precisava ver o que o bichinho era capaz. Fiz root e daí um novo mundo se abriu. usei um monte de versões experimentais do Android, coloquei a função de modem nele – que agora está na versão 2.2 – e me diverti horrores mexendo no pequeno cérebro eletrônico dele.

Tive que mudar a versão do Android principalmente pela limitação de uso de aplicativos. A memória do Milestone não aguenta um monte de coisas – é o suficiente para seres normais, mas uma aberração geek como eu precisava de muito mais -, mas agora no 2.2, os apps podem ser instalados direto no cartão de memória. Depois disso, espetei um SD de 16 GB e nunca mais passei aperto por falta de memória. Mesmo pendrives, nunca mais precisei usar pois o Milestone serve bem na maioria dos casos. É só carregar um cabinho e ele vira uma unidade de armazenamento bem decente.

O Milestone também enterrou minha necessidade de um aparelho de navegação GPS. A antena dele é boa e no começo tinha bons navegadores, como o Motonav, que davam uma surra no meu aparelho GPS, que ficou com a esposa. Depois que a navegação pelo Google Maps foi liberada, nunca mais precisei usar nenhum outro programa. Mesmo usando a rede 2G (para economizar bateria), o navegador do Google resolve super bem.

A bateria do Milestone é meio chata. Em uso hardcore, com bluetooth, GPS e 3G ligados, ela dura umas 4 horas. Depois que descobri o truque de usar a rede Edge na maioria do tempo e só habilitar o 3G quando precisava navegar para valer, a bateria esticou para 5:30 de uso. No começo fiquei meio chateado, mas depois de ver o quanto a bateria dos outros Androids durava, fiquei menos preocupado pois estava na média. Antes do Milestone sempre usei Windows Mobile (é, eu acreditei. Coisas de viúva do Windows CE) e a bateria durava umas 3:30 no máximo.

Mas o smartphone maravilha da Motorola não passou incólume por esse período. Ele vivia no bolso, e depois de 9 meses de agressão uma parte pequena do lado direito da tela parou de funcionar. Inclusive, antes da garantia acabar, vou levá-lo para resolver esse probleminha. O teclado deu uma engasgada semana passada, mas isso também se resolve na assistência técnica. Ele está meio raladinho na moldura da tela, mas o vidro nunca ficou riscado. Aliás, só vi um Gorilla Glass riscado depois de ser esmagado em uma máquina de costura industrial – minha irmã fez a proeza com um Defy – e ainda assim foi só na parte de fora da tela.

A bateria foi bem cuidada e ainda segura super bem a carga. É claro, precisa sempre de uma carguinha durante o dia, mas só se eu estiver agredindo o 3G. Ah, um lance bacana: a carga é bem rápida, em 1:30 ou no máximo 2:00 com o aparelho espetado no carregador de parede ou no veicular, que vem na caixa, consigo carga máxima.

O Milestone também se revelou um fenomenal aparelho multimídia. Jogo um monte de games nele, inclusive muitos clássicos dos videogames que tinha em versão original. Com o Game Gripper, o Milestone se transforma no melhor smartphone Android para games que temos hoje em dia. E ainda assisti a qualquer vídeo em definição padrão usando o RockPlayer (disponível no Android Market). Sem reconverter, sem esperar um minuto. É baixar e rodar. E isso só acontece por causa da GPU do Milestone.

O balanço do ano com o Milestone foi muito positivo. Ele sobreviveu muito bem ao período, deu uns probleminhas, mas nada fora do normal. E como eles serão consertados dentro da garantia, ninguém saiu ferido. Se eu recomendo? Com certeza. E falando com muita sinceridade, achei que nunca mais ia usar um Motorola depois de 3 aparelhos ruins que usei de 2000 a 2002.

Então, agora que saiu o Android 2.2, se você achar o Milestone por um preço bacana, pode comprar sem medo. Ele vale cada centavo, e com o dinheiro que você economizar, faça uma reserva para o ano que vem. Teremos um caminhão de novos aparelhos nas lojas que justificarão a troca. Com o que temos hoje nas lojas, só um ou outro é melhor que o Milestone, e ainda assim custam bem mais caro.

 

  • guilhermefdc

    Uma dúvida: a atualização saiu com Motoblur ou continua Android quase stock?

    PS: A foto que ilustra o post é do Milestone 2, não?

    • henriquem

      já arrumei a foto… o jô montou errado o post 🙂

  • Mateus Azevedo

    Jô, o teu milestone é aquele da foto no início do post?
    Se sim ele é o Milestone 2…

    Mas se for mesmo o Milestone 1, já tentou usar custom ROMs? Tem uma versão brasileira, chamada ShadowMOD, totalmente baseada na versão "pura" que o Google libera. Inclusive já tem o 2.3 Gingerbread rodando…

    • DOH! Foi mal, misturei as coisas aqui. Valeu pelo socorro, Henrique!

      Ah, uso feliz o ShadowMOD há um tempão, inclusive estou com o Gingerbread rodando bem.

  • Eu devo me confessar MUITO surpreso! Realmente, eu não esperava que fosse mesmo sair!

  • RJP

    Poxa, q bom q a Motorola cumpriu o prometido, meus parabéns!

    Mas… Eu só quero saber qdo ela vai liberar a atualização p/ o Motorola Defy, q tb estava listado p/ atualização. Continuo no aguardo.

  • RJP

    Ah, Jô, pode colocar na sua lista de telas com Gorilla Glass um Defy levemente arranhado na tela… Ele foi esfregado num muro chapiscado. Sim, fui eu q fiz isso, e se arrependimento matasse… Mesmo assim n atrapalha em nada o uso, só me incomoda(va) por saber q o arranhão está lá.

    • Meu iPod touch de 2a geracao tb tem uns Riscos…. Nada q comprometa o uso

  • Linuxer

    Essa atualização só saiu para milestones retail, ou seja, os que foram comprados SEM vínculo com as operadoras (TIM, VIVO, etc).

    Para fazer essa atualização nos milestones de operadora é preciso esperar ainda OU fazer esse procedimento descrito no blog abaixo:
    http://www.passeionaweb.com.br/blog/2011/03/25/in

    Eu já cansei de esperar e vou fazer esse procedimento.

  • Rodrigo

    Li em outro local aqui na net, que mesmo com essa atualização o milestone não tera suporte a flash pq além do android 2.2 tbm é necessário que o processador tenha pelo menos 800mhz pra poder rodar flash. Alguém confirma ou desmente essa informação? Se alguém que atualizou, tentou usar o flash?

  • Bruno Caracciolo

    Enquanto isso, quem tem o motorola i1 (como eu) sofre com a versão 1.5 do android..

  • Léo

    Vou esperar uma semana pra que a Vivo coloque a versão dela… aliás, eu não entendo porque perdemos a garantia se usarmos um software original, de release retail, num celular comprado na operadora, isso é simplesmente ridículo….

  • Atualizar pela operadora eu não recomendo. Vem com modificações ruins, como, por exemplo, sem aplicativos do Google ou controle de Tettering. Tentem ShadowModBR, que é muito estável e é bem próxima do Froyo do Nexus One.

  • Muito bom o post !!! Recomendo.

  • mestrewil

    Atualizei e está uma beleza! Mais rápido e bonito. A atualização não apaga nenhum dados do telefone, como dito acima, pois preservou até meu histórico de chamadas, despertador e tudo mais. Nenhum app precisou ser reinstalado. Roda flash tranquilamente com o Skyfire, assim como o 2.1 já fazia bem. Algumas funções novas como hotspot nativo, modo veicular e possibilidade de transferir apps para o cartao SD são diferenciais. Até agora excelente.

    • Teresa

      Olá!
      Da última vez que sincronizei meu milestone com o pc, o OS foi atualizado para a versão 2.2
      Porém, meu smart agora está muiiiiiiito mais lento e forçando o fechamento de alguns apps.
      O que pode ter acontecido?
      Como posso solucionar o problema?

  • mestrewil

    Só mais um detalhe. Muitos estão falando aí que a atualização é só para retail, o que não é verdade! Basta seguir o link, para ver que é possível escolher a operadora. Eu mesmo instalei a versão VIVO, que é idêntica, apenas com um app da VIVO no menu, e sem nada de logos e propagandas. Vamos pesquisar antes de postar a informação por favor.

  • André

    A atualização impossibilitou o meu fone de fazer ligações (o sinal cai antes de iniciar a chamada), mas estou recebendo chamadas normalmente. Alguém passou por problemas semelhantes?

  • mestrewil

    Com a minha irmã também aconteceu o mesmo problema do André, o cel não faz ligações nem envia mensagens. Não entendi o pq disso já que fizemos o mesmo procedimento. Tentarei refazer pra ver se arruma.

    • ana

      Restaura a configuração original que resolve

  • henrique9469

    Bem que podia atualizar o BackFlip…

  • Gustavo Amigo

    Não recomento, veja só a minha história com o Defy.

    Adquiri o aparelho Motorola Defy no final de novembro o ano passado (30/11/2011). Quase 3 meses depois, o alto-falante do aparelho parou de funcionar. Levei no suporte no dia 22/02/2011, 3 semanas depois no dia 14/03/2011, fui buscar o aparelho. O defeito original havia sido resolvido, mas o aparelho apresentava outro problema, a tela touchscreen, na parte inferior, estava com problemas. O problema era tão grave e óbvio que era impossível usar o teclado virtual do aparelho. Fiquei com a impressão de que haviam substituido o aparelho por um outro recondicionado. De fato, na Ordem de Serviço do suporte da Motorola há um aviso – "(v) eventualmente poderão ser utilizadas peças recondicionadas no reparo do aparelho". n
    Retornei o aparelho ao suporte no mesmo dia. Após duas semanas, no dia 28/03/2011, fui buscar o aparelho. Por incrível que parece, o laudo dizia que não havia falha, apenas reinstalaram o software do celular. Retornei o aparelho ao suporte e requisitei a substiuição do aparelho para um novo. Agora, o suporte da Motorola alega que não pode fazer a substituição porque não fez o laudo do aparelho, só que a mesma Motorola que faz este laudo.

    Hoje é dia 04/04/2011 e estou sem o celular há mais de um mês. Estou completamente frustrado com o suporte da Motorola.

    Pesquisando pela internet, vi que há vários outros usuários que tiveram problemas com este mesmo modelo de celular.

    Por isso digo, não recomendo comprar este aparelho, acredito que a Motorola errou a mão nele, e a qualidade do suporte deixa a desejar.

  • Roger Rayner

    Amigo,

    Fiz a alteração para o 2.2 só que meu MILESTONE esta SUUUPEERRR lento… voce que tem mais experiencia, poderia me dar uma dica do que posso fazer? está insuportavel e estou pensando em voltar pra 2.1 (se isso tiver jeito).

    Obrigado.

  • Roger Rayner

    E aee…

    O meu MILESTONE ficou super lento após a atualizaçao, alguem passou por isso e sabe oq eu posso fazer???

    Está impossível de utilizar o aparelho.

    Obrigado.

  • bakudroid

    Esse processo de fazer ligação e a mesma cair, aconteceu comigo também, entretanto tive uma ajuda de um usuário, o mesmo me informou que teria que dar um boot nas configurações, pois quando você passa para o 2.2, no meu milestone, fica muito pesado, porque haviam vários arquivos, recomendado que faça um backup deles em seu SDCARD, e vá em Configurações > Privacidade > Configuração original. Seu Milestone irá reiniciar após isso, reiniciando você perderá seus contatos, apps e tudo, irá vir apenas o que vem quando você compra ou atualiza o celular, isso serve também para o problema de celular lento, as vezes é uma quantidade enorme de apps instalados no celular para pouca memória do mesmo, faça isso e depois baixe-os de novo e tente movê-los para o SDCARD. Para fazer isso, vá em : Aplicativos > Gerenciar aplicativos > clique nos apps e depois clique em MOVER PARA SD. E assim você deixará a memória do seu celular um pouco melho, no meu caso resolveu bastante, notei que o mesmo ficou lento após a atualização, mas após fazer o processo, ficou uma MARAVILHA. Android 2.2 é muito fera !

  • leonardo

    pessoal, fiz a atualizção ontem e deu tudo errado… não acessava a internet e outros aplicativos. depois de muito trabalho consegui regularizar…porém descobri um problema. O Activesync do Exchange, para utilizar o email coorporativo, não funciona. Pesquise nos sites americanos e todos reclaman disso.. e ainda não tem solução. pelo menos não achei. vcs sabem de alguma coisa? nem a tim e nem a motorola resolveram o problema.